Nome da Disciplina
INSTALAÇÃO E SITE SPECIFIC
CÓDIGO
05000123
Carga Horária
60 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
1
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
3
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

A problemática artística constituída pelas categorias da Instalação e de Site Specific. Noções de “instalação”, “site specific”, “in situ” e “intervenção”. Caráter contextual, relacional e situado no tempo e no espaço das obras que se configuram em tais categorias.

Objetivos

Objetivo Geral:

Empreender um estudo do desenvolvimento histórico e poético das categorias de instalação e site specific.
Reconhecer a utilização e aplicação dos termos na crítica e na teoria da arte
Estabelecer relações com sua própria produção
Experimentar e discutir a produção poética nas categorias estudadas.

Conteúdo Programático

Unidade 1 – Aroximações iniciais: conceitos, o uso dos termos e sua recorrência
Unidade 2 - Origens históricas: a instauração na história da arte, análise de obras pontuais
Unidade3 – O espaço Moderno e o Espaço em obra:
Desdobramento das questões espaciais modernistas e sua materialização em forma de instalação ou site specific
Unidade 4 – Abordagem Poética: produção e discussão de trabalhos individuais e grupais, relacionados com essas categorias.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ARCHER, Michael. Arte contemporânea: uma história concisa. São Paulo: Martins Fontes, 2001.
  • ARCHER, Michael; OLIVEIRA, Nicolas; OXLEY, Nicola; PETRY, Michael. Instalation Art in the New Millenium: The Empire of the Senses. Londres: Thames & Hudson, 2004.
  • BATCHELOR, David. Minimalismo. São Paulo: Cosac & Naify, 1999.
  • BISHOP, Claire. Installation Art. Nova York: Routledge, 2005.
  • COLES, Alex (ed.) Site-Specificity: the ethnographic turn. Londres: Black Dog Publishing Ltda., 2000.
  • FABRIS, Annateresa; COCHIARALE, Fernando; FAVARETTO, Celso. Tridimensionalidade: a arte brasileira no século XX. São Paulo: Cosac & Naify, 1999.
  • O'DOHERTY, Brian. No interior do Cubo Branco: a ideologia do espaço da arte. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
  • FREIRE, Cristina. Poéticas do Processo: arte conceitual no museu. São Paulo: Ed. Iluminuras, 1999.
  • ROSENTHAL, Mark. Understanding Installation Art: From Duchamp to Holzer. Munique: Prestel Verlag, 2003.
  • TASSINARI, Alberto. O Espaço Moderno. São Paulo: Cosac & Naify, 2001.

Bibliografia Complementar:

  • ARGAN, Giulio Carlo. História da Arte como História da Cidade. São Paulo: Martins Fontes, 1992.
  • AUGÉ, Marc. Não-Lugares: introdução a uma antropologia da supermodernidade. Campinas: Papirus, 1994.
  • CRIMP, Douglas. Sobre as Ruínas do Museu. São Paulo: Martins Fontes, 2005.
  • CHIARELLI, Tadeu. Arte Internacional Brasileira. São Paulo: Lemos Editorial, 1999.
  • DANTO, Arthur C. A Transfiguração do lugar-comum. São Paulo: Cosac & Naify, 2005.
  • DIDI-HUBERMAN, Georges. O que vemos, o que nos olha. São Paulo: ED. 34, 1998.
  • FARIAS, Agnaldo; ROELS Jr., Reynaldo. COTIDIANO/ARTE: Objeto anos 60/90. São Paulo: Itaú Cultural, 1999. (catálogo de exposição).
  • VIRILIO, Paul. O Espaço Crítico. São Paulo: Ed. 34, 1993.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
INSTALAÇÃO E SITE SPECIFIC Artes Visuais (Bacharelado)

Página gerada em 15/12/2019 03:50:36 (consulta levou 0.140645s)