Nome da Disciplina
SEMINÁRIO AVANÇADO
CÓDIGO
0568142
Carga Horária
34 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CRÉDITOS
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

A construção do campo de estudo sobre política, mídia e eleição: mídia e vínculo eleitoral. O
conceito de mídia: comunicação e política. Política, mídia e eleição no Brasil. Grande mídia e
eleições: as eleições de 1989 (e o impeachment de Collor), 1994, 1998, 2002, 2006, 2010, 2014 e
2018. A relação entre partidos, candidatos e candidaturas em tempos de mídia. Política, mídia,
eleições e desigualdades. Política, Mídia e conflito político: o Horário Gratuito de Propaganda
Eleitoral (HGPE). Formação de agendas: mídia e eleição. Política, mídia, eleições e a influência na
vontade do eleitor: tratando sobre o voto. Novo panorama de estudo: as disputas de sentidos
discursivos. Releituras e avanços: novos pontos e velhas críticas

Objetivos

Objetivo Geral:

O objetivo da disciplina é o de apresentar e problematizar os estudos que relacionam Política, Mídia
e Eleições no Brasil pós 1989, momento da primeira eleição direta para Presidente da República,
dando destaque para a controvérsia do papel da mídia ao longo destes trinta anos desde a eleição de
Fernando Collor de Melo. Primeiramente será apresentado o campo de estudo sobre mídia e política
(internacionalmente e nacionalmente). Em seguida serão discutidos os primeiros estudos realizados
no Brasil e a eleição de Fernando Collor de Melo. Logo, será examinado o papel da mídia na
eleição e na reeleição de Fernando Henrique Cardoso, em 1994 e 1998, respectivamente. Depois
será exposto o novo panorama e a nova relação da mídia com a política a partir de seus efeitos com
base nas vitórias de Luiz Inácio Lula da Silva em 2002 e 2006 e Dilma Rousseff em 2010 e 2014.
Por fim, além de apontar novos elementos em relação à eleição presidência de 2018, em que Jair
Bolsonaro foi eleito Presidente da República, será recuperado o debate e será apresentada uma
releitura dos indicadores de intenção de voto relacionados ao papel da grande mídia a partir do
conceito de antagonismo e do conflito político emergente durante o Horário Gratuito de Propaganda
2
Eleitoral (HGPE), como uma variável relevante na produção da vontade do eleitor e em seu
processo de tomada de decisão associado ao voto.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CHOMNSKY, Noam. Mídia: propaganda política e manipulação. São Paulo: Martins Fontes, 2014
  • GUAZINA, Liziane. O conceito de mídia na comunicação e na ciência política: desafios interdisciplinares. Revista Debates, v. 1, n. 1, 2007, p. 49-64. (E-MAIL) MIGUEL, Luis Felipe. Mídia e vínculo eleitoral: a literatura internacional e o caso brasileiro. Opinião Pública. Campinas, v. 10, n. 1, 2004, p. 91-111. (E-MAIL) Leitura complementar: AMARAL, Márcio. Crise das Teorias da Comunicação. In: PEREIRA, Carlos Alberto Messeder e FAUSTO NETO, Antonio (Orgs) Comunicação e Cultura Contemporânea. Rio de Janeiro: Notrya, 1993, p. 38-44. AMORIM, José. A Política, Prisioneira da Televisão? O mal-estar francês. In: PEREIRA, Carlos Alberto Messeder e FAUSTO NETO, Antonio (Orgs) Comunicação e Cultura Contemporânea. Rio de Janeiro, Notrya, 1993, 115-126. BOURDIEU, Pierre. Sobre a Televisão, seguido de A influência do jornalismo e Os Jogos Olímpicos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1997. FILHO, Ciro Marcondes. Por uma nova teoria da comunicação. In: PEREIRA, Carlos Alberto Messeder e FAUSTO NETO, Antonio (Orgs) Comunicação e Cultura Contemporânea. Rio de Janeiro, Notrya, 1993, p. 20-31. LAZARSFELD, Paul; Berelson, Bernard; GAUDET, HAZEL. El Pueblo Elige. Buenos Aires: Ediciones 3, 1962 [1944]. LASSWELL, Harold. A linguagem da Política. Brasília: Universidade de Brasília, 1979 [1949]. RUBIM, Antônio. Mídia e Política: transmissão de poder. In: MATOS, Heloíza (Org) Mídia, Eleições e Democracia. São Paulo, Scritta, 1994, 31-52. SARTORI, Giovanni. Videpolitica. Rivista Italiana di Scienza Politica, v. 19, n. 2, 1989, p. 185-98. SARTORI, Giovanni. A teoria da democracia revisitada, vol. 1. São Paulo: Ática, 1994. SARTORI, Giovanni. Homo videns: la sociedad teledirigida. Buenos Aires: Taurus, 1998.
