Nome da Disciplina
SUINOCULTURA
CÓDIGO
1430026
Carga Horária
68 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
1
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
3
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Suinocultura, raças, instalações e equipamentos, ambiência, manejo zootécnico, manejo sanitário, manejo da alimentação, manejo de dejetos, sistemas de produção, gerenciamento de granjas, qualidade da carcaça e da carne.

Objetivos

Objetivo Geral:

Proporcionar conhecimentos de interesse zootécnico a respeito da produção racional de suínos.

 

Objetivos Específicos:

Espera-se que ao final do curso o aluno seja capaz de identificar os diferentes sistemas de produção de suínos, conheça as principais práticas de manejo zootécnico, da alimentação e nutrição, sanitário, de dejetos e o gerenciamento de uma granja suinícola.

Conteúdo Programático

Unidade 1. Apresentação. Bibliografia. Atividades do semestre. Métodos de avaliação. Organização do ensino. Apresentação do conteúdo para seminários e montagem dos grupos.
Unidade 2. Introdução. Origem do suíno. Histórico. Evolução do suíno. Situação atual da suinocultura no Brasil e no mundo.
Unidade 3. Utilizações do suíno. Evolução do suíno. Vantagens e desvantagens da suinocultura.
Unidade 4. Condições essenciais à criação e sistemas de produção de suínos.
Unidade 5. Raças, linhagens, programas de cruzamento de suínos.
Unidade 6. Instalações, equipamentos e ambiência: maternidade.
Unidade 7. Instalações, equipamentos e ambiência: gestação.
Unidade 8. Instalações, equipamentos e ambiência: creche, crescimento e terminação.
Unidade 9. Práticas de criação.
Unidade 10. O sistema digestório dos suínos.
Unidade 11. Exigências nutricionais e fatores que os afetam.
Unidade 12. Manejo da alimentação. Alimentos típicos e particulares.
Unidade 13. Manejo reprodutivo e inseminação artificial.
Unidade 14. Manejo sanitário e biosseguridade.
Unidade 15. Manejo de dejetos e alternativas para redução do potencial poluente.
Unidade 16. Avaliações in vivo. Avaliações na carcaça.
Unidade 17. Qualidade da carne.
Unidade 18. Gerenciamento. Planejamento e custo de produção.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CORRÊA, M.N., MEINCKE, W., LUCIA Jr, T., DESCHAMPS, J.C. Inseminação Artificial em Suínos. PRINTPAR Gráfica e Editora Ltda, 2001, 194p.
  • XAVIER, E.G., LOPES, D.C.N., VALENTE, B.S., ROLL, V.F.B. Suínos: Manejo. GEASPEL Série Cadernos Didáticos. Volume 2. Editora e Gráfica Universitária – UFPEL, 2010, 226p.
  • XAVIER, E.G., LOPES, D.C.N., VALENTE, B.S., ROLL, V.F.B. Suínos: Produção. GEASPEL Série Cadernos Didáticos. Volume 1. Editora e Gráfica Universitária – UFPEL, 2010, 167p.

Bibliografia Complementar:

  • BIANCHI, I., LUCIA JR, T., CORRÊA, M.N., DESCHAMPS, J.C. Manual PIGPEL de Suinocultura Intensiva. Editora e Gráfica Universitária – UFPEL, 2009, 260p.
  • CAVALCANTI, S. de S. Produção de suínos. Campinas, 1a ed., Instituto Campineiro de Ensino Agrícola, 1984, 453p.
  • LEWIS AND SOUTHERN. Swine Nutrition. 2nd ed. CRC Press. Danvers, MA, USA. 2001
  • MALLMANN, C.A., DILKIN, P. Micotoxinas e Micotoxicoses em Suínos. Sociedade Vicente Pallotti Editora, 2007, 240p.
  • Projeto de Controle da Degradação Ambiental Decorrente da Suinocultura em Santa Catarina – Tecnologias para o manejo de resíduos na produção de suínos – Manual de boas práticas. PNMA II – Gestão Integrada de Ativos Ambientais – Santa Catarina, Concórdia, 2004, 109p.
  • SOBESTIANSKY, J., WENTZ, I., SILVEIRA, P. R. R., SESTI, L. A. C. Suinocultura Intensiva: produção, manejo e saúde do rebanho. EMBRAPA – SPI; Concórdia: EMBRAPA – CNPSA
  • Revistas e sites de interesse: - Suinocultura Industrial - www.suinoculturaindustrial.com.br - Pork World - www.porkworld.com.br - International Pig Topics - www.suinos.com - Revista Brasileira de Zootecnia - www.cnpsa.embrapa.br

Página gerada em 18/04/2019 12:08:51 (consulta levou 0.074748s)