Nome do Projeto
Ação de extratos fúngicos sobre ovos e larvas de tricostrongilídeos
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/03/2016 - 01/03/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Parasitologia
Resumo
Dentre as principais causas que interferem no desenvolvimento da atividade pecuária estão as helmintoses gastrintestinais que ocasionam prejuízos no desenvolvimento animal determinando retardo no crescimento, morte e gastos excessivos com o manejo. Os parasitos gastrintestinais que mais acometem ruminantes pertencem a família Trichostrongylidae e incluem os gêneros Haemonchus, Trichostrongylus, Ostertagia, Nematodirus e Cooperia. Embora a utilização de anti-helmínticos venha mostrando-se como um método eficaz de controlar o parasitismo, seu uso tem ocasionado o surgimento de nematoides resistentes. Além disso, a preocupação com resíduos na carne e leite, bem como os riscos de contaminação ambiental impulsionam as pesquisas que buscam medidas alternativas e ambientalmente corretas de controle das endoparasitoses. Neste sentido, o controle biológico torna-se uma alternativa viável e promissora que propicia a redução das infecções ocasionadas por parasitos gastrintestinais. Dentre os organismos utilizados no controle biológico estão os fungos nematófagos, que apresentam capacidade ovicida e larvicida sobre tais parasitos. O objetivo deste trabalho é avaliar in vitro a ação de extratos fúngicos de fungos nematófagos sobre ovos e larvas de tricostrongilídeos. Para a realização deste estudo serão utilizados quatro isolados fúngicos: Paecilomyces lilacinus, Arthrobotrys spp., Duddingtonia flagrans e Trichoderma virens. A partir desses fungos, dois diferentes extratos serão obtidos: extrato filtrado (EF) e extrato macerado bruto (MB). Em placas de cultivo de tecidos, serão vertidos 500 µm dos extratos fúngicos. A esse volume será acrescido 500 µm de uma suspensão contendo aproximadamente 100 ovos ou 100 larvas de tricostrongilídeos. O grupo controle corresponderá a 500 µm de uma suspensão contendo 100 ovos ou 100 larvas de tricostrongilídeos acrescido de 500 µm de meio mínimo. Todas as placas serão incubadas a 25ºC, durante 24 e 48 horas. Cada tratamento será constituído de cinco repetições. A leitura será realizada em lupa estereoscópica e levará em consideração o número total de larvas (ovos eclodidos) de tricostrongilídeos presentes em cada placa dos grupos tratados e controle. Para a verificação de larvas viáveis e intactas (recuperação de larvas), será utilizada a técnica de Baermann modificada. Todos os dados serão submetidos a análise estatística

Objetivo Geral

Objetivo geral
Avaliar in vitro a ação de extratos fúngicos de Paecilomyces lilacinus, Trichoderma virens, Duddingtonia flagrans e Arthrobotrys spp. sobre ovos e larvas de tricostrongilídeos.

Objetivos específicos
- Avaliar a atividade ovicida de extratos enzimáticos de isolados fúngicos de Paecilomyces lilacinus e Trichoderma virens sobre ovos de tricostrongilídeos;
- Avaliar a atividade de extratos enzimáticos de isolados fúngicos de Duddingtonia flagrans e Arthrobotrys spp. sobre as larvas de tricostrongilídeos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDRIOS DA SILVA MOREIRA1001/03/201601/03/2017
ANELISE OLIVEIRA DA SILVA FONSECA501/03/201601/03/2017
CAROLINE QUINTANA BRAGA501/03/201601/03/2017
CRISTIANE TELLES BAPTISTA3501/03/201601/03/2017
CRISTINA GOMES ZAMBRANO501/03/201601/03/2017
ELIZA SIMONE VIEGAS SALLIS101/03/201601/03/2017
FERNANDO DE SOUZA MAIA FILHO501/03/201601/03/2017
JÚLIA DE SOUZA SILVEIRA501/03/201601/03/2017
VANESSA SILVEIRA DAL BEN501/03/201601/03/2017

Página gerada em 20/09/2021 08:24:35 (consulta levou 0.040246s)