Nome da Atividade
INSTRUMENTAÇÃO PARA O ENSINO DE FÍSICA I
CÓDIGO
11090087
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Reflexões sobre o ensino da Física. Análise de projetos de ensino da Física.
Interação com a realidade escolar da Região.

Objectives

Objetivo Geral:

Preparar os alunos licenciandos para a futura atuação como professores das disciplinas de Física da
Educação Básica através do contato com os distintos referenciais teóricos e práticas pedagógicas da
área de Ensino de Física;

Conteúdo Programático

1. Revisão bibliográfica e teórica sobre os principais autores e teorias que influenciam ou
influenciaram o Ensino de Física:
a) o comportamentalismo de Skinner;
b) a teoria da Aprendizagem Significativa de Ausubel,
c) a teoria da transposição didática,
d) as abordagem associadas à História e à Filosofia da Ciência: Karl Popper, Thomas Kuhn
e) a Teoria da Mudança Conceitual e diferentes aspectos do construtivismo no ensino de
ciências;
f) as teorias de desenvolvimento de Piaget e Vygotsky,
g) as noções de perfil epistemológico e obstáculo epistemológico de Bachelard;
h) a noção de perfil conceitual de Mortimer.
2. Análise de propostas de práticas pedagógicas associadas aos referenciais teóricos;
3. Ênfases curriculares e suas implicações no ensino da Física
4. Programas curriculares de Física nas escolas do Ensino Médio: Rede Municipal, Rede
Estadual, Rede Federal, Rede Privada, Educação Profissionalizante e Ensino Supletivo;
5. Elaboração, pelos alunos, de um programa para o ensino de um tópico específico de Física;

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BACHELARD, Gaston. O novo espírito científico. 5. ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 151 p. (Biblioteca Tempo Universitário; 12),1985.
  • KOYRE, Alexandre. Estudos de história do pensamento científico. 2. ed. Rio de Janeiro: Ed. Forense Universitaria, 388 p. (Coleção Campo eórico), 1991.
  • KUHN, Thomas S. A estrutura das revoluções científicas. 9. ed. São Paulo: Perspectiva, 260 p. (Debates. 115), 2005.
  • LA TAILLE, Yves de; OLIVEIRA, Marta Kohl de; DANTAS, Heloysa de Lima. Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão. 27. ed. São Paulo: Summus, 2016. 117 p. ISBN 9788532304124.
  • MOREIRA, Marco A. (Marco Antonio), 1942. Aprendizagem: perspectivas teóricas. Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 167 p. (Livro-texto; 32),1987.

Bibliografia Complementar:

  • MOREIRA, Marco A. (Marco Antonio), 1942. Uma abordagem cognitivista ao ensino da física. Porto Alegre: Ed. da Universidade/UFRGS. 189 p.,1983.
  • VIGOTSKY, L. S. A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 496 p. (Textos de Psicologia), 2010.
  • NEWTON, Isaac Sir,; RICCI, Trieste Freire (Trad.). Principia: princípios matemáticos de filosofia natural. 2.ed., v2, São Paulo: Edusp, 2012.
  • RESNICK, Robert; HALLIDAY, David; KRANE, Kenneth S. Física. V1. 5. ed. Rio de Janeiro : LTC, 2008.
  • RESNICK, Robert; HALLIDAY, David; KRANE, Kenneth S. Física. V2. 5 ed. Rio de Janeiro: LTC, 2003.
  • RESNICK, Robert; HALLIDAY, David; KRANE, Kenneth S. Física. V3, 5. ed. Rio de Janeiro: LTC, 4v, 2008.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
INSTRUMENTAÇÃO PARA O ENSINO DA FÍSICA I Física (Licenciatura)

Page generated on 2024-04-23 20:48:46 (query took 2.806220s)