Nome do Projeto
Pipoca Clássica
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
02/05/2017 - 29/12/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Cultura
Linha de Extensão
Mídia-artes
Resumo
O Pipoca Clássica e um projeto de extensão de caráter multidisciplinar desenvolvido pelos integrantes do Laboratório de estudos sobre a Cerâmica Grega (LECA - projeto permanente de extensão, pró reitoria de extensão e cultura PREC nº 53008081) e que conta com a colaboração de docentes, pesquisadores e discentes da graduação e do Programa de pós- graduação em História da Universidade Federal de Pelotas e de outras universidades no país especializados nas área de Arqueologia, História da Arte, Letras, Filosofia, Cinema, entre outros. Propõe como trabalho a análise reflexiva de produções cinematográficas em torno da temática da Antiguidade, partindo do eixo transdisciplinar e da construção de conhecimento.

Objetivo Geral

Estabelecer diálogos entre diferentes áreas do conhecimento e produzir resenhas de caráter científico que reúnam as reflexões levantadas nos debates resultantes das sessões de cinema; estabelecer diálogos com a comunidade, por meio das palestras e sessões públicas, e por meio de projeções feitas em escolas da rede pública e privada.

Justificativa

Enquanto proposta de extensão se justifica pela possibilidade de promover a construção de conhecimento por meio de um veículo de grande alcance público, o cinema da mesma forma que o inventivo ao diálogo entre diferentes áreas de pesquisa, fortificando o caráter interdisciplinar das atividades promovidas pela Universidade. Espera-se que esse projeto promova o diálogo entre a comunidade acadêmica e comunidade em geral, resultado esperado em projetos de extensão.

Metodologia

A organização das projeções será por ciclos temáticos, cada um deles com duração e quantidade de filmes estabelecidos individualmente. A sessão contará com convidados palestrantes que falarão sobre temas gerais relacionados às obras selecionadas, e mediadores debatedores por cada sessão. Os resultados dos debates serão organizados em resenhas críticas produzidas pelos participantes do projeto, convidados, ou demais
interessados, e serão publicadas no blog do portal LECA. Ciclos: Às sextas-feiras,
das 14h às 18h, no Auditório do Centro de Artes da UFPel: 1 º semestre 2017. O ciclo será composto por
produções brasileiras inspiradas em temas da Antiguidade Clássica: Carnaval Atlântida? (1959, 95 min., dir. José Carlos Burle e Carlos Manga), Orfeu do Carnaval (1959, 100 min., dir. Marcel Camus), Os 12 trabalhos (2006, 90 min., dir. Ricardo Elias), Cleópatra (2007, 116 min., dir. Júlio Bressane). O ciclo terá como mediadora a mestranda Lidiane Carolina Carderaro dos Santos (PPGHUFPel), e receberá convidados por sessão.
Pão e Circo (maio, 2015). O ciclo é composto por obras inspiradas em biografias romanas. Júlio César (1953, 120 min., dir. Joseph L. Mankiewicz), Quo Vadis (1951, 171 min., dir. Mervyn LeRoy), Spartacus (1960, 197 min., dir. Stanley Kubrick), A queda do Império Romano (1964, 188 min., dir. Anthony Mann). Mediador a convidar. 2º semestre 2017. Cinema e Ciberarqueologia. O ciclo será composto por duas sessões de cinema, iniciadas por palestras do pesquisador Alex da Silva Martire (LARP/ MAE/USP). Sessão 1: Outras realidades
arqueológicas a virtualização do passado. Filmes utilizados: The Animatrix (Episódio: The Second Renaissance Part I, 2003, 9 min), dir. Mahiro Maeda; The Animatrix (Episódio: The SecondRenaissance Part II?, 2003, 10 min), dir. Mahiro Maeda; Doctor Who (4ª Temporada, Episódio 3: ?The Fires of Pompeii?, 2008,
45 min), dir. Colin Teague. Partindose da animação The Animatrix, serão apresentados os conceitos básicos de Realidade Virtual estabelecendo-se o seu desenvolvimento cronológico com base na cibernética. Após a definição de ?real? e ?virtual?, serão apresentadas ideias sobre a sensação de presença na suposta
virtualidade existente no episódio de Doctor Who. Pretende-se, assim, chegar ao termo Ciberarqueologia, que utiliza as tecnologias da Realidade Virtual no campo arqueológico, e mostrar, a partir de exemplos práticos.
Pipoca Clássica na Escola. Ciclo de projeções em escolas públicas, para inserir alunos de ensino fundamental e médio nas discussões sobre a recepção da antiguidade em diferentes categorias de produção ? longas e curtas, animações, seriados. O ciclo deverá ser desenvolvido de acordo com o cronograma das escolas contatadas. De acordo com a metodologia do projeto, as sessões serão antecedidas por uma palestra de apresentação, e seguida por breve debate.

Indicadores, Metas e Resultados

Com os resultados deste projeto, já viabilizado em edições anteriores, espera-se que se promova a construção de conhecimento por meio de um veículo de grande alcance público, o cinema, da mesma forma que o inventivo ao diálogo entre diferentes áreas de pesquisa, fortificando o caráter interdisciplinar das atividades promovidas pela Universidade. Espera-se que esse projeto continue promovendo o diálogo entre a comunidade acadêmica e comunidade em geral, resultado esperado em projetos de extensão, da mesma forma que formas e metodologias de aprendizagem de caráter interdisciplinar, uma proposta presente em muitas agendas educacionais e constituinte de diretrizes para o Ensino Superior.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CAROLINA DIAS LEITÃO
CAROLINA KESSER BARCELLOS DIAS
Dayanne Dockhorn Seger
GABRIEL ROCHA PIMENTA
LARISSA PATRON CHAVES SPIEKER4
Milena Rosa Araújo Ogawa

Página gerada em 10/08/2022 02:20:35 (consulta levou 0.056189s)