  • RUBIN, Antonio; AZEVEDO, Fernando. Mídia e Política no Brasil: textos e agenda de pesquisa. Lua Nova, n. 43, 1998, p. 189-216. (E-MAIL) MIGUEL, Luis Felipe; BIROLI, Flavia. Comunicação e política: um campo de estudos e seus desdobramentos no Brasil. In: MIGUEL, L.; BIROLI, F. (Org.). Mídia, representação e democracia. São Paulo: Hucitec, 2010, p. 7-24. (XEROX)
  • RUBIN, Antonio. Política em Tempos de Mídia: impressões de crises. In: PEREIRA, C. A.; FAUSTO NETO, A. (Orgs) Comunicação e Cultura Contemporânea. Rio de Janeiro, Notrya, 1993, 148-168. (XEROX) FAUSTO NETO, Antonio. As vozes do impeachment. In: MATOS, H. (Org) Mídia, Eleições e Democracia. São Paulo: Scritta, 1994, p. 159-189. (XEROX). Leitura complementar: ALBUQUERQUE, Afonso. O espetáculo da crise: os meios e o processo de impeachment contra Collor. In: PEREIRA, C. A.; FAUSTO NETO, A. (Orgs) Comunicação e Cultura Contemporânea. Rio de Janeiro, Notrya, 1993, p. 144-148. FAUSTO NETO, Antonio. O presidente na televisão. Comunicação & Política. n. 11, 1990, p. 7-27. FAUSTO NETO, Antonio. O Impeachment da Televisão. Rio de Janeiro, Diadorim, 1995. LATTMAN-WELTMAN, Fernando; CARNEIRO, José Alan Dias; RAMOS, Plínio de Abreu. A imprensa faz e desfaz um presidente: o papel da imprensa na ascensão e queda de Fernando Colllor. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1994. FREITAS, Felipe. O primeiro grande antagonismo entre PSDB e PT. Opinião Pública, v. 24, n. 3, 2018, p. 547-595. LIMA, Venício Artrur de. Televisão e Política: hipótese sobre a eleição presidencial de 1989. Comunicação & Política. n.11, 1990, p. 29-54.
  • MENDES, Antonio; VENTURE, Gustavo. Eleição Presidencial: o Plano Real na sucessão de Itamar Franco, Opinião Pública, v. 2, n. 2, 1994, p.59-72. (E-MAIL) PORTO, Mário; GUAZINA, Liziane. A política na TV: o horário eleitoral da eleição presidencial de 1994, Revista Contracampo, v. 3, n. 3, 1999, p. 5-33. (E-MAIL) Leitura complementar: ALMEIDA, Jorge. A conquista do lugar de fala e a fala fora do lugar nos discursos de FHC e Lula sobre o real, In: RUBIM, A.; BENTZ, I.; PINTO, M. (Orgs). Práticas discursivas na cultura contemporânea. São Leopoldo: Editora Unisinos/Compós, 1999, p. 69-91. 4 AMARAL, Roberto. Em busca do significado das eleições de 1994 (reflexões sujeitas a chuvas e trovoadas). Comunicação & Política, v. 1, n. 3, 1995, p. 5-48. MIGUEL, Luis Felipe. Mídia e discurso político nas eleições presidenciais de 1994, Comunicação & Política, V. 4, n. 1, 1997, p. 80-96.
