Nome da Atividade
PESQUISA E PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO EM ARQUITETURA E URBANISMO
CÓDIGO
0128029
Carga Horária
34 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA EAD
0
CARGA HORÁRIA EXERCÍCIOS
0
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
0
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CRÉDITOS
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Arquitetura e urbanismo, produção de conhecimento e problemas de pesquisa.
As dimensões éticas e estéticas da arquitetura e urbanismo e suas implicações epistemológicas.
Formas de conhecimento, análise, interpretação e divulgação da produção do conhecimento na arquitetura e urbanismo.
Apresentações normalizadas na área de arquitetura e urbanismo, redação técnica e representações de espaço e objeto.
Análises de dissertações da área de arquitetura e urbanismo com vistas à explicitação de seus respectivos quadros teóricos e metodológicos.

Objetivos

Objetivo Geral:

Produção de conhecimento e problemas de pesquisa.
As dimensões éticas e estéticas da arquitetura e urbanismo e suas implicações epistemológicas.
Formas de conhecimento, análise, interpretação e divulgação da produção do conhecimento na arquitetura e urbanismo.
Apresentações normalizadas na área de arquitetura e urbanismo, redação técnica e representações de espaço e objeto.
Análises de dissertações da área de arquitetura e urbanismo com vistas à explicitação de seus respectivos quadros teóricos e metodológicos.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BARROS, José D’Assunção. O projeto de pesquisa em história. Petrópolis: Vozes, 2007.
  • BEAUD, Michel. Arte da tese. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 1997.
  • BENJAMIN, Andrew. Architectural Philosophy: repetition, function, alterity. New Brunswick (NJ): The Athlone Press, 2000.
  • BOUDON, Philippe et alii. Enseigner la conception architecturale. Cours d'architecturologie. Paris, Éditions de La Villette, 1994.
  • BRUYNE, Paul de; HERMAN, Jacques; SCHOUTHEETE, Marc de. Dinâmica da pesquisa em ciências sociais. Rio de Janeiro, Francisco Alves, 1991.
  • DUPLAY, Claire et Michel. Méthode illustrée de creation architecturale. Paris: Moniteur, 1985.
  • CAPON, David Smith. Architectural Theory. Volume One. The Vitruvian Fallacy. Clichester; New York: John Wiley & Sons, 1999.
  • CAPON, David Smith. Architectural Theory. Volume Two. Le Corbusier's Legacy. Clichester; New York: John Wiley & Sons, 1999.
  • CHOAY, Françoise. A regra e o modelo: sobre a teoria da arquitetura e do urbanismo. São Paulo: Perspectiva, 1985
  • CHOAY, Françoise. A regra e o modelo: sobre a teoria da arquitetura e do urbanismo. São Paulo: Perspectiva, 1985
  • CHOAY, Françoise. O urbanismo: utopias e realidades. São Paulo: Perspectiva, 1979.
  • vEPRON, Jean Pierre. La architecture et la règle. Essai d'une théorie des doctrines architecturales. Bruxelles: Pierre Mardaga, 1981.
  • FOLSCHEID, Dominique; WUNENBURGER, Jean-Jacques. Metodologia filosófica. São Paulo, Martins Fontes, 2002.
  • FORTY, Adrian. Words and Buildings. A Vocabulary of Modern Architecture. New York: Thames & Hudson, 2000.
  • De FUSCO, Renato. História y estructura. Teoría de la historiografía arquitectónica. Madrid: Alberto Corazón Editor, 1974.
  • De FUSCO,Renato. La Idea de Arquitectura. Barcelona: Gustavo Gili, 1978.
  • GRAWITZ, Madeleine. Méthodes des sciences sociales. Paris, Dalloz, 1986.
  • GROAT, Linda; WANG, David. Architectural Research Methods. New York: John Wiley & Sons, 2002.
  • HAYS, K. Michael. [editor] Architecture Theory since 1968. Cambridge (Mass.): The MIT Press, 1998.
  • HUET, Bernard. Sur un état de la théorie de l'architecture au XXe siècle. Paris: Quintette, 2003.
  • JAPIASSU, Hilton. Questões epistemológicas. Rio de Janeiro, Imago, 1981.
  • KUHN, Thomas S. A estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Perspectiva, 2007.
  • LAWSON, Bryan. The Language of Space. Oxford: Architectural Press, 2001.
  • LAWSON, Bryan. How Designers Think. The Design Process Demystified. Oxford: Architectural Press, 2003.
  • LAWSON, Bryan. What Designers Know. Oxford: Architectural Press, 2004.
  • LEUPEN, Bernard; et alii. [GRAFE, Christoph; KÖRNIG, Nicola; LAMPE, Mark; ZEEUW, Peter de.] Proyecto y análisis. Barcelona: Gustavo Gili, 1999.
  • MARTINS, Eduardo. (organizador e editor) O Estado de São Paulo. Manual de redação e estilo. São Paulo: O Estado de São Paulo, 1990.
  • McLUHAN, Marshall. Understanding Media. The extensions of Man. Cambridge, Massachusetts, 1994.
  • MEIRA, Maria Elisa. Arquiteto faz projeto. E também faz... Rio de Janeiro: FNA – Federação Nacional dos Arquitetos, 1997.
  • MORIN, Edgar. Amor. Poesia. Sabedoria. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 1998.
  • MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo; Brasília, Cortez, UNESCO, 2005.
  • NESBITT, Kate. (editor) Theorizing a New Agenda for Architecture. An Anthology for Architectural Theory 1965-1995. New York: Princeton, Architectural Press, 1996.
  • PÉREZ-GÓMEZ, Alberto. Architecture and the Crisis of Modern Science. Cambridge (Mass.): The MIT Press, 1983. (fotocópia)
  • PORTOGHESI, Paolo; SCARANO, Rolando. Il Progetto di Architetura. Roma: Newton & Compton, 1999.
  • PURINI, Franco. Comporre l'architettura. Roma; Bari, Laterza, 2000.
  • ROWE, Peter G. Design Thinking. Cambridge (Mass.), The MIT Press, 1987.
  • SERRA, Geraldo G. Pesquisa em arquitetura e urbanismo: um guia prático para o trabalho de pesquisadores em pós-graduação. São Paulo: EDUSP; Mandarim, 2006.
  • SILVA, Rebeca Peixoto da et alii. Redação técnica. Porto Alegre, Editora Formação, 1974.

Página gerada em 12/06/2021 18:00:15 (consulta levou 0.462598s)