Nome da Disciplina
EDUCAÇÃO SEXUAL
CÓDIGO
09050026
Carga Horária
60 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Historicamente nos currículos escolares e nos livros didáticos a relação com o corpo está associada à dinâmica do mesmo metaforicamente tomado como máquina perfeita naturalmente construída. Nesse sentido cabe conhecer as peças dessa maquinaria e formar com elas um conjunto mais ou menos estruturado capaz de dar conta de uma série de fenômenos relacionados ao dia a dia desse corpo, incluindo as questões de sexualidade. Imbricada com essa forma histórica de abordagem está a prática de tomar o corpo como lugar da higiene, principalmente nas séries iniciais. Nessas abordagens, temos uma reiterada assepsia do corpo que de certa maneira, aparentemente para os professores, exclui os juízos de valor e as problematizações culturais sobre corpo e sexualidade, tornando objeto de estudo e não subjetivado.
O propósito é evidenciar através da busca de um lugar legitimo de fala sobre sexualidade (o da ciência) a relação e as dificuldades que professores da escola básica enfrentam para lidar com essa temática enquanto enfrentam seus próprios questionamentos sobre o que é ou não normal. Nessa normatização ou normalização encontra-se a formação da identidade e da influência que o professor pensa ter sobre os alunos.

Objetivos

Objetivo Geral:

Identificar as diferentes perspectivas sobre corpo, desde o olhar biológico até o olhar antropológico;
Explicitar como são entendidos os corpos que transitam pela escola;
Identificar as questões de sexualidade e adolescência, bem como a relação dos professores com relação ao ensino sobre sexualidade;
Problematizar as questões de gênero;
Identificar na biologia os processos de construção do corpo e da sexualidade;
Observar as diferentes abordagens sobre corpos que perpassam os discursos intra e extramuros escolares.

Conteúdo Programático

1. O corpo do ponto de vista biológico
2. O corpo do ponto de vista social
3. O corpo do ponto de vista antropológico
4. O corpo do ponto de vista cultural
5. Livros didáticos e a construção da sexualidade
6. Idéias prévias dos alunos e seu uso didático
7. Juventude, escola e sexualidade.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • Aragão, R.. Modelos de ensino: corpo humano, UNIMEP/APES/ROIN, 2000.
  • Louro, G. Corpo, Gênero e Sexualidade: um debate contemporâneo na educação. Editora Vozes, 2003.
  • Almeida, D. Corpo em Ética: perspectiva de uma educação cidadã. Universidade Metodista de São Paulo, 2003.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
EDUCAÇÃO SEXUAL Ciências Biológicas (Licenciatura)

Página gerada em 14/11/2019 17:27:33 (consulta levou 0.155164s)