Nome da Atividade
INTRODUÇÃO À ARQUEOLOGIA
CÓDIGO
10910128
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
3
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7
CARGA HORÁRIA EXTENSÃO
1

Ementa

A disciplina visa a fazer uma apresentação geral da Arqueologia, caracterizando os seus históricos, objetos, objetivos e metodologias, bem como introduzir algumas questões teóricas. Um quarto da carga horária da disciplina se dedica a introduzir as atividades extensionistas em Arqueologia, a partir de ações variadas inseridas nos projetos temáticos de extensão pertencentes ao “Programa de Extensão do Bacharelado em Arqueologia (código/Cobalto – 133)”. Cabe acrescentar que esse Programa contém projetos ativos cuja essência é o desenvolvimento de atividades práticas que contemplam as diretrizes da extensão universitária constantes na Resolução CNE nº 7 de 18 de dezembro de 2018.

Objetivos

Objetivo Geral:

Geral: - Introduzir aspectos da história da Arqueologia, sua emergência e constituição como uma área de conhecimento e um campo disciplinar. Específicos: - Apresentar os debates teóricos em torno de seus conceitos básicos e métodos próprios de pesquisa; - Introduzir os subcampos da Arqueologia; - Discutir textos arqueológicos (estudos de caso) - Introduzir atividades extensionistas em Arqueologia

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BEZERRA, Marcia. BEZERRA, M. 2017. Teto e Afeto: sobre as pessoas, as coisas e arqueologia na Amazônia. GK Noronha, Belém. DIAZ-ANDREU, Margarita. Arqueologia crítica e humanista. São Paulo: Fonte editorial, 2019. TRIGGER, Bruce G. História do Pensamento Arqueológico. São Paulo: Ed. Odysseus, 2004

Bibliografia Complementar:

  • GEERTZ, Clifford. O impacto do conceito de cultura sobre o conceito de homem. A Interpretação das Culturas. Rio de Janeiro:LTC, 2008 LIMA, Tânia Andrade. A arqueologia na construção da identidade nacional: uma disciplina no fio da navalha. Canindé, Xingó, 2007, 10:11-26. SCHAAN, Denise Pahl. Arqueologia para etnólogos: colaborações entre arqueologia e antropologia na Amazônia. Anuário Antropológico,II: 13-46, 2014. THIESEN, Beatriz Valladão; POUGUET, Martial. Nem Tempo, nem Método. Nem História, nem Antropologia. O que é Arqueologia?. Tessituras: Revista de Antropologia e Arqueologia, v. 6, n. 1, p. 13. ZARANKIN, Andres; PELLINI, José Roberto. Arqueologia e companhia: reflexões sobre a introdução de uma lógica de mercado na prática arqueológica brasileira. Revista de Arqueologia, [S.l.], v. 25, n. 2, p. 44-60, dez. 2012.

Página gerada em 22/05/2022 11:44:27 (consulta levou 0.055674s)