Nome da Disciplina
CONTROLE AMBIENTAL NA IND. DE CELUL. E PAPEL
CÓDIGO
15000083
Carga Horária
60 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Aspectos ambientais nos processo Kraft. Controle preventivo da poluição. Qualidade da água. Efluentes líquidos. Programa de controle e amostragem dos efluentes líquidos. Fechamento de Circuitos. Manejo dos resíduos sólidos. Emissões atmosféricas

Objetivos

Objetivo Geral:

Conteúdo Programático

1. Fundamentos da Proteção Ambiental
1.1. Conceito de meio ambiente
1.2. Conceito de poluição: tipos, fontes, controle, legislação.
2. Qualidade da água
2.1. Caracterização:
Parâmetros físicos, químicos e biológicos: sólidos suspensos, turgi-
dez, cor, temperatura, sólidos dissolvidos, pH, alcalinidade, dureza,
oxigênio dissolvido, organismos patogênicos
2.2. Padrões de potabilidade (legislação) e uso industrial
2.3. Processos de tratamento de água:
Coagulação, floculação, decantação, filtração e desinfecção
3. Efluentes líquidos
3.1. Caracterização
DBO5, DQO, COT, OD, metais pesados
3.2. Minimização na fonte: reciclagem
3.3. Pré-tratamento:
Desareamento, grandeamento, equalização
3.4. Tratamento primário
Decantação
3.5. Tratamento secundário
Biologia dos microrganismos, sistemas aeróbicos e anaeróbicos;
tipos: Lagoas anaeróbicas, facultivas, aeradas, lodos ativados
3.6. Legislação e limites de lançamento
4. Manejo dos resíduos sólidos
4.1. Caracterização e classificação
4.2. Redução na fonte: reuso
4.3. Manuseio, acondicionamento e armazenamento
4.4. Tratamento:
Espessamento de lodos, desidratação de lodos, incineração, estabilização e solidificação
4.5. Disposição final: aterros industriais
4.6. Legislação
5. Emissões atmosféricas
5.1. Classificação dos poluentes
5.2. Importância à saúde e efeitos ambientais provocados pela poluição Atmosférica
5.3. Principais fontes e métodos de medição
5.4. Noções básicas de meteorologia
5.5. Equipamentos de controle e tratamento de gases
5.6. Legislação

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CETESB (1993). Resíduos Sólidos Industriais. ASCETESB, 2° Edição.
  • CONAMA – CONSELHO NACIONAL DE MEIO AMBIENTE. Resolução de 06 de dezembro de 1990, n.13. Brasília: D.O.U. de 28/12/90, seção I.
  • DERISIO, J. C. Introdução ao Controle de Poluição Ambiental, CETESB, 1992.
  • MENDONÇA, S. R. Lagoas de Estabilização e Aeradas Mecanicamente: Novos Conceitos, 1999.
  • SPRINGER, A. M. Industrial Environmetal Control – Pulp and Paper Industry. 2º edição. Atlanta, Geórgia, TAPPI, 1993.
  • VON SPERLING, M. Princípios de Tratamento Biológico de Águas Residuárias. Vol.1: Introdução a Qualidade das Águas e ao Tratamento de Esgotos. Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental, DESA, UFMG, 2° Edição, 1996.

Bibliografia Complementar:

  • BISWAS, A.K. & GEPING, Q. Environmental impact assessment for development countries. Londres: Tycooly Internatonal, 1987. P. 191-232.
  • LIBBY, C.E. Pulp and Paper Science and Technology. New York, McGraw-Hill, 1962, v.1.
  • MACDONALD, R. G; FRANKLIN, J. N. The pulping of wood. 2º ed. New York, McGraw-Hill, 1969. V. 1. (Pulp and Paper manufacture).
  • TAUK, S. M. T. et.al. Análise ambiental: uma visão multidisciplinar. São Paulo: UNESP, 1995. 258 p.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2019 / 2 13 7 Engenharia Industrial Madeireira (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
QUA13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
15:10 - 16:00
16:00 - 16:50
GABRIEL VALIM CARDOSO
Professor responsável pela turma

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
CONTROLE AMBIENTAL NA IND. DE CELUL. E PAPEL Engenharia Industrial Madeireira (Bacharelado)

Página gerada em 18/10/2019 08:19:02 (consulta levou 0.126756s)