Nome da Atividade
INTRODUÇÃO À CONSERVAÇÃO E RESTAURAÇÃO DE TÊXTEIS
CÓDIGO
10790071
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Definição de materiais têxteis. Noções para caracterização dos materiais têxteis quanto aos tipos de tecido, de fios e de fibras. Introdução à conservação e restauração de bens culturais têxteis, tais como peças tecidas e não tecidas, planas e tridimensionais, objetos especiais de natureza mista. Caracterização das causas, mecanismos e efeitos degradação em têxteis. Metodologia de análise para definição dos critérios de intervenção nesses artefatos, tais como análises globais e instrumentais, coleta de dados, interpretação dos resultados, documentação e planejamento do trabalho preventivo, curativo e de restauração.

Objetivos

Objetivo Geral:

Apresentar ao aluno o universo têxtil presente nos Bens Culturais; desenvolver noções básicas de conservação e restauração de materiais têxteis.

 

Objetivos Específicos:

Conhecer os diversos tipos de materiais têxteis; reconhecer o valor de peças museológicas, de pesquisa e de importância particular; compreender a constituição básica e as principais características dos têxteis; identificar os problemas de degradação dos têxteis, apontando as causas e os mecanismos da patologia; saber selecionar os métodos de exame e análise para peças têxteis, assim como os materiais e as técnicas utilizadas nos procedimentos de conservação-restauração – aprender noções básicas de conservação e as etapas da restauração de têxteis: documentação (mapeamento de danos, fotografia e fichamento), planejamento e preparação para a intervenção, avaliando a necessidade de estabilização, de reintegração e de novas propostas para as condições de manuseio, de acondicionamento e de exposição.

Conteúdo Programático

Materiais têxteis;
Caracterização dos materiais têxteis;
Introdução à conservação e restauração de bens culturais têxteis;
Causas, mecanismos e efeitos degradação em têxteis.;
Metodologia de análise para definição dos critérios de intervenção.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • COSME, Alfonso Muñoz. Reflexiones Sobre Conservación de Alfombras y Tapices: Considerations on Conservation of Carpets and Tapestries. Madrid: Instituto del Patrimonio Cultural de España y el Museo Nacional de Artes Decorativas, 2006.
  • GÓMEZ GONZÁLEZ, Maria Luisa. La Restauración: Examen Científico Aplicado a la Conservación de Obras de Arte. 2 ed. Madrid: Cátedra, 2000.
  • PAULA, Teresa Cristina Toledo de (Org.). Tecidos e sua Conservação no Brasil: Museus e Coleções. São Paulo: Museu Paulista da USP, 2006. P. 59-64.
  • SLAIBI, Thais Helena de Almeida; MENDES, Marylka; GUIGLEMETI, Denise O.; GUIGLEMETI, Wallace A. (Org.). Banco de Dados de Materiais Empregados em Conservação-Restauração de Bens Culturais. Rio de Janeiro: ABRACOR, 2011.
  • TORRES, Rosa Lorena Román; ALBA, Lilian García-Alonso. Conservación de Arte Plumario. México: Encrym/INAH, 2014.

Bibliografia Complementar:

  • ARAGÃO, Elizabeth Fiúza (Coord.). O Fiar e o Tecer: 120 Anos da Indústria Têxtil no Ceará. Fortaleza: Sinditêxtil/FIEC, 2002.
  • BATEMAN VARGAS, Catalina; MARTÍNEZ MORENO, Andrea. Conservación y Restauración de Textiles Arqueológicos: dos Estudios de Caso en el Museo del Oro. Boletín Museo del Oro, Bogotá, n. 54, jan./dez.2006. Disponível em: . Acesso em: 19 mai. 2015.
  • BEZERRA, Clóvis de Medeiros et. al. Fibras Celulósicas. Natal: Universidade Federal do Rio Grande do Norte/Curso de Engenharia Têxtil, 2003.
  • PÉREZ GARCÍA, Carmem; JAÉN SANCHEZ, Maria Gertrudis. El Patrimonio Textil e su Conservación. Restauro: Revista Internacional del Patrimônio Histórico, Espanha, n.7, p. 62-73, 2010.
  • KEESE, Alessandra Savassa Gonçalves. Conservação têxtil: a Importância da Preservação do Patrimônio Têxtil para a Moda. 2006, 66 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Moda), Centro Universitário Salesiano de São Paulo. Americana, 2006.

Página gerada em 02/07/2022 08:54:28 (consulta levou 0.184953s)