Nome da Disciplina
SOCIOLOGIA IV
CÓDIGO
0560026
Carga Horária
68 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Ementa:
a) O Estruturalismo e pós-estruturalismo;
b) Abordagens teóricas contemporâneas: Pierre Bourdieu (estruturalismo genético), Anthony Giddens (Teoria da estruturação), Norbert Elias (sociologia configuracional), dentre outras;
c) Debate Moderno/Pós-Moderno.

Objetivos

Objetivo Geral:

Objetivo(s) geral(ais):
Oferecer ao aluno uma visão panorâmica e atualizada da teoria sociológica contemporânea.

 

Objetivos Específicos:

Objetivo(s) específico(s):
- Introduzir o aluno nos debates contemporâneos da teoria sociológica: estruturalismo e pós-estruturalismo; modernidade e pós-modernidade; estrutura e ação social; entre outros.
- Analisar as perspectivas sociológicas de Pierre Bourdieu, Anthony Giddens e Norbert Elias; entre outras.
- Examinar a pertinência heuristica dos conceitos teóricos tratados na disciplina para compreender a sociedade contemporânea.

Conteúdo Programático

Programa:
1. O debate sobre estruturalismo e pós-estruturalismo;
2. Perspectivas teóricas de Pierre Bourdieu, Anthony Giddens e Norbert Elias. Conceitos fundamentais: campo, habitus, capital, reflexividade, dupla hermenêutica, estruturação e sociologia configuracional. Outras perspectivas teóricas.
3. O debate modernidade/pós-modernidade. A crítica pós-moderna da modernidade. Racionalização e subjetivação na Modernidade. Pós-modernidade de oposição.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ANDERSON. Perry. As Origens da Pós-modernidade. Rio de Janeiro: Zahar, 1999 BAUMAN, Zygmunt. O mal-Estar da Pós Modernidade. São Paulo: Zahar, 1998. BOURDIEU, Pierre. Coisas Ditas. São Paulo, Brasiliense: 2004. Espacio Social e poder simbólico. p. 149-168. BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Lisboa: Difel, 1989. Cap. 1; Cap. 3 BOURDIEU, Pierre. Razões Práticas. Campinas-SP: Parirus,1996. Cap. 1 -13-33. DOSSE, François. História do Estruturalismo: o campo do signo, 1945/1966. São Paulo: Editora Ensaio, 1993.11-57 (Estrut.) ELIAS, Norbert. Escritos & ensaios 1: Estado, processo, opinião pública. Zahar Editor, 2006. ELIAS, Norbert. Introdução à sociologia. Lisboa: Edições 70, 2005.

Bibliografia Complementar:

  • ADORNO, Sergio (Org.). Porto Alegre : Ed. UFRGS, 1995 BERMAN, Marshall. Tudo o que é sólido se desmancha no ar. Prefácio e Introdução. pp. 13-35. São Paulo: Companhia das letras, 2006. Texto 6. BOURDIEU, Pierre; IOÏC Wacquant. Uma invitación a la sociologia reflexiva. Buenos Aires, Século XXI, 2008, p. 26-90. COELHO, Eduardo P. (Seleção e Introdução) Estruturalismo: antologia de textos teóricos. São Paulo: Martins Fontes, 1967. COELHO, Tixeira. Moderno e Pós-moderno. São Paulo: Iluminaras, 1995. EAGLETON. Terry. As ilusões do pós-modernismo. Ambivalências. Rio de Janeiro: Zahar: 1998. GAETA, Rodolfo; GENTILE, Nélida; LUCERO, Susana. Aspectos Críticos das Ciências Sociais: entre a realidade e a metafísica. São Leopoldo - RS: Editora Unisinos, 2007. p. 245-260. GIDDENS, Anthony. A vida em uma sociedade pós-tradicional. Em: Modernização reflexiva. Em: BECK, Ulrich; GIDDENS, Anthony; LASH, Scott (Eds). São Paulo: Unesp, 1997. PP. 73-133. GIDDENS, Anthony. Conseqüências da modernidade. São Paulo: Editora Unesp, 1991. pp. 11-60. GIDDENS, Anthony. La Teoría de la Estruturación. In: Cuaderno de Sociología, n 4, junio, 1988. 47-73. JAMESON, Fredric. Pós-modernismo: a lógica cultural do capitalismo tardio. São Paulo: Ática, 1997. KUMAR, Krishan. Da sociedade pós-industrial à pós-moderna: novas teorias sobre o mundo contemporâneo. Rio Janeiro: Zahar, 1997.

Página gerada em 22/01/2020 15:38:09 (consulta levou 0.164352s)