Nome da Atividade
PROJETOS MUSICAIS COLABORATIVOS
CÓDIGO
05000564
Carga Horária
30 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
1
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
1
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
CRÉDITOS
2

Ementa

Abordagem em forma de seminário de metodologias de pesquisa e ação cultural colaborativas/participativas em Etnomusicologia e Antropologia no Brasil. Panorama de políticas públicas na área de Músicas e Culturas Populares no Brasil. Mapeamento diagnóstico de interesses e demandas regionais e elaboração de projeto musical colaborativo.

Objetivos

Objetivo Geral:

Abordar textos teóricos e etnografias sobre metodologias de pesquisa e ação cultural colaborativas/participativas centradas em práticas musicais populares/tradicionais; Discutir políticas públicas na área de Músicas e Culturas Populares no Brasil; Realizar trabalho prático de mapeamento diagnóstico de interesses e demandas regionais e elaboração de projeto musical colaborativo.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CAMBRIA, Vincenzo. 2004. “Etnomusicologia Aplicada e Pesquisa Ação Participativa: reflexões teóricas iniciais para uma experiência de pesquisa comunitária no Rio de Janeiro”. In: Anais do V Congresso Latino-americano da Associação Internacional do Estudo da Música Popular. Rio de Janeiro: IASPM. DORNELES, Malvina do Amaral et al. (Orgs.) (com textos de MOREIRA, Agostinho Verá et al.) Avy Anhetenguá. Porto Alegre: UFRGS; SEC, 2005. LASSITER, L E. The Chicago Guide to Collaborative Ethnography. Chicago: The University of Chicago Press, 2005. LUCAS, Maria Elizabeth e STEIN, Marília Raquel (apresentação). Yvý Poty, Yva´á - Flores e Frutos da Terra: cantos e danças tradicionais Mbyá-Guarani. Porto Alegre: IPHAN/Grupo de Estudos Musicais/PPGMUS/UFRGS, 2009. Livro e CD (59:55min). OLIVEIRA, Roberto Cardoso de. 2006. “O mal-estar da ética na antropologia prática”. In: Caminhos da Identidade: Ensaios sobre etnicidade e multiculturalismo. São Paulo: Editora UNESP; Brasília: Paralelo 15. STEIN, Marília. “Ouviravida: um projeto da Fundação Orquestra Sinfônica de Porto Alegre de educação musical em bairros populares”. In: ENCONTRO REGIONAL DA ABEM SUL/ ENCONTRO DO LABORATÓRIO DE ENSINO DE MÚSICA, 4./1., 2001, Santa Maria. Anais... Santa Maria: UFSM, 2001, p. 108-116. SOUZA, José Otávio Catafesto et al. Tava Miri São Miguel Arcanjo, Sagrada Pedra: os Mbyá-Guarani nas Missões. Porto Alegre: Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, 2007. CD anexado. THIOLLENT, Michel. Metodologia da pesquisa-ação. São Paulo: Cortez, 1995. THIOLLENT, Michel; FILHO, Targino de Araújo; e SOARES, Rosa Leonora S. (Orgs.). Metodologia e experiências em projetos de extensão. Niterói: EdUFF, 2000. TUGNY, Rosângela Pereira de e QUEIROZ, Rubem Caixeta de (Orgs.). Músicas africanas e indígenas no Brasil. Belo Horizonte, UFMG, 2006. UNESCO. 2004. Políticas Públicas de/para/com Juventudes. Brasília: UNESCO.

Bibliografia Complementar:

  • ARAÚJO, Samuel. 2006. “A violência como conceito na pesquisa musical: reflexões sobre uma experiência dialógica na Maré”. Revista Transcultural de Música, 10. CARVALHO, José Jorge de. Metamorfoses das tradições Performáticas Afro-Brasileiras: De Patrimônio Cultural a Indústria do Entretenimento. Brasília, 2004. (Série Antropológica – 354) em: http://www.unb.br/ics/dan/Serie354empdf.pdf FELD, Steven. Sound and sentiment: birds, weeping, poetics and song in Kaluli Expression. Philadelphia: University of Pennsylvania Press, 1982.

Página gerada em 29/02/2024 02:30:18 (consulta levou 0.129006s)