Nome da Atividade
BANDA SINFÔNICA BRASILEIRA II
CÓDIGO
05001516
Carga Horária
30 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
1
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
1
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
CRÉDITOS
2
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

O aperfeiçoamento da formação e prática do grupo instrumental para orquestra brasileira de sopros e cordas. O grupo agrega alunos dos cursos em instrumentos e de alunos de disciplinas da disciplina de instrumento complementar de sopro (Flauta e Saxofone), cordas (guitarra, baixo, violão e violino) teclas (piano e teclado), percussão e bateria, tem um mínimo de 20 e máximo de 40 integrantes a cada semestre. Serve também como laboratório de arranjo, regência e composição para os alunos dessas de música popular e composição. Proporciona o conhecimento e aprofundamento dos aspectos técnicos e interpretativos dessa formação instrumental.

Objectives

Objetivo Geral:

Objetivo geral: Ampliar a integração e desenvolvimento musical entre os alunos dos cursos de bacharelado através da prática de leitura e interpretação de arranjos para grandes formações instrumentais.

Objetivo(s) específico(s): Desenvolver a sonoridade, domínio da digitação e afinação, bem como exercitar a leitura, criação e interpretação musical ao instrumento através da prática instrumental e do repertório do choro.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CABRAL, Sérgio. Pixinguinha: vida e obra. 3. ed. Rio de Janeiro: Editora Lumiar, 1997. 283 p.
  • CAZES, Henrique. Choro: Do quintal ao municipal. 2. ed. São Paulo: Editora 34, 1999. 204 p.
  • VASCONCELOS, Ary. Raízes da Música Popular Brasileira ,1991. [s.l. : s.n]

Bibliografia Complementar:

  • MELLO, Zuza Homem de. A Canção no Tempo: 85 anos de Músicas Brasileiras. Vol. 1: 1901-1957. 2. ed. São Paulo: 34,1998. 366 p.
  • BESSA, Virgínia de Almeida. A escuta singular de Pixinguinha: história e música popular no Brasil dos anos 1920 e 1930. São Paulo: Alameda, 2010.
  • MEIRELLES, Pascoal. A Bateria Musical - (Versão Play-Along). São Paulo: Editora Irmãos Vitale, 2000.
  • SANDRONI, Carlos. Feitiço decente: transformações do samba no Rio de Janeiro (1917- 1933). Rio de Janeiro: Jorge Zahar/Editora UFRJ, 2001.
  • TINHORÃO, José Ramos. História social da música popular brasileira. São Paulo: Ed. 34, 1998, 2005. 365 p.

Page generated on 2024-05-26 00:31:47 (query took 0.055303s)