  • ALMEIDA, Jorge. Reflexões sobre o Marketing de Lula em 98. In: RUBIM, A.; CANELAS, A. (Orgs.) Mídia e Eleições 98. João Pessoa/Salvador: Editora da UFPB / Edições FACOM, 2000, p.159-173. (XEROX) MIGUEL, Luis Felipe. Mídia e Eleições: a campanha de 1998 na Rede Globo, Dados, vol. 42, nº 2, pp. 253-276. (E-MAIL). Leitura complementar: COLLING, Leandro. Agendamento, enquadramento e silêncio nas eleições presidenciais de 1998. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Universidade Federal da Bahia, Bahia. 2000. KUCINSK, Bernardo. As Cartas Ácidas da Campanha de Lula de 1998. São Paulo: Ateliê Editorial, 2000. RUBIM, Antonio; Albino Canelas (eds.). Mídia e Eleições 98. João Pessoa/Salvador: Editora da UFPB/ Edições FACOM, 2000. SOARES, Murilo César. A Retórica da Consagração: o Discurso de FHC aos Empresários, In: RUBIM, A.; BENTZ, I.; PINTO, M. (Orgs). Produção e Recepção dos Sentidos Midiáticos. 2º ed. Petrópolis: Vozes, 1998, p. 85-97.
  • Leitura Obrigatória: FIGUEIREDO, Marcus. Intenção de voto e propaganda política: Efeitos da propaganda eleitoral, Logos, v. 27, n. 2, 2007. p. 9-20. (E-MAIL) MIGUEL, Luis Felipe. Eleições, opinião pública e mídia: reflexões a partir das eleições brasileiras de 2002, Política & Sociedade, v.2, n. 2, 2003. p.41-66. (E-MAIL) Leitura complementar: ALMEIDA, Jorge. Lula, Serra e o lugar da “mudança” em 2002. In: MIGUEL, L.; BIROLI, F. (Org.). Mídia, representação e democracia. São Paulo: Hucitec, 2010, p. 68-91. ARUGUETE, Natália. Los édios de comunicación y la formación de la agenda pública, Verso e Reverso, n. 41, 2005, p. 73-98. FREITAS, Felipe. Antagonismo e Propaganda Eleitoral: os discursos de PSDB e PT na eleição de 2002. Revista de Ciências Sociais, v. 50, n. 1, 2019, p. 475-524. MIGUEL, Luis Felipe. Os meios de comunicação e a prática política. Lua Nova, n. 55-56, 2002, p. 155-184. MIGUEL, Luis Felipe. A descoberta da política: a campanha de 2002 na Rede Globo, In: RUBIM, A. (Org.), Eleições presidenciais de 2002 no Brasil: ensaios sobre mídia, cultura e política. São Paulo: Hacker Editores, 2004, p. 91-105. RUBIM, Antonio. Visibilidade e estratégias nas eleições presidenciais de 2002: política, mídia e cultura. Revista Civitas. v. 2, n. 2, 2002, p. 327-350. RUBIM, Antonio. Visibilidade e estratégias nas eleições presidenciais de 2002: política, mídia e cultura. In: RUBIM, A. (Org). Eleições Presidenciais em 2002 no Brasil. São Paulo: Hacker Editores, 2004, p. 54-71.
