Nome do Projeto
RELAÇÕES ENTRE O CONHECIMENTO FONOLÓGICO INFANTIL E A ESCRITA INICIAL
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
05/05/2008 - 05/05/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes - Linguística - Psicolinguística
Resumo
Este projeto está associado a um projeto maior intitulado Aquisição e desenvolvimento da escrita: ortografia e acentuação o qual vem sendo desenvolvido na Universidade Federal de Pelotas. Os estudos sobre os erros ortográficos que temos produzido têm favorecido o desenvolvimento de pelo menos três linhas de investigação: uma que analisa os erros relacionados às dificuldades advindas da organização do próprio sistema ortográfico e procura observar os processos e as estratégias utilizadas pelos aprendizes durante o período em que estão adquirindo a escrita, os chamados erros contextuais e arbitrários; outra que interpreta os erros com base na relação existente entre a fala e a escrita inicial, os erros motivados foneticamente; e, por fim, a que pretende, através de análises qualitativas e da exploração de dados singulares, captar as manifestações do conhecimento fonológico infantil, evidenciando aspectos de sua construção. A pesquisa que ora propomos se insere nesta última linha de investigação, pois, ao considerarmos a existência de relações entre a escrita espontânea e as representações subjacentes, pretendemos aproximar os dados da produção escrita inicial da criança com os trabalhos de aquisição da fonologia. O estudo das relações entre o conhecimento fonológico da criança e a forma como ela lança mão do sistema de escrita que está adquirindo podem oferecer evidências tanto para a consolidação de propostas teóricas acerca de fenômenos fonológicos, como para uma melhor compreensão do processo de aquisição do sistema de escrita da língua. Seguindo essa idéia, propomos uma investigação que, a partir da comparação entre dados de aquisição fonológica, relativamente à aquisição dos segmentos e das estruturas silábicas complexas (estruturas com onset e/ou rima ramificada) com os dados de escrita, pretende verificar a relação existente entre a aquisição da fonologia e da ortografia bem como se os indícios apresentados pelos dados da escrita podem contribuir para com a discussão a respeito de questões relacionadas à fonologia do português. Os princípios e convenções da Teoria da Sílaba, da Autossegmental e da Fonologia Prosódica (Selkirk, 1982; Clements, 1985, 1990 e Clements e Hume, 1995, Nespor e Vogel, 1986) serão a base teórica para as análises que pretendemos realizar.

Objetivo Geral

Objetivos gerais
•Descrever o processo de aquisição da escrita de crianças da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental.
•Verificar os processos individuais e as tendências gerais encontrados durante o período de aquisição e desenvolvimento da escrita.
•Comparar aspectos da aquisição da língua oral com dados da escrita inicial.
•Contribuir, através da ampliação do Banco de Textos de Aquisição da Escrita e da criação de um Banco de Dados de Linguagem Oral, para o desenvolvimento de estudos da relação da escrita infantil com a linguagem oral.
•Oferecer subsídios para o aprimoramento do Ensino da Língua Materna

Objetivos específicos
•Descrever a grafia das sílabas complexas em dados tanto de escrita de crianças que freqüentam escolas públicas de educação infantil como daquelas que freqüentam os anos iniciais.
•Verificar as relações entre as hipóteses formuladas pelas crianças sobre o sistema de escrita e os dados de aquisição fonológica relativos às estruturas silábicas complexas.
•Traçar paralelos entre os dados de escrita das sílabas complexas e os dados de aquisição da fonologia.
•Descrever e analisar dados de segmentação não convencional nos textos da escrita inicial.
•Estabelecer relações entre os processos de segmentação da escrita e os constituintes prosódicos da hierarquia proposta por Nespor e Vogel (1986).
•Procurar, nos dados estudados, evidências que possam contribuir para com a discussão de fenômenos relevantes para a fonologia e/ou morfologia, tais como o status fonológico das consoantes nasais pós-vocálicas, dos ditongos e de fenômenos relativos ao sistema vocálico átono.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
04
04
04
04
04
4
04
08
20
20
20
20
20
ALEXANDRA ALVES BRANDT1201/08/201330/11/2013
ISABEL DE FREITAS VIEIRA COIMBRA1201/12/201331/07/2014
JAQUELINE COSTA RODRIGUES1201/04/201431/07/2014
MILENA MEDEIROS DE MATTOS1201/08/201231/07/2013
NATALIA DUMMER ZACHER REINKE1201/08/201231/03/2014

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00

Página gerada em 12/12/2018 12:24:49 (consulta levou 0.068497s)