Nome da Disciplina
FORMAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E PRESERVAÇÃO DE ACERVOS
CÓDIGO
10790118
Carga Horária
60 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Introdução aos conceitos, objetivos entre os diferentes tipos de acervos. Introdução a formação de instituições de guarda de acervos. Noções de acesso e posse, de elaboração de políticas, de seleção, aquisição e manutenção de acervos. Estudo da operacionalização de atividades - fluxos, procedimentos e rotinas em instituições.

Objetivos

Objetivo Geral:

Objetivo(s) geral(ais): Propiciar ao aluno a compreensão sobre as características e funcionamento das instituições de salvaguarda de acervos culturais.

Objetivo(s) específico(s): Conhecer os princípios que norteiam a formação de coleções em museus, arquivos e bibliotecas. Compreender a especificidade de cada instituição considerando suas missões, público e tipos de acervos. Estabelecer um diálogo entre os profissionais responsáveis pelas políticas de aquisição e gerenciamento de acervos.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • Bibliografia básica: CANDIDO, Manuelina Maria Duarte. Gestão De Museus: Um Desafio Contemporâneo. Porto Alegre: Editora Medianiz, 2013. HAZEN, Dan. Desenvolvimento, gerenciamento e preservação de coleções. 2 ed. Rio de Janeiro: Projeto Conservação Preventiva em Bibliotecas e Arquivos; Arquivo Nacional, 2001. (Conservação Preventiva em Bibliotecas e Arquivos, 33-36). MUSEUMS, LIBRARIES AND ARCHIVES COUNCIL (GRÃ-BRETANHA). Conservação de Coleções. São Paulo: Edusp, 2005. 220 p. (Série Museologia, 9). ONO, Rosária; MOREIRA, Kátia Beatriz. Segurança em Museus. Brasília: Instituto Brasileiro de Museus, 2011. 166 p. (Cadernos Museológicos, v. 1).

Bibliografia Complementar:

  • Bibliografia complementar: CASTRO, Aloisio Arnaldo Nunes de. A Trajetória Histórica da Conservação-Restauração de Acervos em Papel no Brasil. São Paulo: FUNALFA, UFJF, 2012. CHAGAS, Mário de Souza. A imaginação Museal: museu, memória e poder em Gustavo Barroso, Gilberto Freire e Darcy Ribeiro. Rio de Janeiro: IBRAM/Garamond, 2009. ______, Mário de Souza. Há uma gota de sangue em cada museu: a ótica museológica de Mário de Andrade. São Paulo: Unochapecó-Argos, 2006. LOPES, Luís Carlos. A Informação e os Arquivos: Teorias e Práticas. Niterói: EDUFSCAR, 1996. 142 p. SILVA, Zélia Lopes da. (org.) Arquivos, patrimônio e memória: trajetórias e perspectivas. São Paulo: Editora UNESP: FAPESP, 1999.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2019 / 2 20 6 Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis (Bacharelado - Noturno)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG19:00 - 19:50
19:50 - 20:40
20:40 - 21:30
21:30 - 22:20
ANNELISE COSTA MONTONE
Professor responsável pela turma

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
FORMAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E PRESERVAÇÃO DE ACERVOS Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis (Bacharelado - Noturno)

Página gerada em 10/12/2019 14:26:37 (consulta levou 0.156159s)