Nome da Atividade
LABORATÓRIO DE CAPOEIRA II
CÓDIGO
05001194
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Desenvolvimento das vivências de roda, musicalidade e movimentos da capoeira tradicional, primando pela ética e estética da manifestação cultural como dança, jogo e luta, considerando sua capacidade metodológica como educação nos seus diferentes espaços.

Objectives

Objetivo Geral:

Experienciar processos de formação de roda de capoeira e de sua prática corporal; Experienciar a musicalidade instrumental e do canto na capoeira; Estudar a capoeira e sua interação com a educação inclusiva. Relacionar as dimensões de pesquisa, artística e pedagógica, conforme o quadro Dimensões Formativas Transversais descrito no ítem 3.4.1 do Projeto Pedagógico de Curso.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CAPOEIRA, Nestor. Capoeira: os fundamentos da malicia. Rio de Janeiro: Record, 1998. 236 p.
  • COUTINHO, Daniel. O abc da capoeira de angola: os manuscritos do mestre Noronha. Brasília: DEFER, 1993.
  • FARINA, Sinval Martins. Ayolwua: corporeidade, capoeira e cultura negra nos ambientes da escola e da rua. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação – UFPEL. Pelotas, 2002.
  • SOARES, Carlos Eugenio Libano. A capoeira escrava e outras tradições rebeldes no Rio de Janeiro (1808 - 1850). Campinas: Unicamp, 2001.
  • SODRÉ, Muniz. Mestre Bimba: corpo de mandinga. Rio de Janeiro: Manati, 2002

Bibliografia Complementar:

  • ALMEIDA, Rodrigo de; PIMENTA, Letícia; CYPRIANO, André. Capoeira: luta, dança e jogo da liberdade. São Paulo: Aori Comunicação, 2009.
  • ACCURSO, Anselmo da Silva. Capoeira: um instrumento de educação. Porto Alegre: s.n (auto-edição), 1995.
  • CAPOEIRA, Nestor. Capoeira: pequeno manual do jogador. Rio de Janeiro: Record, 1998.
  • FREITAS, Joseania Miranda (Org.). Uma coleção biográfica: os mestres Pastinha, Bimba e Cobrinha Verde no Museu Afro-Brasileiro da UFBA. Salvador: EDUFBA, 2015.

Page generated on 2024-07-14 07:39:43 (query took 0.053787s)