Nome da Atividade
SEMINÁRIOS DE HISTÓRIA POLÍTICA
CÓDIGO
10900082
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

O estado novo e a nova configuração política na conjuntura da redemocratização; Governos populistas; Golpe de 1964
Ditadura militar e a resistência democrática; os novos movimentos sociais; O contexto da redemocratização . A Constituição de 1988 e os governos democráticos

Objetivos

Objetivo Geral:

Analisar as disputas políticas entre classes durante a república populista

Conteúdo Programático

A revolução de 1930 e o novo bloco do poder.
O Estado Novo e a reorganização política brasileira.
Os governos ditos populistas e as novas forças emergentes
O Esgotamento do Modelo político democrático existente

O golpe de 1964 e as forças envolvidas
O Planejamento e Execução do Golpe
A Nova Ordem Instituida

O golpe de 1968 e os aparelhos repressivos do regime ditatorial
1- as forças de repressão
2- a censura
3- os governos militares
4- as forças políticas

A redemocratização
A anistia
A reformulação partidária
A nova constituição
Os governos democráticos.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BENJAMIN, César et al. A opção brasileira. Rio de Janeiro: Contraponto, 1998. CHAGAS, Carlos A guerra das estrelas: os bastidores das sucessões presidenciais. Porto Alegre: LPM. DINIZ, Eli. Globalização, Reformas econômicas e elites empresariais. Rio de Janeiro: FGV. DREIFUSS, Rene. 1964: a conquista do estado. Petrópolis: Vozes. FERNANDES, Florestan. A ditadura em questão. São Paulo: T.A. Queiroz. FERREIRA, Jorge. (ORG.) O populismo e sua história. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001, p. 59-124. FERREIRA, J. e DELGADO, Lucilia (ORGS.). O Brasil Republicano., vols. 1 e 2. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003. FRENCH, John .Afogados em leis. A CLT e a cultura política dos trabalhadores brasileiros. São Paulo: Ed. Perseu Abramo, 2001. GOMES, Angela . A invenção do trabalhismo. Rio de Janeiro: IUPERJ, 1988, SILVA, Fernando e NAXARA, Márcia e CAMILOTTI, Virginia. República, liberalismo e cidadania Piracicaba, Ed. UNIMEP,2003.. MATTOS, Marcelo. Os trabalhadores e o golpe de 1964: um balanço historiográfico História e luta de classes, v. 1, 2005, p. 7- 18. REIS, D.; Ridenti, M. e Motta, R.(Orgs.) o golpe e a ditadura militar – 40 anos depois. Bauru, EDUSC, 2004, p. 203 – 216. TOLEDO, Caio Navarro. 1964: visões criticas do golpe. Campinas: EDUNICAMP, 1997, cap. 8.

Bibliografia Complementar:

  • Arquidiocese de São Paulo: Brasil nunca mais. Petrópolis: Vozes. GASPARI, Elio. A ditadura escancarada. São Paulo: Cia. Das Letras, 2002. GASPARI, Hélio. A ditadura envergonhada. São Paulo: Cia das Letras, 2002. GASPARI, Helio. A ditadura escancarada.São Paulo: Cia. das Letras. PADRÓS, Henrique. Ditaduras militares e neoliberalismo: relações explícitas nos descaminhos da América Latina. Ciências e Letras, Ed. FAPA, nº especial, 1996, p. 67-92 REIS, Daniel. O colapso do colapso do populismo ou a propósito de uma herança maldita. In: FERREIRA, Jorge. (ORG.) O populismo e sua história. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001, p.273- 318. SKIDMORE, Thomas. Brasil de Castelo a Tancredo. Rio de Janeiro: Saga. SKIDMORE, Thomas. Brasil, de Castelo a Tancredo. Rio de Janeiro: Saga. Tortura se aprende na escola. COOJORNAL, novembro de 1979 WEFFORT, Francisco. O populismo na política brasileira. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
SEMINÁRIOS DE HISTÓRIA POLÍTICA História (Bacharelado)

Página gerada em 01/07/2022 04:24:44 (consulta levou 0.099827s)