Nome da Atividade
PEDAGOGIA DO TEATRO IV
CÓDIGO
05001029
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

A pedagogia do espectador. A recepção teatral e o ensino de teatro. A produção cultural para crianças e jovens. Estudos sobre infâncias e juventudes e sobre artefatos culturais contemporâneos para esses públicos. Planejamento didático fundamentado na pedagogia do espectador para o contexto escolar.

Objetivos

Objetivo Geral:

Identificar características e possibilidades de uma pedagogia do espectador.
Discutir os processos de recepção teatral no ensino do teatro.
Contextualizar as pedagogias culturais: a produção cultural para crianças e jovens.
Refletir criticamente, identificar as necessidades locais e criar ações educativas relacionadas à pedagogia do espectador em forma de aulas, oficinas, debates e eventos passíveis de serem elaboradas em contextos escolares e espaços educativos diversos.

Conteúdo Programático

UNIDADE 1 – ESTUDOS SOBRE A(S) INFÂNCIA(S) E JUVENTUDE(S)
1.1 A infância como uma construção social
1.2 As múltiplas infâncias e juventudes: possibilidades e desdobramentos do ser/estar criança e jovem na contemporaneidade
1.3 Artefatos culturais variados para infância e juventude: estudos críticos

UNIDADE 2 – TEATRO PARA CRIANÇAS E JOVENS: A PRODUÇÃO
2.1 Histórico da formação do campo do teatro para crianças e jovens na América Latina, Brasil e Rio Grande do Sul.
2.2 Produção contemporânea: práticas, discursos e estéticas presentes nos artefatos cênicos para crianças.
2.3 Dramaturgia brasileira para encenações direcionadas ao público infantil e juvenil.

UNIDADE 3 – A RECEPÇÃO TEATRAL NO ENSINO DO TEATRO
3.1 Introdução aos estudos de recepção teatral.
3.2 As experiências das crianças espectadoras e jovens com a linguagem teatral na contemporaneidade.
3.3 pedagogias do espectador: atividades de mediação e animação teatral.
3.4 As “escolas de espectadores” no Brasil e na América Latina
3.5 A recepção cênica e a formação de professores-espectadores.
3.6 Planejamento didático fundamentado na pedagogia do espectador para o contexto escolar.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BRASIL: LEI Nº 8.069, DE 13 DE JULHO DE 1990. Estatuto da Criança e do Adolescente. Online. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm Acesso em: 02. out. 2020.
  • BERGAMASCHI, Maria A.; MELO, Dannilo C. S. Karaí Arandú na Bienal do Mercosul: educação guarani como possibilidade para uma estética decolonial. Vol. 8. Nº04. Online. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-26602018000400719&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Acesso em: 02. out. 2020.
  • DESGRANGES, Flávio. O que eu significo diante disso: ação artística com espectadores teatrais. Revista Brasileira de Estudos da Presença. Vol. 10 nº2 Porto Alegre 2020. Online. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-26602020000200204&lng=en&nrm=iso&tlng=pt Acesso em: 02 out. 2020.
  • LEAL, Dodi; ROSA, André. Transgeneridades em Performance: desobediências de gênero e anticolonialidades das artes cênicas. Rev. Bras. Estud. Presença, Porto Alegre , v. 10, n. 3. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-26602020000300205&lng=en&nrm=iso Acesso em: 03 out. 2020
  • PUPO, Maria Lúcia de Souza Barros. Luzes sobre o espectador: artistas e docentes em ação. In: Revista Brasileira de Estudos da Presença, Porto Alegre, v.5, n.2, mai-ago 2015. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/presenca/article/view/50327/0 Acesso em: 03 out. 2020
  • PUPO, Maria Lúcia de Souza Barros. Mediação artística, uma tessitura em processo. In: Urdimento, Florianópolis, 2, n.17, set 2011. Disponível em: http://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/3361 Acesso em: 03 out. 2020.

Bibliografia Complementar:

  • CBTIJ – Centro Brasileiro de Teatro para a Infância e juventude. Disponível em: https://cbtij.org.br/historia-teatro-para-criancas-rio-grande-sul/. Acesso em: 06 out. 2020
  • DESGRANGES Flávio. Mediação Teatral: anotações sobre o Projeto Formação. Revista Urdimento, vol. 01. n. 10. p. 75 a 83. 2008. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101102008075/8864 Acesso em: 02 out. 2020.
  • GAMA, Joaquim. Acerca do teatro e dos festivais estudantis. Revista Urdimento, vol.01, n. 10, p. 85 a 93. 2018. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101102008085/8865 Acesso em 02 out. 2020.
  • MAGELA, André. Se o ordinário ocupa o palco (e a sala de aula). Revista Moringa – Artes do Espetáculo. João Pessoa. UFPB, Jun-Dez 2019. p. 173 a 194. vol. 10 n. 2. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/moringa/article/view/49857/28994. Acesso em: 02 out. 2020.
  • PUPO, Maria Lúcia B. No reino da desigualdade: teatro infantil em São Paulo nos anos setenta. São Paulo: Perspectiva, 1991.
  • UNESCO. Políticas públicas de/para/com juventudes. Brasília: UNESCO: 2004. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/ue000165.pdf. Acesso em: 02 out. 2020.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2022 / 1 17 9 Teatro (Licenciatura - Noturno)
Horários
ManhãTardeNoite
QUA19:00 - 19:50
19:50 - 20:40
20:40 - 21:30
21:30 - 22:20
ALINE CASTAMAN
Professor responsável pela turma

Página gerada em 17/08/2022 23:43:07 (consulta levou 0.118805s)