Nome da Disciplina
HISTOLOGIA II
CÓDIGO
0040054
Carga Horária
68 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Histologia (organografia microscópica), histogênese e histofisiologia dos órgãos aparelhos e sistemas orgânicos humanos (tegumentário,respiratório, imunitário, digestório, urinário, reprodutores masculino e feminino, endócrino, placentologia e órgãos dos sentidos).

Objetivos

Objetivo Geral:

A disciplina de Histologia II tem como objetivo geral o de oportunizar o de oportunizar aos discentes uma visão holística, dinâmica e contextualizada da atual situação do desenvolvimento científico e tecnológico referente aos conhecimentos da histologia, histogênese e histofisiologia dos órgãos, aparelhos e sistema do organismo humano.

 

Objetivos Específicos:

Integrar os conhecimentos sobre os tecidos fundamentais adquiridos previamente na disciplina de Histologia Básica (1) para o reconhecimento da estrutura organográfica dos órgãos, aparelhos e sistemas do corpo humano;
Facilitar aos discentes as informações básicas sobre a organografia microscópica correlacionadas aos estudos da anatomia macroscópica do ser humano permitindo adquirir uma base de conhecimentos básicos necessária a outras disciplinas como, por exemplo, fisiologia e patologia;
Aplicar avaliações teóricas e práticas para a verificação do nível de aprendizado, reflexo da atividade docente e, desenvolver métodos alternativos de avaliação onde os discentes sejam colocados diante de situações que conduzam a aplicação dos conhecimentos adquiridos na resolução de situações reais.
Estimular a capacidade dos discentes para ler e interpretar textos com informações da área de Histologia desenvolvendo sua capacidade de crítica frente as informações apresentadas através da discussão em grupo das informações suplementares oferecidas;
Enfocar o espírito do trabalho e da tomada de decisões em grupo mediante discussão dos temários, escolha do(s) método(s) de avaliação e da verificação do desempenho individual e grupal dos discentes;
Oportunizar aos discentes o convívio acadêmico com alunos monitores em aulas práticas e teóricas para incentivar o hábito do estudo e a perspectiva da docência como estímulos para a melhoria do desempenho pessoal;
Desenvolver um ritmo de atividades compatível com a disponibilidade de horários de classes teóricas e práticas objetivando ministrar os conhecimentos relacionados a disciplina de forma holística e inter-relacionada às demais áreas do saber;
Realizar atividades teóricas e práticas de forma sincronizada para facilitar o aprendizado e sempre que possível, observar a interdisciplinaridade da formação acadêmica procurando, entre outros objetivos, desempenhar as atividades acadêmicas em sincronia com as demais disciplinas;
Buscar o complemento da formação acadêmica incentivando a utilização de modernos recursos tecnológicos como a consulta “on line”, salas de debate e mesmo a leitura de literatura científica “on line”em outro(s) idioma(s) através da preposição sistemática de questões referentes aos conteúdos programáticos que estejam em discussão no momento;
Flexibilizar as metodologias utilizadas em sala de aula e mesmo nas avaliações procurando facilitar o aprendizado e, sobretudo, estimulara busca pessoal da formação profissional indicando métodos e recursos para consecução deste objetivo.

Conteúdo Programático

Conteúdo Programático Teórico (HISTOGÊNESE, HISTOLOGIA E HISTOFISIOLOGIA)
Sistema Circulatório
Generalidades (Importância, correlações com outros sistemas, composição, recaptulação conhecimentos prévios, etc...)
Coração (endocárdio, miocárdio, epi e pericárdio)
Vasos e capilares sanguineos
Vasos e capilares linfáticos
Orgãos linfóides
Generalidades
Folículos, Placas de Peyer, Amídalas (Tonsilas)
Timo
Baço
Linfonodo
Hipersensibilidade; auto-imunidade; imunoglobulinas, evolução do sistema; enxertos e transplantes
Sistema Digestório
Cavidade oral e Glândulas anexas
Mucosa oral
Dentes
Glândulas Salivares
Tubo Digestório
Organização Geral
Esôfago
Estômago
Intestinos
Fígados e Pâncreas
Célula Hepática
Lóbulo Hepático
Pâncreas exócrino e endócrino
Histofisiologia do tubo digestório
Tegumento – Pele e anexos
Epiderme e Derme
Anexos (Fâneros)
Sistema Respiratório
Generalidades
Estrutura Porções e condutora e transitória
Estrutura porção respiratória
Histofisiologia do sistema respiratório
Sistema Urinário
Generalidades
Anomalia macro e microscópica do rim
Néfron
Bexiga e vias urinárias
Complexo justaglomerular
Histofisiologia Renal
Sistema Genital Feminino
Generalidades
Ovário
Tubas uterinas, útero, vagina e genitália externa
Histofisiologia do sistema genital feminino
Sistema Genital Masculino
Generalidades
Testículo
Vias genitais e glândulas acessórias
Pênis
Histofisiologia do sistema genital masculino
Sistema Endócrino
Generalidades
Eixo Hipotalâmico – hipofisiário
Epífise ou corpo pineal
Tireóide
Paratireóides
Adrenal
Ilhotas Pancráticas (Langerhans)
Histofisiologia do Sistema Endócrino
Órgãos dos Sentidos – Olho
Olho
Generalidades
Estrutura microscópica
Histofisiologia – formação da imagem
Orelha (ouvido)
Generalidades
Estrutura microscópica ouvidos externo, médio e interno
Histofisiologia – formação do som

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • Bailey, F.R., Copenhaver, W., Bunge, R. Bunge, M. (1973) Histologia 17 ed. São Paulo: Edgar Blücher LTDA.
  • Becker, I. (1978) Nomenclatura Histológica da Língua Portuguesa. Portugal, Porto: Gráfica Editora Hamburg Ltda, 108p.
  • De Robertis, E.M.F., Hib, J., Ponzio, R. (2003) De Robertis – Biologia Celular e Molecular.Rio de Janeiro: Guanabara Koogam, 413 p.

Bibliografia Complementar:

  • Bloom, W. Fawcett, D. (1977) Tratado de Histologia. Rio de Janeiro: Interamericana.
  • Borisenko, M. (1985) Histologia Funcional. México: Limusa.
  • Burkitt, H.G., Young, B., Heath, J.W. (1994) Wheater – Histologia Funcional. 3 ed., Rio de
  • Elisiéiv, V.G., Afanasiev, Yu. I., Yúrina, N.A. (1985) Histologia USRR: Editorial Mir Moscú, 584p. Janeiro: Guanabara Koogan, 409 p.
  • Cormack, D.H. (1991) Ham Histologia. 9 ed. Rio de Janeiro: Guanabara koogan, 570 p.
  • Cormack, D.H. (2003) Fundamentos de Histologia. 2 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 371 p.
  • Failace, R. (1991) Hemograma – Manual de Interpretação. Porto Alegre: Artes Médicas.
  • Gartner, L.P.; Haitt,J.L. (2001) Tratado de Histologia em Cores. 2 ed, Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 456p.
  • Geneser, F. (1987) Histologia. Buenos Aires: Panamericana, 740 p.

Página gerada em 22/10/2019 21:34:47 (consulta levou 0.177467s)