Nome da Atividade
SECAGEM E AERAÇÃO DE GRÃOS
CÓDIGO
0228073
Carga Horária
68 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Propriedades físicas, biológicas e tecnológicas dos grãos e suas correlações na secagem e na aeração. Sistemas e métodos de secagem de grãos. Psicrometria aplicada à secagem, à aeração e à conservação de grãos armazenados. Instalações e equipamentos para secagem e aeração de grãos. Dimensionamento básico de sistemas de secagem e aeração de grãos. Controle da qualidade e manejo de processos.

Objetivos

Objetivo Geral:

Estudar as propriedades físicas, biológicas e tecnológicas dos grãos e suas correlações na secagem e na aeração. Sistemas e métodos de secagem de grãos. Psicrometria aplicada à secagem, à aeração e à conservação de grãos armazenados. Instalações e equipamentos para secagem e aeração de grãos. Dimensionamento básico de sistemas de secagem e aeração de grãos. Controle da qualidade e manejo de processos.

Conteúdo Programático

1. Propriedades físicas, biológicas e tecnológicas dos grãos e suas correlações na secagem e na aeração.
2. Métodos de secagem estacionária de grãos.
2.1. Secagem com fluxo de ar axial.
2.2. Secagem com fluxo de ar radial.
3- Métodos convencionais de secagem de grãos.
3.1. Secagem em sistema contínuo.
3.2. Secagem em sistema intermitente.
3.3. Seca-aeração.
4. Psicrometria aplicada à secagem, à aeração e à conservação de grãos armazenados.
4.1. Parâmetros psicrométricos do ar.
4.2. Psicrometria aplicada à secagem de grãos.
4.3. Psicrometria aplicada à aeração e à conservação de grãos armazenados.
5. Manejo operacional, instalações e equipamentos para secagem e aeração de grãos.
6. Dimensionamento básico de sistemas de secagem de grãos.
7. Dimensionamento básico de sistemas de aeração de grãos.
8. Controle da qualidade e manejo de processos de secagem e de aeração de grãos.
8.1. Efeitos imediatos.
8.2. Efeitos latentes.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • WERNER MÜHLBAUER, W.; MÜLLER, J. Drying Atlas: Drying Kinetics and Quality of Agricultural Products provides, Elsevier 2020. 446p.
  • ELIAS, M. C. Manejo Tecnológico da Secagem e do Armazenamento de Grãos. Pelotas: Ed. Santa Cruz, 2008.
  • ELIAS, M.C. Pós-colheita, industrialização e qualidade de arroz. Pelotas: Ed. Universitária UFPEL, 2007. 437p.
  • ELIAS, M. C., GUEDES, R. N. C., Fonseca, R.G., SCUSSEL, V.M. International Working Conference on Stored Product Protection. Passo Fundo : Brazilian Postharvest Association, 2006, v.1. p.1359.

Página gerada em 14/06/2021 22:02:08 (consulta levou 0.047767s)