Nome da Atividade
HISTÓRIA DO BRASIL IV
CÓDIGO
1660070
Carga Horária
68 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

A crise do populismo e o golpe militar de 1964. A Nova Ordem Instituída. 1968 e a radicalização do regime. O governo Médici e o “milagre” econômico. Geisel: o fim do “milagre” e o início da “abertura”. O lento caminho da democracia. A conjuntura atual.

Objetivos

Objetivo Geral:

Conteúdos básicos de história contemporânea do Brasil, com ênfase em: crise do sistema populista, ditadura militar, redemocratização, principais instituições sociais, políticas e econômicas do período e governos constitucionais.

Conteúdo Programático

PROGRAMA 1 Introdução:
A nova configuração do Estado depois de 30

2- A Crise dos governos desenvolvimentistas e populistas e o Golpe Militar de 1964
A) Discussão sobre o conceito de populismo
B) A Ação das Forças Políticas
C) O Planejamento e Execução do Golpe

3- A Nova Ordem Instituída:
A) A Expansão do Capital Multinacional Associado
B) A Tecno-Burocracia
C) As Novas Condições Políticas

4 - A Radicalização do Regime:
A) O Ai-5 e os Desdobramentos Políticos
B) A Esquerda Armada e a Repressão

5- As Ditaduras do Cone sul

6) O Milagre Econômico e a miséria social

7)A crise econômica e o Início da "Abertura"

8) - O Lento Caminho da Democracia :
A) A Anistia e a reestruturação partidária
B) O Governo Sarney e a Constituinte
C) O Novo Sindicalismo e os Movimentos Sociais

9) O Brasil na Globalização e no Neoliberalismo

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BIBLIOGRAFIA BÁSICA: DREIFUSS, René . 1964: a conquista do estado. Petrópolis: Vozes. Fico, Carlos. O grande irmão. Rio de Janeiro: Civilização brasileira. 2008. REIS, Daniel.; RIDENTI, Marcelo e MOTTA, Rodrigo( Orgs.). O golpe e a ditadura militar: quarenta anos depois. Bauru, EDUSC, 2004, p. 29-52. RIDENTI, Marcelo. O fantasma da revolução brasileira. São Paulo: EDUNESP, 1993 SKIDMORE, Thomas. Brasil, de Castelo a Tancredo. Rio de Janeiro: Saga. SMITH, Anne-Marie. Um acordo forçado. O consentimento da imprensa à censura no Brasil. Rio de Janeiro: FGV.

Bibliografia Complementar:

  • COMPLEMENTAR: ARAÚJO, Maria Celina D’; Soares, Gláucio e CASTRO, Celso. Visões do golpe: a memória militar sobre 1964. Rio de Janeiro: Relume, 1994. ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO . Brasil nunca mais . Petrópolis: Vozes. DELGADO, Lucilia e FERREIRA, Jorge ( Orgs.) Brasil Republicano. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, v.3, 2003. FERREIRA, Jorge (ORG.) O populismo e sua história. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001. GASPARI, Hélio. A ditadura encurralada. São Paulo: Cia das Letras, 2003. GASPARI, Hélio. A ditadura envergonhada. São Paulo: Cia das Letras, 2002. GASPARI, Hélio. A ditadura escancarada. São Paulo: Cia das Letras, 2002. GORENDER, Jacob . Combate nas trevas. São Paulo: Ática SADER, Eder . Quando novos personagens entram em cena: fala, lutas e experiências de operários da grande São Paulo.Rio de Janeiro: Paz e Terra. SKIDMORE, Thomas . Brasil, de Getúlio a Castelo . Rio de Janeiro: Saga. TOLEDO, Caio N( Org.) 1964: visões críticas do golpe. Campinas: Ed.da Unicamp, 1997. VENTURA, Zuenir - 1968: o ano que não terminou. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

Página gerada em 02/07/2022 11:39:43 (consulta levou 0.108047s)