Nome da Atividade
SEDIMENTOLOGIA
CÓDIGO
15000146
Carga Horária
30 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
1
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
1
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
CRÉDITOS
2
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Relação entre os ciclos sedimentar e hidrológico. Intemperismo físico, químico e biológico. Variáveis sedimentares. Propriedades texturais e composicionais dos sedimentos. Propriedades estruturais dos sedimentos. Propriedades composicionais, físicas e mecânicas de sedimentos Classificação das estruturas.

Objectives

Objetivo Geral:

Objetivo Geral: Conhecer os materiais componentes dos sedimentos recentes de maneira sistemática, integrada e comparada.
Objetivos Específicos: o aluno deverá ser capaz de descrever e classificar sistematicamente os sedimentos pelo exame macroscópico e granulométrico, buscando:
- Estabelecer a singularidade e as relações estruturais e texturais de cada tipo de sedimento.
- Compreender a lógica dos processos de transporte e sedimentação nos diferentes tipos de ambientes.
- Perceber o caráter complexo e transicional dos fenômenos geológicos que dão origem aos sedimentos.

Conteúdo Programático

Unidade 1 – Relação entre os ciclos sedimentar e hidrológico.
1 Intemperismo físico e químico.
2 Taxas de soerguimento, erosão e suprimento sedimentar.
3 Transporte e mobilidade.
4 Deposição contínua e episódica.
Unidade 2 – Propriedades texturais e composicionais dos sedimentos:
1 escalas de tamanho,
2 classificação dos sedimentos,
3 propriedades morfoscópicas.
Unidade 3 – Propriedades estruturais dos sedimentos:
1 parâmetros físicos,
2 estruturas primárias geradas por correntes trativas, oscilatórias e estacionárias,
3 estruturas primárias geradas por fluxos gravitacionais.
Unidade 4 – Propriedades composicionais, texturais e estruturais de sedimentos químicos e bioquímicos.
Unidade 5 – Classificação das estruturas.
Unidade 6 – Estudo dos ambientes de sedimentação, seus parâmetros de controle, processos e fácies resultantes.
Unidade 7 – Critérios para interpretação de modelos de sedimentação.
Unidade 8 – Sistemas deposicionais, tratos de sistemas, paraseqüências, padrões de empilhamento, hierarquização.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • • PEDREIRA DA SILVA, A.J.; DE ARAGÃO, M.A.; MAGALHÃES, A.J. Ambientes de sedimentação siliciclástica do Brasil. Edit. Beca, São Paulo, 343p.
  • • POSAMENTIER, H. W. & WALKER, R. G. 2006. Facies models revisited. SEPM (Society for Sedimentary Geology), Tulsa, Oklahoma, 527p
  • • SUGUIO, K. 2003. Geologia Sedimentar. Edit. Edgard Blücher Ltda, São Paulo, 416p.

Bibliografia Complementar:

  • • NICHOLS, G. 2009. Sedimentology and stratigraphy. Blackwell Publishing, Oxford, 419 p.
  • • Suguio, K. 1998. Dicionário de Geologia Sedimentar e Áreas Afins. Ed. Oficina de textos, 1218 p.
  • • SUGUIO, K. 2010. Geologia do Quaternário e Mudanças Ambientais. Ed. Oficina de textos, 408p.
  • • TUCKER, M. E. 2003. Sedimentary Petrology: An Introduction to the Origin of Sedimentary Rocks. Blackwell Publishing, Oxford, 272p.
  • • MIDDLETON, G. V.; CHURCH, M. A.; CONIGLIO, M.; HARDIE, L. A. & LONGSTAFFE, F. J. 2003. Encyclopedia of sediments and sedimentary rocks. Springer, Netherlands, 821 p.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2024 / 1 10 5 Engenharia Geológica (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
CAMILE URBAN
Professor responsável pela turma

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
SEDIMENTOLOGIA Engenharia Geológica (Bacharelado)

Page generated on 2024-04-18 19:36:34 (query took 0.121365s)