Nome da Disciplina
PENSAMENTO POLÍTICO BRASILEIRO
CÓDIGO
06560081
Carga Horária
60 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Ementa: O pensamento político no Brasil. Utopias fundadoras das matrizes liberal e autoritária. As visões de federalismo no pensamento liberal e no pensamento autoritário. O pensamento dos principais intérpretes do Brasil. Os autores e obras que analisam o processo de desenvolvimento nacional, enfatizando o grupo do ISEB e o da USP. Coronelismo, clientelismo, modernização conservadora, cidadania regulada, bem como temas da agenda contemporânea como: reforma do Estado, reforma política, neoliberalismo, entre outros. O debate político institucional ao longo da história brasileira.

Objetivos

Objetivo Geral:

Objetivo geral: Analisar os principais autores e ideias do pensamento político brasileiro.

 

Objetivos Específicos:

Objetivos específicos:
● Caracterizar as principais correntes do pensamento político brasileiro, situando os autores dentro de cada corrente.
● Analisar as visões dos principais intérpretes do Brasil e os desdobramentos que essas visões tiveram ao longo da história política brasileira.
● Analisar as principais categorias teóricas de análise da realidade brasileira.

Conteúdo Programático

Programa:
1. O liberalismo à brasileira
1.1 José da Silva Lisboa (Visconde de Cairu);
1.2 Paulino Soares de Souza (Visconde do Uruguai);
1.3 Tavares Bastos;
1.4 Frei Caneca;
1.5 Rui Barbosa.
2. As bases do pensamento autoritário brasileiro
2.1 Oliveira Vianna;
2.2 Azevedo Amaral;
2.3 Alberto Torres.
3. Os intérpretes e interpretações sobre a formação política do Brasil
3.1 Sérgio Buarque de Holanda;
3.2 Victor Nunes Leal;
3.3 Raimundo Faoro.
4. Os nacionalistas e os críticos de São Paulo
4.1 Hélio Jaguaribe
4.2 Guerreiro Ramos
4.3 Cândido Mendes de Almeida
4.4 Nelson Werneck Sodré
4.5 Celso Furtado;
4.6 Florestan Fernandes;
4.7 Fernando Henrique Cardoso.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ALONSO, Angela. Ideias em movimento. A geração de 1870 na crise do Brasil-Império. São Paulo: Paz e Terra, 2000.
  • BOTELHO, André & SCHARCZ, Lilia Moritz (orgs.) Um enigma chamado Brasil: 29 intérpretes e um país. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.
  • BRANDÃO, Gildo Marçal. Linhagens do pensamento político brasileiro. São Paulo: Aderaldo & Rothschild Ed., 2007.
  • MOTA, Lourenço Dantas (org.) Introdução ao Brasil: um banquete no trópico. São Paulo: SENAC, 2002.
  • WEFFORT, Francisco. Formação do pensamento político brasileiro. São Paulo: Ática, 2006.

Bibliografia Complementar:

  • BARRETO, Vicente & PAIM, Antonio. Evolução do Pensamento Político Brasileiro. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Editora da USP, 1989.
  • FAORO, Raymundo. Os donos do poder: formação do patronato político brasileiro. 2. Ed. Porto Alegre: Globo, 1975.
  • HOLANDA, Sérgio Buarque de. Raízes do Brasil. Rio de Janeiro: José Olympio, 1977.
  • LEAL, Victor Nunes. Coronelismo, enxada e voto: o município e o regime representativo no Brasil. São Paulo: Alfa-Ômega, 1975.
  • PRADO JÚNIOR, Caio. A Revolução Brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1966.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
PENSAMENTO POLÍTICO BRASILEIRO Ciências Sociais (Bacharelado - Noturno)
PENSAMENTO POLÍTICO BRASILEIRO Ciências Sociais (Licenciatura - Noturno)

Página gerada em 14/11/2019 19:57:40 (consulta levou 0.150194s)