Nome da Atividade
PEDAGOGIAS DA MÚSICA POPULAR
CÓDIGO
05001285
Carga Horária
51 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
03
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
03
CRÉDITOS
3
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Leitura, discussão, produção e apreciação de textos, obras e produções em diversos formatos com vistas à compreensão do campo da Música Popular em suas epistemologias e implicações pedagógicas em práticas de educação musical.

Objetivos

Objetivo Geral:

-

Conteúdo Programático

1. Oralidade, Epistemologias e Etnopedagogias Musicais
1.1 Oralidade e Escrita em Música
1.2 Aprendizagem em Música Popular
1.3 Aspectos Transculturais e Transversais das práticas musicais
contemporâneas

2. Música Popular, Educação Popular, Pedagogias Críticas e Decoloniais
2.1 Paulo Freire, sistematização, saberes populares e educação musical
2.2 Música como saber coletivo e prática social emancipadora

3. Práticas Educativas, de investigação e criação musical
3.1 Educação Musical em Projetos Sociais e ONGs
3.2 Processos criativos em Música Popular nos contextos educativos

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ARAÚJO, Samuel. Descolonização e discurso: notas acerca do poder, do tempo e da noção de música. Revista Brasileira de Música 20:7-15, 1992.
  • BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação popular. Brasiliense, 2017.
  • GADOTTI, Moacir (org.). Paulo Freire: uma biobibliografia. São Paulo, Cortez Editora, 1996.
  • GREEN, Lucy. How popular musicians learn: A way ahead for music education. Ashgate Publishing, Ltd., 2002.
  • KLEBER, Magali Oliveira. A prática de educação musical em ONGs: dois estudos de caso no contexto urbano brasileiro. Curitiba, Appris Editora, 2012.

Bibliografia Complementar:

  • HOLLIDAY, Oscar Jara. Para sistematizar experiências. João Pessoa: Editora Universitária/UFPB (1996).
  • ONG, Walter J. Oralidade e cultura escrita: a tecnologização da palavra. Campinas. Papirus, 1998.
  • PRASS, Luciana. Saberes musicais em uma bateria de escola de samba: uma etnografia entre os" Bambas da Orgia". Porto Alegre. Editora da UFRGS, 2004.
  • MAIA, Leandro. Dona Conceição dos Mil Sambas. Porto Alegre, Poligraph, 2019.
  • Velloso, Rafael Henrique Soares. Cadernos do Choro de Pelotas [recurso eletrônico] / Rafael Henrique Soares Velloso. Pelotas: Editora da UFPEL, 2017.

Página gerada em 04/07/2022 05:54:44 (consulta levou 0.048823s)