Nome da Atividade
PROCESSOS MENTAIS E DE APRENDIZAGEM DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA, TRANSTORNOS, ALTAS HABILIDADES E SUPERDOTAÇÃO
CÓDIGO
09010048
Carga Horária
20 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
A DISTÂNCIA
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
20
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
20

Ementa

Compreender os processos de desenvolvimento e aprendizagem de pessoas com deficiência, transtorno do espectro autista, Altas Habilidades e superdotação

Objectives

Objetivo Geral:

Compreender os processos de desenvolvimento e aprendizagem de pessoas com deficiência, transtorno do espectro autista, Altas Habilidades e superdotação

Conteúdo Programático

. Caracterização das deficiências, TEA, Altas Habilidades e Superdotação
. Desenvolvimento Humano
. Aspectos neurobiológicos e neuropsicológicos da aprendizagem
. Abordagens teóricas e os processos de aprendizagem de pessoas com deficiência;
. A Educação Inclusiva como fator de desenvolvimento e aprendizagem

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • AMERICANASSOCIATION ON INTELLECTUAL AND DEVELOPMENTAL DISABILITIES- AAIDD. Definition of Intellectual Disability. Washington, D.C: AAIDD, 2016. https://aaidd.org/intellectual-disability/definition#.WfzKsFtSzIV. Acessado em 30.10.2017
  • BARRETO, A. C. de Paradigma Sistêmico no desenvolvimento humano e familiar: a teoria bioecológica de UrieBrinfenbrenner. Psicologia em revista, vol. 22, Belo Horizonte, 2016
  • CARVALHO, E. N. S. de. Linguagens da discriminação: a questão da deficiência. In: SÉGUIN, E.; SOARES, E.; CABRAL, L. (Coord.). Temas de discriminação e exclusão. Rio de Janeiro, RS: Ed. Lumen Juris, 2014.
  • CLASSIFICAÇÃO de transtornos mentais e de comportamento da CID-10: descrições clínicas e diretrizes diagnósticas. Porto Alegre: Artmed, 1993. CIF: Classificação internacional de funcionalidade, incapacidade e saúde. São Paulo, SP: Editora da Universidade de São Paulo, 2003.
  • BEYER, H. O. Inclusão e Avaliação na escola de alunos com necessidades educacionais especiais. Porto Alegre: Mediação, 2006.
  • COLL, C. MARCHESI, A. PALÁCIOS, J. Desenvolvimento Psicológico e Educação: transtornos de desenvolvimento e necessidades educativas especiais. Volume 3, 2ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2004.
  • PAPALIA, D. Desenvolvimento Humano. Porto Alegre: Artmed, 2013.
  • NORMA, D. O cérebro que transforma. Rio de Janeiro: Record, 2018
  • CORREIA, L. M. de. Inclusão e Necessidades Educativas Especiais: um guia para educadores e professores. 2º ed. Porto: Porto Editora, 2008.
  • OLIVEIRA, G. G. de. A Pedagogia da Neurociência: ensinando o cérebro e a mente. Curitiba: Appris, 2015
  • FONSECA, V. da. Aprender a aprender: a educabilidade cognitiva.Porto Alegre: Artmed, 1998.
  • FUENTES, D. MALLOY-DINIZ. L. F.; CAMARGO, C. H. P.; COSENZA, R. M. (org.) Neuropsicologia: teoria e prática. Porto Alegre: Armed, 2014
  • HALPER, R. (org.) Manual de pediatria do desenvolvimento e comportamento. 1.ed. Barueri, SP: Manole, 2015.
  • PUC, Rio. A construção de um conceito: da deficiência mental à deficiência intelectual. https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/18139/18139_3.PDF
  • ROTTA, N. T.; BRIDI FILHO, C. A..; RIESGO, R. S. (Org.). Plasticidade cerebral e aprendizagem: abordagem multidisciplinar. Porto Alegre: Artmed, 2018.
  • RAMACHANDRAN. V.S. O que o cérebro tem para contar. Rio de Janeiro: Zahar, 2014
  • ROTTA, N. T. OHLWEILER, L. RIESGO, R. S. (Orgs). Transtornos de Aprendizagem: abordagem neurobiológica e multidisciplinar. 2ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2016.

Page generated on 2024-05-18 07:23:34 (query took 0.083908s)