Nome da Atividade
FAMÍLIA E PARENTESCO II
CÓDIGO
10910055
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4

Ementa

Discussão de autores contemporâneos sobre as relações entre família e parentesco. Atenta-se para as relações entre os cônjuges, entre afins e consangüíneos e formas sociais de filiação.

Objetivos

Objetivo Geral:

Dar subsídios para os alunos desenvolverem pesquisas num enfoque antropológico sobre dinâmicas familiares na sociedade contemporânea;

Conteúdo Programático

1. Família e Parentesco na contemporaneidade
2. Política e vida privada
3. Novos arranjos familiares e tecnologias reprodutivas
4. Sexualidades e afetos

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • DONZELOT, Jacques. A polícia das famílias. Rio de Janeiro: Graal, 1986
  • ALLEBRANDT, Débora. Fabricando a vida: implicações éticas, culturais e sociais sobre o uso de novas tecnologias reprodutivas. Porto Alegre: Metrópole, 2007
  • AZEVEDO, Thales de. Namoro à antiga: tradição e mudança. In: VELHO, Gilberto; FIGUEIRA, Sérvulo. Família, Psicologia e sociedade. Rio de Janeiro: Campus, 1981.
  • ARIES, Philippe. História social da criança e da família. Rio de Janeiro: Zahar, 1978
  • ARIES, Philippe; DUBY, Georges. História da vida privada 3: da renascença ao século das luzes. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.
  • ARIES, Philippe; DUBY, Georges. História da vida privada 4: da Revolução Francesa à Primeira Guerra. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.
  • ARIES, Philippe; DUBY, Georges. História da vida privada 5: da primeira guerra aos nossos dias. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.
  • BADINTER, Elisabeth. Um amor conquistado: o mito do amor materno. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985.
  • BARROS, Myriam Moraes Lins de. Autoridade e afeto: avós, filhos e netos na família brasileira. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1987.
  • BOFF, Adriane. O namoro está no ar ... na onda do outro: um olhar sobre os afetos em grupos populares. Santa Cruz do Sul, RS: Edunisc, 1998.
  • COHN, Clarice. Antropologia da criança. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2005. (Coleção Ciências Sociais Passo-A-Passo, n. 57).
  • DUARTE, Luiz Fernando Dias. Da vida nervosa nas classes trabalhadoras urbanas. Rio de Janeiro: Zahar, 1986
  • DUARTE, Luiz Fernando Dias. Horizontes do indivíduo e da ética no crepúsculo da família. In: RIBEIRO, Ivete; RIBEIRO, Ana Clara Torres. Família em processos contemporâneos: inovações culturais na sociedade brasileira. São Paulo: Loyola, 1995
  • DUARTE, Luis Fernando Dias. Pouca Vergonha, muita vergonha: sexo e moralidade entre as classes trabalhadoras urbanas. In: LOPES, José Sérgio Leite. Cultura e identidade operária: aspectos da cultura da classe trabalhadora. Rio de Janeiro: Marco Zero, 1985.
  • DURHAN, Eunice Ribeiro. As comunidades rurais tradicionais e a migração. In: A dinâmica da cultura. São Paulo: Cosac & Naify, 2004.
  • FONSECA, Claudia. Família, fofoca e honra: etnografia de relações de gênero e violência em grupos populares. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2000
  • FONSECA, Claudia. Caminhos da adoção. São Paulo: Cortez, 1995.
  • FOUCAULT, Michel. História da sexualidade 1: a vontade de saber. Rio de Janeiro: Graal, 1988
  • FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade 2: o uso dos prazeres. Rio de Janeiro: Graal, 1984.
  • FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade 3: o cuidado de si. Rio de Janeiro: Graal, 1985.
  • GASPAR, Maria Dulce. Garotas de programa: prostituição em Copacabana e identidade social. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.
  • GIDDENS, Anthony. As transformações da intimidade. São Paulo: Unesp,1993.
  • HEILBORN, Maria Luiza (org.) Sexualidade: o olhar das Ciências Sociais. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999.
  • HEILBORN, Maria Luiza. Dois é par: gênero e identidade sexual em contexto igualitário. Rio de Janeiro: Garamond, 2004.
  • HEILBORN, Maria Luiza; DUARTE, Luis Fernando Dias; PEIXOTO, Clarice; BARROS, Myriam Moraes Lins de. (orgs.) Sexualidade, família e ethos religioso. Rio de Janeiro: Garamond, 2005.
  • KULICK, Don. Travesti: prostituição, sexo, gênero e cultura no Brasil. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2008.
  • MACEDO, Carmem Cinira. A reprodução da desigualdade: um projeto de vida familiar de um grupo operário. São Paulo: Vértice, 1985
  • SALEM, Tania. O velho e o novo: um estudo de papéis e conflitos familiares. Petrópolis: Vozes, 1980.
  • SALEM, Tânia. O casal grávido: disposições e dilemas da parceria igualitária. Rio de Janeiro: Editora da FGV, 2007
  • SEGALEN, Martine. O casamento entre tradição e mudança. In: Ritos e rituais contemporâneos. Rio de Janeiro: Editora da FGV, 2002.
  • VELHO, Gilberto. Individualismo e cultura: notas para uma Antropologia da sociedade contemporânea. Rio de Janeiro: Zahar. 1987
  • WOORTMANN, Ellen. Herdeiros, parentes e compadres: os colonos do Sul e os sitiantes do Nordeste. São Paulo: Hucitec; Brasília: Editora da UnB,1995.

Página gerada em 23/07/2024 12:42:28 (consulta levou 0.105979s)