Nome da Atividade
SENSORIAMENTO REMOTO
CÓDIGO
0198085
Carga Horária
68 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Introdução; órbitas dos satélites de Sensoriamento Remoto (SR); princípios físicos do SR; Características de um sistema sensor; comportamento espectral de alvos; índices espectrais de vegetação; satélites e sistemas sensores orbitais; aplicações no monitoramento da atividade agrícola e ambiental.

Objetivos

Objetivo Geral:

Abordar e explicitar os conceitos fundamentais do Sensoriamento Remoto para que os discentes possam se familiarizar com os dados e as imagens adquiridas por sensores remotos a bordo de plataformas orbitais, principalmente, enfatizando sua aplicação no monitoramento ambiental e da atividade agrícola, suas diferentes características, potencialidades e limitações.

Conteúdo Programático

Unidade 1
Introdução
1.1 – A disciplina no currículo e integração com outras disciplinas
1.2 – Histórico do Sensoriamento Remoto

Unidade 2
Órbitas dos satélites de Sensoriamento Remoto
2.1 – Geoestacionária
2.2 – Equatorial
2.3 – Polar (Quase-polar)
2.4 – Ascendente/descendente/sol-síncrona
2.5 – Órbita ponto

Unidade 3
Princípios Físicos do Sensoriamento Remoto
3.1 – Radiação Eletromagnética (REM)
3.2 – Espectro eletromagnético
3.3 – Fontes de REM
3.4 – Interação da REM com a atmosfera e objetos da superfície terrestre
3.5 – Grandezas radiométricas
3.5.1 – Absortância
3.5.2 – Transmitância
3.5.3 – Reflectância
3.5.4 – Energia radiante
3.5.5 – Fluxo radiante
3.5.6 – Densidade de fluxo radiante
3.5.6.1 – Irradiância
3.5.6.2 – Exitância
3.5.6.3 – Radiância

Unidade 4
Características de um sistema sensor
4.1 – FOV, IFOV, GIFOV, Pixel
4.2 – Resolução e bandas espectrais
4.3 – Resolução temporal
4.4 – Resolução radiométrica
4.5 – Resolução espacial

Unidade 5
Comportamento espectral de alvos
5.1 – Comportamento, assinatura ou resposta espectral
5.2 – Comportamento espectral da vegetação
5.3 – Comportamento espectral do solo
5.4 – Comportamento espectral da água
5.5 – Comportamento espectral de culturas agrícolas
5.6 – Geometria da cena imageada
5.7 – Composições coloridas
5.8 – Realce por contraste

Unidade 6
Índices espectrais de vegetação
6.1 – Introdução
6.2 – Normalized Difference Vegetation Index (NDVI)
6.3 – Soil Adjusted Difference Vegetation Index (SAVI)
6.4 – Atmospherically Resistant Vegetation Index (ARVI)
6.5 – Enhanced Vegetation Index (EVI)
6.6 – Enhanced Vegetation Index 2 (EVI-2)

Unidade 7
Satélites e sistemas sensores orbitais
7.1 – Programa Landsat
7.2 – Programa SPOT
7.3 – Programa CBERS
7.4 – Sensor MODIS
7.5 – Sensores de alta resolução espacial
7.6 – Outros satélites e sistemas sensores

Unidade 8
Aplicações das imagens de Sensoriamento Remoto no monitoramento da atividade agrícola e ambiental

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • JENSEN, J.R. Sensoriamento Remoto do Ambiente: uma perspectiva em recursos terrestres. Tradução da 2a ed. Parêntese, São José dos Campos, 2009. 672p.
  • NOVO, E.M.L. de M. Sensoriamento remoto – princípios e aplicações. 4. ed. São Paulo: Edgard Blucher, 2010. 387 p. 387 p. ISBN 9788521205401.
  • MOREIRA, M.A. Fundamentos do Sensoriamento Remoto e Metodologias de Aplicação. 4. ed. Viçosa: UFV, 2011. 422 p.

Bibliografia Complementar:

  • LILLESAND, T.M.; KIEFER, R.W.; CHIPMAN, J.W. Remote sensing and image interpretation. 6th ed. Hoboken, NJ: John Wiley & Sons, 2008. 756 p.
  • JENSEN, J.R. Introductory digital image processing: a remote sensing perspective. 4 th ed. Upper Saddle River: Prentice Hall, 2013. 623 p.
  • RUDORFF, B. F.T.; Shimabukuro, Y. E.; Ceballos, J. C. O sensor MODIS e suas aplicações ambientais no Brasil. 1 ed. São José dos Campos. 2007. 448 p.
  • LORENZETTI, J. A. Princípios físicos de sensoriamento remoto, 292 p. 2015.

Página gerada em 23/07/2021 15:04:57 (consulta levou 0.056471s)