Nome da Atividade
PATRIMÔNIO CULTURAL
CÓDIGO
10910118
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
3
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7
CARGA HORÁRIA EXTENSÃO
1

Ementa

Discussão dos conceitos antropológicos e arqueológicos de patrimônio cultural.

Objectives

Objetivo Geral:

Geral:
-Discutir como é tratado o patrimônio cultural no Brasil a partir de parâmetros internacionais.
Específico:
-Conceituar Patrimônio Cultural e patrimonialização, seus princípios internacionais e nacionais, legislação e identificação
-Um quarto da disciplina se dedica a dar seguimento às atividades extensionistas em Arqueologia, a partir de ações variadas inseridas nos projetos temáticos de extensão pertencentes ao “Programa de Extensão do Bacharelado em Arqueologia (código/Cobalto – 133)”. Cabe acrescentar que esse Programa contém projetos ativos cuja essência é o desenvolvimento de atividades práticas que contemplam as diretrizes da extensão universitária constantes na Resolução CNE nº 7 de 18 de dezembro de 2018.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ABREU, Regina; CHAGAS, Mario (Orgs.) Memória e Patrimônio: ensaios contemporâneos. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.
  • DODEBEI, Vera. Patrimônio e Memória Digital. Revista Eletrônica em Ciências Humanas, Rio de Janeiro, ano 04, n. 08, 2006.
  • JORGE, V. O. Arqueologia, patrimônio e cultura. Porto: Editora Piaget, 2000.
  • SCHAAN, Denise Pahl (Org.). Arqueologia, patrimônio e multiculturalismo na beira da estrada: pesquisando ao longo das rodovias Transamazônica e Santarém-Cuiabá, Pará. Belém: GKNoronha, 2012.
  • SOARES, Inês Virgínia Prado. Proteção jurídica do patrimônio arqueológico no Brasil: fundamentos para efetividade da tutela em face de obras e atividades impactantes. Erechim: Habilis, 2007.

Bibliografia Complementar:

  • ALBANO, M. C. (Org.). Interpretar o patrimônio: um exercício do olhar. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2002.
  • CHOAY, F. A alegoria do patrimônio. Lisboa: Edições 70, 2000.
  • FONSECA, M. C. L. O patrimônio em processo: trajetória da política federal de preservação no Brasil. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ; Minc/IPHAN, 2005.
  • HORIZONTES ANTROPOLÓGICOS. Ano 11, n. 23. Porto Alegre: PPGAS/UFRGS, 2005
  • OOSTERBEEK, L. Arqueologia, patrimônio e gestão do território. Erechim: Habilis, 2007.

Page generated on 2024-05-20 00:49:00 (query took 0.059549s)