  • ALMEIDA, Jorge. Apelos eleitorais dos candidatos presidenciais do Brasil em 2006, Revista de Ciências Sociais, v. 39, n. 2, 2008, p. 44-60. (E-MAIL) COIMBRA, Marcus. A mídia teve algum papel durante o processo eleitoral de 2006, In: LIMA, V. (Org.), A Mídia nas Eleições de 2006. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2007, p. 187- 210. (XEROX) Leitura complementar: AMARAL, Roberto. As eleições de 2006 e a emergência das grandes massas no processo político , Comunicação e Política, v. 24, n. 3, 2007, p. 7-17. CARREIRÃO, Yan de Souza. A eleição presidencial brasileira de 2006: uma análise preliminar, Revista Política e Sociedade, v. 10, n. 1, 2007, p. 91-116. FILHO, Clóvis; COUTINHO, Marcelo; SAFATLE, Vladimir. O uso das novas mídias na campanha presidencial de 2006. In: LIMA, V. (Org.), A Mídia nas Eleições de 2006. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2007, p. 89-111. KUCINSKI, Bernardo. O antilulismo na campanha de 2006 e suas raízes, In: LIMA, V. (Org.), A Mídia nas Eleições de 2006. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2007, p. 133-144. LICIO, Elaine. RENNÓ, Lúcio; CASTRO, Henrique Carlos. Bolsa Família e voto na eleição presidencial de 2006: em busca do elo perdido, Opinião Pública, v. 15, n. 1, 2009, p. 31-54. MUNDIM, Pedro. Um modelo para medir os efeitos da cobertura da imprensa no voto: teste nas eleições de 2002 e 2006, Revista Opinião Pública, v. 16, n. 2, 2010, p. 394-425. MUNDIM, Pedro. Imprensa e voto nas eleições presidenciais brasileiras de 2002 e 2006, Revista de Sociologia & Política, v. 20, n. 41, 2012, p. 123-147. RENNÓ, Lúcio. Escândalos e voto: as eleições presidenciais brasileiras de 2006, Opinião Pública, v. 13, n. 2, 2007, p. 260-282. RUBIM, Antônio. Ética da Política e Ética na Política nas Eleições de 2006. In: LIMA, V. (Org.), A Mídia nas Eleições de 2006. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2007, p. 159-169. SILVEIRA, Sérgio. Combates na Fronteira Eletrônica: a internet nas eleições de 2006. In: LIMA, V. (Org.), A M
  • CERVI, Emerson; MUSSUCHIN, Michele; TAVARES, Camila. Agenda da mídia, dos políticos e do público na campanha eleitoral de 2010. Revista Debates, n. 1, 2012, p.237-261. (E-MAIL) JORGE, Vladimyr; SILVA, Mayra; FARIA, Alessandra; FERREIRA, Ana. Análise dos programas eleitorais dos candidatos a presidente em 2014: o posicionamento do PT e do PSDB. Revista de Sociologia e Política. v. 26, n. 67, 2018, p. 1-20. (E-MAIL). Leitura Complementar: JOATHAN, Ícaro. Ataques online: uma análise das estratégias de campanha negativa antes e durante a campanha presidencial de 2014 no Facebook. Revista Compolítica. n.7, v.1, 2017, p. 73- 106. FERES JÚNIOR, João; SASSARA, Luna. O cão que nem sempre late: o Grupo Globo e a cobertura das eleições presidenciais de 2014 e 1998. Revista Compolítica, n. 6, v. 1, 2016, p. 30-63. MAGALHÃES, André; SILVA, Marcelo; DIAS, Fernando. Eleição de Dilma ou segunda reeleição de Lula? Uma análise espacial do pleito de 2010. Revista Opinião Pública, v. 23, n.3, 2015, p. 535- 573. 6 MASSUCHIM, Michele; TAVARES, Camilla. Campanha eleitoral nas redes sociais: estratégias empregadas pelos candidatos à Presidência em 2014 no Facebook. Revista Compolítica, n. 5, v. 2, 2015, p. 76-112. OLIVEIRA, Luiz Ademir. As estratégias retóricas utilizadas por Dilma e Serra no primeiro turno do HGPE de 2010. Revista Científica da Faminas. v, 9, n.3, 2013, p. 93-113. OLIVEIRA, Luiz Ademir; MAIA, Paulo Eduardo; MIRA, Gustavo. Disputa Eleitoral de 2014: da tela da televisão para as redes sociais. Comunicação & Mercado. v.4, n.11, 2015 (Edição Especial), p. 29-42.
  • Mídia e política no contexto do impeachment de Dilma Rousseff da Operação Lava Jato: reflexões antecipadas e ainda atuais. Leitura Obrigatória: BIROLI, Flávia; MIGUEL, Luis Felipe. Meios de Comunicação, Voto e Conflito Político no Brasil. São Paulo. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 28, n. 8, 2013, p. 77-95. (EMAIL) MIGUEL, Luis Felipe. A mídia e o declínio da confiança na política. Sociologias, v. 10, n. 19, 2008. p. 250-273. (EMAIL) Leitura Complementar: CHAGAS, Luãn. Entrevista com Aníbal Pérez-Liñan: o impeachment de 2016 no contexto das crises presidenciais da América Latina. Revista Compolítica, n.6, v.2, 2016, p. 105-119. COOK, Timothy. O jornalismo político. Revista Brasileira de Ciência Política, n. 6, 2011, p. 203- 47. LIMA, Venício A. de. Revisitando sete teses sobre mídia e política no Brasil. Comunicação & Sociedade, v. 30, n. 51, 2009. p. 13-33. RIZZOTTO, Carla; DRUMMOND, Daniela; ANTONELLI, Diego; FERRACIOLI, Paulo. A narrativa do impeachment de Dilma Rousseff nas páginas dos jornais brasileiros. Revista Compolítica, n.8, v.2, 2017, p. 69-99.
