Nome da Disciplina
CONSERVAÇÃO E RESTAURAÇÃO DE MADEIRA I
CÓDIGO
10790109
Carga Horária
60 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
3
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
1
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

A madeira como suporte de bens culturais. Técnicas de trabalho e acabamento em madeira. Bens culturais em madeira: talha e imaginária. Madeira dourada e policromada. Degradação, diagnóstico e conservação dos bens culturais em madeira.

Objetivos

Objetivo Geral:

Objetivo(s) geral(ais): Fornecer as informações necessárias para as práticas de conservação-restauração de bens de natureza lígnea.

Objetivo(s) específico(s): Conhecer a história do uso da madeira como matéria prima de artefatos; identificar técnicas de trabalho em madeira para a fabricação de pequenos ou grandes objetos; conhecer a classificação botânica das madeiras, as partes do tronco, sua constituição química e as propriedades físicas e mecânicas das peças de madeira; consolidar, através de trabalho prático, os conhecimentos adquiridos na disciplina “agentes biológicos de deterioração” no que tange aos agentes que causam deterioração da madeira; documentar bens em madeira; discutir as possibilidades de intervenção nos bens; aplicar técnicas de conservação nos bens de natureza lígnea.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • Bibliografia básica: GONZAGA, Armando Luiz. Madeira: Conservação e Uso.Brasília: IPHAN/ MONUMENTA, 2006. (Cadernos Técnicos n. 6). Disponível em: . Acesso em: 11 mai. 2015. MASCARENHAS, Antonio Carlos Q. As Variações Dimensionais nos Bens Culturais em Madeira. MENDES, Marylka (org.) et al. Conservação: Conceitos e Práticas. Rio de Janeiro: UFRJ, 2001. SCHULZE-HOFER, Maria Cristina; MARQUIORI, José N.O uso da Madeira nas Reduções Jesuítico-Guarani do Rio Grande do Sul. IPHAN, 2008. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – ABNT. NBR 12551. Madeira Serrada – Terminologia. Rio de Janeiro, 2002.

Bibliografia Complementar:

  • Bibliografia complementar: CALVO, Ana. Conservacion y restauracion: materiales, tecnicas y procedimientos de la A a la Z. 3. ed. Barcelona: Ediciones del Serbal, 2003. 256 p. FERNÁNDEZ ARENAS, José. Introducción a la conservación del patrimonio y técnicas artísticas. Barcelona: Ariel, 2007. 203 p. COELHO, Beatriz. Devoção e Arte: Imaginária Religiosa em Minas Gerais. São Paulo: USP, 2005. BOFF, Claudete. A imaginaria Guarani: o acervo do Museu das Missões. Santo Ângelo: EDIURI, 2005. 171 p QUEIMADO, Paulo; GOMES, Nivalda. Conservação e Restauro de Arte Sacra, Escultura e Talha em suporte madeira: Manual Técnico. Disponível em: http://opac.iefp.pt:8080/images/winlibimg.aspx?skey=&doc=73329&img=469 RAMOS DE VASCONCELOS COELHO, Beatriz. Estado atual da conservação do patrimônio escultórico no Brasil. Ge-conservación, [S.l.], p. 7-19, dic. 2011. ISSN 1989-8568. Disponível em: . Acesso em: 03 de janeiro de 2018.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2019 / 2 30 27 Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis (Bacharelado - Noturno)
Horários
ManhãTardeNoite
QUI19:00 - 19:50
19:50 - 20:40
20:40 - 21:30
21:30 - 22:20
DANIELE BALTZ DA FONSECA
Professor responsável pela turma

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
CONS E REST DE BENS CULTURAIS EM MADEIRA I Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis (Bacharelado - Noturno)

Página gerada em 06/12/2019 19:03:36 (consulta levou 0.170671s)