Nome da Atividade
RELAÇÃO SOLO ÁGUA PLANTA
CÓDIGO
01230007
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Fundamentos físicos do solo: o solo do ponto de vista físico, relações massa/volume. A água do ponto de vista físico, estrutura molecular da água. Relações solo-água: retenção, armazenagem, potencial, movimento, infiltração e curva característica da água no solo. Medidas do teor e do potencial da água no solo. Relações solo-água-planta: disponibilidade de água às plantas, resposta das culturas a diferentes potenciais de água no solo, quando e quanto irrigar e problemas de salinidade do solo e da água.

Objetivos

Objetivo Geral:

Conhecer, quantificar e estabelecer os principais parâmetros físicos do solo associados a interação solo-água-planta- atmosfera.

 

Objetivos Específicos:

Fornecer informações necessárias para que o aluno possa responder os seguintes questionamentos. Por que o solo retém água? b) Quais os princípios envolvidos na retenção de agua? c) Quanto de água o solo armazena? d) A que potencial, a água está retida e armazenada? e) Como medir o teor e o potencial de água no solo? f) Qual o movimento de água no solo? g) Qual a capacidade de infiltração de água do solo? h) Qual a disponibilidade de água às plantas? i) Qual a resposta das culturas a diferentes potenciais de água no solo? j) Quando e quanto irrigar uma cultura agrícola? l) Qual a salinidade do solo e da água prejudicial às culturas agrícolas?

Conteúdo Programático

I – TEÓRICO.
UNIDADE 1- FUNDAMENTOS FÍSICOS DO SOLO
1.1- O solo do ponto de vista físico.
1.2- Relações massa-volume.
UNIDADE 2- A ÁGUA DO PONTO DE VISTA FISICO
2.1- A água no ecossistema agrícola.
2.2- Propriedades físicas da água.
2.3- Estrutura molecular da água.
UNIDADE 3- RELAÇÕES SOLO-ÁGUA
3.1- Retenção de água no solo. Fenômenos envolvidos.
3.2- Armazenagem de água do solo.
3.3- Potenciais de água no solo.
3.5- Curva característica de água no solo.
3.6- Métodos de determinação do teor e do potencial da água no solo.
3.7- Movimento de água no solo. Equações de fluxo.
3.8- Infiltração de água no solo.
UNIDADE 4 – RELAÇÕES SOLO-ÁGUA-PLANTA
4.1-Aborção e perda de água pelas plantas.
4.2- Disponibilidade de água para as plantas. Conceito de capacidade de campo e ponto de murcha permanente.
4.3- Resposta das culturas a diferentes potenciais de água no solo. Quando e quanto irrigar.
4.4- Salinidade do solo. Efeito do excesso de sais sobre as plantas. Qualidade da água de irrigação.
II- PRÁTICO
II.1- Resolução de Exercícios
II-1.1- Relações massa/volume do solo.
II-1.2- Armazenagem de água no solo.
II-1.3- Potencial da água no solo.
II-1.4- Movimento de água no solo.
II.2- Determinações de laboratório e de campo.
II-2.1- Instalação de tensiômetros no campo (área experimental)
II-2.2- Determinação da curva característica da água no solo, e ajuste a modelo matemático.
II-2.3- Determinação da condutividade hidráulica do solo (saturado)
II-2.3- Determinação da Infiltração de água no solo.
II-2.5-Determinação da resistência mecânica do solo à penetração (compactação)
II.3- Determinação da variação de armazenagem de água no solo por um período de 60 dias.
Este trabalho deverá ser realizado e apresentado individualmente na forma de um trabalho científico com os seguintes itens: título, autor, introdução com revisão bibliográfica, materiais e métodos, resultados e discussão, conclusões e literatura citada. O Peso deste trabalho será equivalente ao de uma prova.
II.4- Apresentação de trabalho científico.
Cada aluno deverá escolher um trabalho científico relacionado à disciplina e apresentá-lo, em horário de aula, na forma de seminário

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • KLEIN, V.A. Física do solo. Passo Fundo: Universitária, 2012, 240p.
  • LIBARDI, P.L. Dinâmica da água no solo. Piracicaba: ESALQ/USP, 2012, 346p.
  • REICHARDT, K. A água na produção agrícola. São Paulo: McGraw Hill do Brasil, 1978. 114p.
  • REICHARDT, K. A água em sistemas agrícolas. São Paulo: Manole,1990. 188p.
  • REICHARDT, K.; TIMM, L.C. Solo, planta e atmosfera: conceitos, processos e aplicações. Barueri: Manole, 2012. 500p.

Bibliografia Complementar:

  • BAVER, L. D.; GARDNER, W.H.; GARDNER, W.R. Física del suelo. México: Hispano Americana, 1973. 529p.
  • BRADY, N.C.; WEIL, R.R. The nature and properties of soils. 13.ed. Upper Saddle River, New Jersey: Prentice Hall, 2002. 960p.
  • BRADY,N.C.; WEIL,R.R. Elements of the nature and properties of soils. 13.ed. Upper Saddle River, New Jersey: Prentice Hall, 2000. 559p.
  • GUERRA, O.H. Física dos solos. Campina Grande: DEA/CCT-UFPb, 2000. 175p.
  • HILLIL, D. Solo e água: fenômenos e princípios físicos. Porto Alegre: UFRGS, 1970, 263p.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2021 / 2 20 17 Engenharia Agrícola (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
CLAUDIA LIANE RODRIGUES DE LIMA
Professor responsável pela turma

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
RELAÇÃO SOLO ÁGUA PLANTA Engenharia Agrícola (Bacharelado)

Página gerada em 30/06/2022 13:13:45 (consulta levou 0.116847s)