Nome da Atividade
LAUDOS ANTROPOLÓGICOS E ARQUEOLÓGICOS
CÓDIGO
1670096
Carga Horária
68 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA EAD
0
CARGA HORÁRIA EXERCÍCIOS
0
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
0
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Laudos administrativos, periciais e técnico-científicos em Antropologia e Arqueologia. Desafios teórico-metodológicos, responsabilidade social e dilemas éticos na aplicação de saberes antropológicos e arqueológicos para o reconhecimento de etnicidades e a regularização de territórios étnicos. Antropologia, Arqueologia, contratos e licenciamento socioambiental de empreendimentos e projetos desenvolvimentistas.

Objetivos

Objetivo Geral:

Estudar Laudos administrativos, periciais e técnico-científicos em Antropologia e Arqueologia

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CALDARELLI, S. B. (org.). Atas do Simpósio sobre Política Nacional do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural. Goiânia: IGPA-UCG/Fórum Interdisciplinar para o Avanço da Arqueologia, 1997. CALDARELLI, S. B. Levantamento arqueológico em planejamento ambiental. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia (Série Suplemento), São Paulo, 3:347-369, 1999. CALDARELLI, S. B. & SANTOS, M. do C. M. M. dos. Arqueologia de contrato no Brasil. Revista USP, São Paulo, 44(1):52-73, 2000. EREMITES DE OLIVEIRA, J. Cultura material e identidade étnica na arquelogia brasileira: um estudo por ocasião da discussão sobre a tradicionalidade da ocupação Kaiowá da terra indígena Sucuri'y. Sociedade e Cultural, Goiânia, 10(1):95-113, 2007. GRIMS0N, A. et al. La antropología brasileña contemporánea: contribuiciones para un diálogo latinoamericano. Buenos Aires: Prometeo Libros, 2004. GROSSI, M. P. et al. (org.). Conferências e diálogos: saberes e práticas antropológicas.Florianópolis: Nova Letra, 2007. LEITE, I. B. (org.). Laudos periciais antropológicos em debate. Florianópolis: NUER/ABA, 2005. LIMA, T. A. (org.). Atas do Simpósio A Arqueologia no Meio Empresarial. Goiânia: UCG-IGPA, 2002. PACHECO DE OLIVEIRA, J. (org.). Indigenismo e territorialização: poderes rotinas e saberes coloniais no Brasil contemporâneo. Rio de Janeiro: Contra Capa, 1998. PACHECO DE OLIVEIRA, J. Uma etnologia dos "índios misturados"? Situação colonial, territorialização e fluxos culturais. Mana, São Paulo, 4(1):47-77, 1998. PACHECO DE OLIVEIRA, J. Ensaios em antropologia histórica. Prefácio de Roberto C. de Oliveira. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1999. PACHECO DE OLIVEIRA, J. Pluralizando tradições etnográficas: sobre um certo mal-estar na antropologia. In LANGDON, E. J.; GARNELO, L. Saúde dos povos indígenas: reflexões sobre antropologia participativa. Rio de Janeiro: Contra Capa/ABA, p. 9-32, 2004.

Bibliografia Complementar:

  • EREMITES DE OLIVEIRA, J. Sobre a necessidade do trabalho antropológico para o licenciamento ambiental: avaliação dos impactos gerados a partir da pavimentação asfáltica da Rodovia BR-384 sobre a comunidade Kaiowa de Ñande Ru Marangatu. Revista Eletrônica História em Reflexão, Dourados, 4: 1-24, 2010. EREMITES DE OLIVEIRA, J. O uso da arqueologia para a produção de laudos antropológicos sobre terras indígenas em Mato Grosso do Sul, Brasil. Tellus, Campo Grande, 12(22): 27-48, 2012. EREMITES DE OLIVEIRA, J.; PEREIRA, L. M. Ñande Ru Maragantu: laudo antropológico e histórico sobre uma terra kaiowa na fronteira do Brasil com o Paraguai, município de Antônio João, Mato Grosso do Sul. Dourados: Editora UFGD, 2009. EREMITES DE OLIVEIRA, J.; PEREIRA, L. Terra Indígena Buriti: perícia antropológica, arqueológica e histórica sobre uma terra terena na Serra de Maracaju, Mato Grosso do Sul. Dourados, Editora UFGD, 2012. SILVA, G. (org.). Antropologia extramuros: novas responsabilidades sociais e políticas dos antropólogos. Brasília: Paralelo 15, 2008. SILVA, O. S. et al. A perícia antropológica em processos judiciais. Florianópolis, Edufsc, 1994. SOUZA LIMA, A. C. de; BARRETTO FILHO, H. T. (org.). Antropologia e identificação: os antropólogos e a definição de terras indígenas no Brasi, 1977-2002. Rio de Janeiro: Contra Capa Livraria/LACED/CNPq/FAPERJ/IIEB, 2005.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
T1 2022 / 1 45 24 Antropologia (Mestrado acadêmico)
Antropologia (Doutorado)
Arquitetura e Urbanismo (Mestrado acadêmico)
Horários
ManhãTardeNoite
QUA19:00 - 19:50
19:50 - 20:40
20:40 - 21:30
21:30 - 22:20
LOUISE PRADO ALFONSO
Professor responsável pela turma

ANA LUCIA COSTA DE OLIVEIRA
Professor Regente

Página gerada em 01/07/2022 19:57:59 (consulta levou 0.057004s)