Nome da Atividade
SEMINÁRIO EM ENFERMAGEM E SAÚDE XXXI: PESQUISAS QUANTITATIVAS EM SAÚDE MENTAL
CÓDIGO
07960093
Carga Horária
34 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
CRÉDITOS
2

Ementa

Métodos quantitativos de pesquisa em saúde mental. Instrumentos de avaliação em saúde mental. Avaliação e monitoramento da saúde mental. Práticas baseadas em evidências para avaliação e intervenção em saúde mental nos diferentes níveis de atenção à saúde.

Objetivos

Objetivo Geral:

Conhecer diferentes metodologias e abordagens em pesquisa quantitativa em saúde mental;
Facilitar o processo de concepção, planejamento e execução da dissertação de mestrado ou tese de doutorado;
Possibilitar o exercício de tarefas e atividades inerentes a atividade acadêmica;

Conteúdo Programático

Conteúdo programático:
Métodos quantitativos de pesquisa em saúde mental.
Instrumentos de avaliação em saúde mental.
Avaliação e monitoramento da saúde mental.
Práticas baseadas em evidências para avaliação e intervenção em saúde mental nos diferentes níveis de atenção à saúde.

Metodologia:
Encontros presenciais para realização de atividades pedagógicas participativas, caracterizadas pela apropriação progressiva do conteúdo dos conceitos trabalhados num processo contínuo de interatividade dialógica, por meio de comunicações orais, apresentações em multimídia, filmes, estudos dirigidos individuais e trabalhos em grupo.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 6. Rio de Janeiro Atlas, 2017.
  • GORENSTEIN, C.; WANG, Y-P.; HUNGERBÜHLER, I. (Org.). Instrumentos de avaliação em saúde mental. Porto Alegre: Artmed, 2016.
  • NEUFELD, C. B., SZUPZYNSKI, K. P. D. R. (org.). Intervenções on-line e terapias cognitivo-comportamentais. Porto Alegre: Artmed, 2022.

Bibliografia Complementar:

  • SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, M. P. B. Metodologia de pesquisa. 5. ed. Porto Alegre: AMGH, 2013. 624p. (Série Métodos de Pesquisa).
  • SHAUGHNESSY, J. J.; ZECHMEISTER, E. B.; ZECHMEISTER, J. S. Metodologia de pesquisa em psicologia. 9. ed. Porto Alegre: AMGH, 2012. 488 p. (Série Métodos de Pesquisa).
  • DANCEY, Christine P. Estatística sem matemática para psicologia. Porto Alegre Grupo A, 2019.
  • FIGUEIREDO, N.M.A.. Método e metodologia na pesquisa científica. Difusão editora: São Paulo, 2002.
  • FLICK, Uwe. Introdução à metodologia de pesquisa um guia para iniciantes. Porto Alegre Penso, 2012.
  • BEAGLEHOLE R, Bonita; Kjellstrom. Epidemiologia Básica. 1. ed. São Paulo: Santos, 1996. (disponível em http://whqlibdoc.who.int/publications/2010/9788572888394_por.pdf)
  • MINAYO, M.C.S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 9ª ed. Petrópolis:Vozes, 2006.
  • BREAKWELL, Glynis M.; HAMMOND, Sean; FIFE-SCHAW, Chris; SMITH, Jonathan A. Métodos de Pesquisa em Psicologia. 3ª Edição, Editora: Penso, 2010
  • https://psycnet.apa.org/home
  • https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/
  • http://lilacs.bvsalud.org/
  • www.scielo.br

Página gerada em 04/03/2024 18:28:41 (consulta levou 0.056564s)