Nome da Atividade
EXERCÍCIO PROFISSIONAL DO BIÓLOGO
CÓDIGO
09050085
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7
CARGA HORÁRIA EXTENSÃO
4

Ementa

Abordará os percursos possíveis do curso, de acordo com suas aptidões e nos diversos segmentos do mercado de trabalho e em instituições relacionadas à área de Ciências Biológicas. As atividades de extensão a serem desenvolvidas em conjunto com a comunidade escolar, buscam a popularização e divulgação do conhecimento acadêmico obtido ao longo do curso e estão vinculadas ao
programa Biologia em foco registrado sob o n° 111 no cobalto.

Objetivos

Objetivo Geral:

A disciplina visa subsidiar o aluno nas escolhas dos percursos possíveis do curso e as áreas de atuação do Biólogo.

Conteúdo Programático

- Áreas de atuação e mercado de trabalho;
- Interface entre ação e formação;
- Aspectos humanos e técnico-profissionais do exercício profissional;
- Vivência de situações reais do profissional biólogo;
- Acompanhamento de rotinas da atuação do profissional, dentro e fora da universidade.
- Divulgação das atividades pertinentes ao Biólogo através do website do Instituto de Biologia.
- Produção de folders de divulgação das áreas de pesquisas realizadas no IB.
- Entrevistas com profissionais de diferentes áreas e produção de podcasts.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • GIUSTI, C.L.L.; GOMES, Z.M.F.; OLIVEIRA, A.A. de, ZIBETTI, C.D.D. 2006. Teses, dissertações e trabalhos acadêmicos: manual de normas da Universidade Federal de Pelotas. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Pró-Reitoria de Graduação, Sistemas de Bibliotecas (UFPel). 61p. Disponível em: http://www.ufpel.tche.br/prg/sisbi. Acesso em 19 de abril de 2018.
  • CFBIO. Código de Ética do Profissional Biólogo. Resolução Nº 2, de 5 de março de 2002. Disponível em: http://www.cfbio.gov.br/Codigo-de-etica. Acesso em: 19 abr. 2018.
  • CFBIO. Lei Nº 6.684, de 3 de setembro de 1979. Regulamento das profissões de Biólogo e de Biomédico, criação do Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Biologia e Biomedicina. Disponível em: http://www.cfbio.gov.br/Leis. Acesso em: 19 abr. 2018.

Bibliografia Complementar:

  • RIGO, Luiz Carlos; THOMAZ, Florismar Oliveira; PARDO, Eliane Ribeiro (Org.). Além da universidade. Ijuí: Ed. Unijuí, 2006. 221 p.
  • BRASIL, Lei Nº 6.938, de 31 de Agosto de 1981 – Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. Disponível em http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=313. Acesso em 09 de Dez. 2019.
  • BRASIL, LEI Nº 11.284, DE 2 DE MARÇO DE 2006. – Gestão de florestas públicas. Disponível em: http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=485. Acesso em 09 de Dez. 2019.
  • DARWIN, C. A origem das espécies. Ed. EDIPRO, 480 P. 2018.
  • DECRETO Nº 7.724, DE 16 DE MAIO DE 2012. Disponível em: https://www.crbio03.gov.br/index.php/legislacao/leis-e-decretos.

Página gerada em 13/04/2024 08:52:03 (consulta levou 0.065497s)