Nome da Atividade
POPULAÇÕES SAMBAQUIEIRAS NO LITORAL DO BRASIL
CÓDIGO
10910151
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Os sítios arqueológicos costeiros relacionados às populações pescadoras coletoras dos sambaquis serão abordados em seu contexto continental. Há uma série de adaptações costeiras nos diferentes ambientes de insersão que compõem os contornos das três Américas e, recentemente, as principais discussões sobre o povoamento americano trouxeram estes sítios para o cerne da pesquisa arqueológica. É necessário situar a arqueologia dos sambaquis do Brasil Meridional neste cenário, avaliando o papel dos sítios na rota de dispersão das populações indígenas pretéritas, bem como os diferentes contextos culturais associados aos sítios regionalmente, dando lugar a estudos detalhados em nível local no intuito de formar um mapa claro das transformações das estratégia adaptativas e escolhas culturais materializadas no conteúdo dos sítios.

Objectives

Objetivo Geral:

Introduzir aos temas: História da pesquisa em Sambaqui; Ocupação do litoral brasileiro; Noções sobre evolução costeira Holocênica e sua relação com os Sambaquis; Compreensão dos sítios e vestígios arqueológicos presentes no litoral brasileiro. Estudar e entender os sambaquis litorâneos no Brasil com enfoque no litoral sul brasileiro.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • GASPAR, M. D. Sambaqui: Arqueologia do Litoral Brasileiro. Rio de Janeiro: Editora Jorge Zahar, 2000.
  • GASPAR, M. Aspectos da organização social de pescadores-coletores: região compreendida entre a Ilha Grande e o delta do Paraíba do Sul, Rio de Janeiro. Pesquisas, Antropologia n. 59, 163 p., 2003.
  • LIMA, T. (1999-2000). Em Busca dos Frutos do Mar: Os Pescadores-Coletores do Litoral Centro-Sul do Brasil. Revista USP (44), 270-327p.
  • NEVES, W. Paleogenética dos grupos pré-históricos do litoral sul do Brasil (Paraná e Santa Catarina). Pesquisas, Antropologia, n. 43, 176 p.1988.

Bibliografia Complementar:

  • DEBLASIS, P. A.; KNEIP, A.; SCHEEL-YBERT, R. et al. Sambaquis e paisagem: dinâmica natural e arqueologia regional no litoral sul do Brasil. Arqueología Suramericana, v. 3, n.1, 29- 61, 2007.
  • FIGUTI, L. O homem pré-histórico, o molusco e o sambaqui: considerações sobre a subsistência dos povos sambaquianos. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia. v. 3: 1993, p. 67-80.
  • FISH, S.; BLASIS, P; GASPAR, M. D. et al. Eventos incrementais na construção de sambaquis, litoral sul do Estado de Santa Catarina. Revista do MAE, n. 10, p. 67-87. 2000.
  • ORQUERA, L. A. El Consumo de Moluscos por Los Canoeros del Extremo Sur. In: Relaciones de la Sociedad Argentina de Antropología XXIV. Buenos Aires, 1999.
  • PROUS, André. Arqueologia Brasileira. A pré-história e os verdadeiros colonizadores. Cuiabá: Archaeo/Carlini & Caniato Editorial, 2019.

Page generated on 2024-05-20 00:30:28 (query took 0.050169s)