Nome da Atividade
Narrativas e poéticas Queer
CÓDIGO
05000980
Carga Horária
68 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Traçar um panorama geral da Teoria Queer: precursores, configuração teórica e principais expoentes. Analisar, problematizar e discutir as narrativas e poéticas Queer no âmbito das produções artísticas e midiáticas contemporâneas. Contextualizar e discutir a Teoria Queer como possibilidade de abordagem em diferentes áreas do saber. O queer antes do Queer. Descolonizando o Queer: perspectivas latino-americanas: Cuir. O Pós-queer.

Objetivos

Objetivo Geral:

.

Conteúdo Programático

Precursores: Stuart Hall – identidade na pós-modernidade, Michel Foucault – corpo, sexualidade e discurso; Judith Butter – sexualidade como performatividade;

Configuração da teoria Queer e seus principais expoentes:

Susan Sontag – estética e subjetividade Camp;

O Queer nas artes e as artes do Queer;

De Andy Warhol ao New Queer Cinema;

O Queer com produto midiático – telenovelas, seriados e desenhos animados;

O ciberqueer – identidades, narrativas e performances Queer na internet;

O Queer/Cuir na América Latina e no Brasil;

Pós-queer

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ABREU, Caio Fernando. Morangos mofados. Rio de janeiro: Editora Agir, 2005.
  • BUTLER, Judith. Cuerpos que importan: sobre los límites materiales y discursivos del “sexo”. Paidós, Buenos Aires, 2002
  • BUTLER, Judith. Quadros de Guerra: quando a vida é passível de luto?. Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, 2015.
  • BUTLER, Judith. Vida Precaria: el poder del duelo y la violencia. Paidós, Buenos Aires, 2006.
  • BUTLER, Judith. Críticamente subversiva. In: JIMÉNEZ, Rafael M. Mérida. Sexualidades transgresoras. Una antología de estudios queer. Barcelona: Icária editorial, 2002.
  • BUTLER, Judith. Problemas de Gênero. Feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.
  • FOUCAULT, Michel. História da sexualidade, v. 1: A vontade de saber. Rio de Janeiro: Ed. graal, 1998.
  • FOUCAULT, Michel. História da sexualidade, v. 2: O uso dos prazeres. Rio de Janeiro: E.d graal, 1984.
  • FOUCAULT, Michel. História da sexualidade, v. 3: O cuidado de si. Rio de Janeiro : Ed. graal, 1985.
  • FOUCAULT, Michel. Não ao sexo rei. In: A Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Ed. graal, 1989.
  • HALL, Stuart. Identidades culturais na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 1997.
  • LAURETIS, Teresa de. “Queer Theory: Lesbian and Gay Sexualities”, Differences: A Journal of Feminist Cultural Studies, 3(2), iii-xviii, 1991.
  • LOPES, DENILSON. O homem que amava rapazes e outros ensaios. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2002
  • LOURO, Guacira Lopes. O corpo estranho. Ensaios sobre sexualidade e teoria queer. Belo Horizonte: Autêntica, 2004
  • LOURO, Guacira Lopes. Teoria queer – uma política pós-identitária para a educação. In: Estudos Feministas, 2001.
  • MISKOLCI, Richard. “A Teoria Queer e a Sociologia: o desa o de uma analítica da normalização” In. Sociologias, Porto Alegre, ano 11, no 21, jan./jun. 2009.
  • MISKOLCI, Richard. Teoria Queer: um aprendizado pelas diferenças. Belo Horizonte, Autêntica; Ouro Preto, UFOP, 2012
  • MURARI, Lucas; NAGIME, Mateus (orgs). New Queer Cinema – cinema, sexualidade e política. São Paulo: Caixa Econômica Federal, 2015.
  • RICH, B. Ruby. Theories and Memories of the Feminist Film Movement. Durham: Duke University Press, 1998.
  • RICH, B. Ruby. New Queer Cinema: The Director’s Cut. Durham: Duke University Press, 2013.
  • SALIH, Sara. Judith Butler e a Teoria Queer. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2012.
  • SONTAG, Susan. Notas sobre o Camp
  • SUTHERLAND, Juan Pablo. Os efeitos político-culturais da tradução do queer na América Latina. Revista Periodicus, 2014
  • MORENO, Antônio. A personagem homossexual no cinema brasileiro. Niterói: DUFF/FUNARTE, 2002.

Página gerada em 24/11/2020 02:53:39 (consulta levou 44.042561s)