Nome da Atividade
PARASITOLOGIA
CÓDIGO
09030004
Carga Horária
75 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
3
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
5
CRÉDITOS
5
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Estudo teórico-prático das associações animais; especificidade das associações; morfologia; sistemática; bionomia; epidemiologia; diagnóstico e profilaxia dos principais parasitos do Reino Protista e Filo Platyhelminthes, Filo Nematoda, Filo Acanthocephala, Filo
Arthropoda.

Objectives

Objetivo Geral:

Geral:
Ter conhecimento básico dos principais parasitos do homem e de animais que ocorrem principalmente no Brasil.
Específico:
Conhecer a biologia, patologia e ter capacidade de identificar morfologicamente alguns dos parasitos

Conteúdo Programático

Unidade I - Parasitologia Geral
1- Considerações gerais sobre o desenvolvimento da Disciplina.
2. Definição de parasito e Histórico da Parasitologia
3- Terminologias utilizadas em parasitologia.
4- Considerações sobre epidemiologia.
5- Associações animais: parasitismo.
6- Localização e hábitos dos parasitos.
7- Vias de penetração dos parasitos.
8- Ciclo Evolutivo dos parasitos.
9- Urbanização e Doenças Parasitárias
10- Regras Internacionais da Nomenclatura Zoológica.

Unidade II – Protista
Caracterização morfológica, sistemática, bionomia, diagnóstico e profilaxia das principais espécies.

Filo Kinetoplastida
Família Trichomonadidae: Trichomonas vaginalis
Família Hexamitidae: Giardia lamblia
Família Trypanosomatidae: Trypanosoma cruzi, Leishmania spp

Filo Apicomplexa
Família Sarcocystidae: Toxoplasma gondii e Sarcocystis sp
Família Criptosporidiidae: Cryptosporidium SP

Filo Ciliophora
Balantiididae: Balantidium coli

Filo Rhizopoda
Família Entamoebidae: Entamoeba histolytica, E. coli

Unidade III - Filo Plathyhelminthes
Classe Trematoda
Caracterização morfológica, sistemática, bionomia, diagnóstico e profilaxia das principais espécies.
Família Schistosomatidae: Schistosoma mansoni
Família Fasciolidae: Fasciola hepatica.

Classe Cestoda
Caracterização morfológica, sistemática, biologia, diagnóstico e profilaxia das principais espécies
Família Dilepididae: Dipylidium caninum.
Família Taeniidae: Taenia solium, T. saginata, Echinococcus granulosus.

Unidade IV - Filo Nematoda
Caracterização morfológica, sistemática, bionomia, diagnóstico e profilaxia das principais espécies.
Família Strongyloididae: Strongyloides stercoralis.
Família Oxyuridae: Enterobius vermicularis.
Família Ancylostomatidae: Ancylostoma spp e Necator americanus
Família Trichuridae: Trichuris trichiura
Famíla Ascarididae:Ascaris lumbricoides
Família Anisakidae: Toxocaras canis
Família Filariidae: Wuchereria bancrofti, Onchocerca volvulus, Mansonella ozzardi

Unidade V - Filo Acanthocephala
Família Moniliformidae: Moniliformis moniliformis
Família Oligocanthorhynchidae: Macracanthorhynchus hirudinaceus

Unidade VI - Arthropoda
Classe Insecta: Introdução, caracterização morfológica, bionômica e importância dos insetos.

Caracterização morfológica, sistemática, bionomia, diagnóstico e profilaxia das principais espécies.
Ordem Blattaria
Família Blattidae: Periplaneta sp, Blattela germanica
Ordem Hemiptera
Família Reduviidae: Triatoma spp, Panstrongylus spp e Rhodnius sp
Família Cimicidae: Cimex spp
Ordem Anoplura
Família Pediculidae: Pediculus humanus e Phthirus pubis
Ordem Diptera
Família Culicidae: Culex sp, Anopheles sp.e Aedes sp
Família Psychodidae: Lutzomyia spp
Famíla Simuliidae: Simulium spp
Família Tabanidae: Tabanus spp Chrysops spp
Família Piophilidae: Piophila casei
Família Phoridae: Megaselia scalaris
Família Muscidae: Musca domestica, Fannia sp., Haematobia irritans e Stomoxys calcitrans.
Família Fanniidae: Fannia scalaris, F. canicularis
Família Oestridae: Dermatobia hominis.
Família Calliphoridae: Cochliomyia hominivirax, Cochliomyia macellaria, Chrysomya spp.

Ordem Siphonaptera
Família Pulicidae: Pulex irritans, Ctenocephalides spp e Xenopsylla cheopis
Família Tungidae: Tunga penetrans.

Classe Arachnida
Caracterização morfológica, sistemática, bionomia, diagnóstico e profilaxia das principais espécies.
Ordem Acari
Família Ixodidae: Amblyomma spp, Rhipicephalus sp.
Família Sarcoptidae: Sarcoptes scabiei
Família Demodecidae: Demodex foliculorum, D. brevis, Demodex canis

Unidade VII. Fundamentos e alternativas para manejo integrado de espécies em “status” de praga.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • FREITAS, M.G.; COSTA, H.M.A.; COSTA, J.O.B.; ILDE, P. Entomologia e Acarologia Médica e Veterinária. 4ª ed. Belo Horizonte, Rabelo & Brasil, 1978, 253p.
  • NEVES, D.P.; MELO, A. L.; GENARO, O; LINARDI, P.M. Parasitologia Humana. 10ª ed. São Paulo, SP. Atheneu, 2000. 428p.
  • PESSOA, SAMUEL B. Pessoa Parasitologia Médica. 11ª ed. Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 1998. 936p.
  • REY, LUIS. Parasitologia. 2ª ed. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan, 2002. 731p.

Bibliografia Complementar:

  • GUEDES, J. C et al. Bases e Técnicas do Manejo de Insetos.Santa Maria RS. 2000, 248p.
  • HARWOOD, R.F. & JAMES, M.T. Entomology in Human and Animal Health. 7ª ed. New York, McMilan, 1979, 548p.
  • MARICONI, F. A. M. Insetos e outros invasores de residências. FEALQ, SP. 1999. 460p.
  • PARRA et al. Controle Biológico no Brasil. Manole, SP. 609p
  • PESSOA, SAMUEL B. Pessoa Parasitologia Médica. 11ª ed. Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 1998. 936p.
  • REY, LUIS. Parasitologia. 2ª ed. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan, 2002. 731p.
  • REY, LUIS. Bases de Parasitologia Médica. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan, 2002. 419p.
  • TRIPLEHORN, CHARLES A.; JONNSON, NORMAN F. Estudo dos insetos - tradução da 7ª edição de Borror and Delong's introduction to the study of insect, Ed. Cengage Learning 2010. 816p.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
PARASITOLOGIA Ciências Biológicas (Bacharelado)

Page generated on 2024-07-24 15:23:21 (query took 0.115254s)