  • Novas Mídias e a vitória de Jair Bolsonaro. Leitura Obrigatória: CIOCCARI, Deysi; PERSICHETTI, Simonetta. A política e o espetáculo em Jair Bolsonaro, João Dória e Nelson Marchezan. Revista de la Asociación Argentina de Estudios de Cine y Audiovisual. n. 18, 2018, p. 54-84. (E-MAIL) IASULATTIS, Sylvia. Internet e Propaganda Política no Brasil: limites e possibilidades. Estudos de Sociologia. v.12, n.23, 2007, p. 153-172. (E-MAIL) Leitura Complementar: ALBUQUERQUE, Afonso. A Comunicação Política depois do Golpe – Notas para uma agenda de pesquisa. Revista Compolítica, n.8, v, 2, 2018, p. 171-205. CERVI, Emerson; MASSUCHIN, Michele; CARVALHO, Fernanda (Orgs.). Internet e Eleições no Brasil. Curitiba: CPOP (Grupo de Pesquisa em Comunicação Política e Opinião Pública) – E-book versão PDF. 2016. SOUZA, Ícaro. Bem antes da Eleição: uma análise da campanha permanente promovida por Bolsonaro durante a 55º legislatura (2015-2018). Encontro – Compolítica, de 15 a 1 de maio de 2019, Brasília.
  • Mídia e Representação Política: mudanças contextuais, sentidos de “crise” e desconfiança. 7 Leitura Obrigatória: MANIN, Bernard. As Metamorfoses do Governo Representativo, Revista Brasileira de Ciências Sociais, n. 29, 1995. (EMAIL) MANIN, Bernard. A democracia do público reconsiderada, Novos Estudos – CEBRAP, n. 97, 2013, p. 115 -127. (EMAIL) Leitura Complementar: ALBUQUERQUE, Afonso. Política partidária e política midiática: substituição ou coexistência. Contemporânea, v. 3, n.1, 2005. p. 11-41. GOMES, Wilson da Silva. Transformações da política na era da comunicação. São Paulo: Paulus, 2004.

Bibliografia Complementar:

  • ALBUQUERQE, Afonso. Manipulação Editorial e Produção de Notícias: dois paradigmas da análise da cobertura jornalística da política. In: RUBIM, A.; BENTZ, I.; PINTO, M. (Orgs). Produção e Recepção dos Sentidos Midiáticos. 2º ed. Petrópolis: Vozes, 1998, p.9-27. MATOS, Heloíza. Agenda Temática da Pesquisa em Comunicação Política. In: MATOS, H. (Org) Mídia, Eleições e Democracia. São Paulo, Scritta, 1994, p. 13-30. ORTIZ, Renato. Mundialização e cultura. São Paulo: Brasiliense, 2006 [1994]. RUBIN, Antonio. Comunicação, Espaço Público e Eleições Presidenciais. Comunicação & Política. n. 9, 1989, p. 2-21. SOARES, Murilo. Televisão e Democracia. In: MATOS, H. (Org) Mídia, Eleições e Democracia. São Paulo, Scritta, 1994, p. 31-52. THOMPSON, John. A mídia e a modernidade: uma teoria social da mídia. Petrópolis: Vozes, 1998. WEBER, Maria Helena. A Cara Pintada da Política. In: PEREIRA, C. A.; FAUSTO NETO, A. (Orgs) Comunicação e Cultura Contemporânea. Rio de Janeiro, Notrya, 1993, 169-182.

Página gerada em 22/10/2019 11:29:49 (consulta levou 0.099969s)