Nome da Atividade
L.D.: A TRANSNACIONALIDADE E CIRCULAçãO DE SABERES EM HISTóRIA DA EDUCAçãO
CÓDIGO
17360082
Carga Horária
51 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA EXERCÍCIOS
1
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CRÉDITOS
3
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

A disciplina visa oportunizar aos alunos a leitura e discussão de artigos científicos nacionais e internacionais relativos ao conceito de transnacionalização e internacionalização no campo da História da Educação, a partir de bibliografias selecionadas pelo professor em conjunto com os alunos. Oferece a análise e discussão aprofundadas dos aspectos teóricos e metodológicos de pesquisas atuais que enfatizam a utilização do referido conceito nas análises do grupo que abordam a circulação de saberes da imprensa, de ideias, de grupos étnicos e de políticas educacionais que circularam entre diferentes redes internacionais do final do século XIX até os anos 1980 do século XX.

Objetivos

Objetivo Geral:

Conteúdo Programático

Unidade 1: Introdução à disciplina (6 horas-aula)

-Apresentação do conceito

-Organização para leitura de textos em língua estrangeira: espanhol, inglês, alemão e francês.

- Conhecimento do conceito pelos autores reconhecidos internacionalmente.



Unidade 2: Transnacionalidade e internacionalização: circulação de ideias por meio da imprensa, intelectuais e redes migratórias. (12 horas-aula)



Unidade 3: Discussão dos textos e afunilamento para operar nas diferentes pesquisas do grupo: etnicidade, mobilidade dos imigrantes, ideias divulgadas na imprensa, comparação de recepção de modelos educativos nas redes de circulação transnacional. (27 horas-aula)



Avaliação parcial e final (6 horas-aula)

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ALCÂNTARA, Wiara. A transnacionalização de objetos escolares no fim do século XIX. Anais do Museu Paulista. São Paulo. N. Sér. v.24. n.2. p. 115-159. May - Aug. 2016.
  • BARAUSSE, Alberto e LUCHESI, Terciane Ângela. Education, ethnic identity, and memory in the Italian ethnic schools of South Rio Grande (1875–1902). Paedagogica Historica, 2018. DOI: 10.1080/00309230.2018.1521450
  • CARUSO, Marcelo. Within, between, above, and beyond: (Pre)positions for a history of the internationalisation of educational practices and knowledge. Paedagogica Historica, 2014 Vol. 50, Nos. 1–2, 10–26, http://dx.doi.org/10.1080/00309230.2013.872678.
  • CARUSO, Marcelo e TENORTH, Heinz-Elmar. Introdución: conceptualizar e historicizar la internacionalización e globalización em el campo educativo. IN: CARUSO, Marcelo e TENORTH, Heinz-Elmar (comp). Internacionalización. Políticas educaticas y reflexión pedagógica en un médio global. Buenos Aires, Guarnica, 2011. p. 13-38.
  • CARUSO, Marelo e VERA, Eugênia Roldán. El impacto de las nuevas sociabilidades: Sociedad civil, recursividad comunicativa y cambio educativo en la Hispanoamérica postcolonial. Rev. bras. hist. educ., campinas-sP, v. 11, n. 2 (26), p. 15-52, maio/ago. 2011.
  • DITTRICH, Klaus. As exposições universais como mídia para a circulação transnacional de saberes sobre o ensino primário na segunda metade do século. História da Educação, Porto Alegre, v. 18, n. 41, p. 213-234, 2013.
  • FONTAINE, Alexandre. Pedagogia como transferência cultural no espaço franco-suíço: mediadores e reinterpretações de conhecimento (1850-1900). História da Educação, Porto Alegre, v. 18, n. 42, p. 187-207, 2014.
  • FUCHS, Eckhardt. History of Education beyond the Nation? Trends in Historical and Educational Scholarship. In: BAGCHI, Barnita; FUCHS, Eckhardt and ROUSMANIERE, Kate. Connecting histories of education : transnational and cross-cultural exchanges in (post)colonial education , New York, Oxford, Berghahn, 2017, p. 11-26.
  • LAWN, Martin. Um conhecimento complexo: o historiador da educação e as circulações transfronteiriças. Rev. bras. hist. educ., Maringá-PR, v. 14, n. 1 (34), p. 127-144, jan./abr. 2014, p. 127-144.
  • OSSENBACH, Gabriela e POZO, María del Mar del. Postcolonial models, cultural transfers and transnational perspectives in Latin America: a research agenda. Paedagogica HistoricaAquatic Insects. Vol. 47, No. 5, October 2011, 579–600. https://doi.org/10.1080/00309230.2011.606787
  • LUCASSEN, Leo e SMIT, Aniek x. The Repugnant Other: Soldiers, Missionaries, and Aid Workers as Organizational Migrants, Journal of World History, Vol. 25, No. 4, 2014. p. 1-40.
  • MATASCI, Damiano. A França, a escola republicana e o exterior: perspectivas para uma história internacional da educação no século 19. História da Educação, Porto Alegre, v. 18, n. 50, p. 139-155, 2016.
  • SCHRIEWER , Jürgen e CARUSO, Marcelo. Globale Diffusionsdynamik und kontextspezifische Aneignung. Konzepte und Ansätze historischer Internationalisierungsforschung. IN: SCHRIEWER , Jürgen e CARUSO, Marcelo. Nationalerziehung und Universalmethode: Frühe Formen schulorganisatorischer Globalisierung. Leipzig, Leipziger Universitätsverlag, 2005. p. 7-31.
  • SOBE, Noah W., Entrelaçamentos e troca cultural na história da educação: mobilizando John Dewey no período entre guerras. Revista Brasileira de História da Educação, n° 21, p. 13-38, set./dez. 2009
  • WERNER, Michael et ZIMMERMANN, Bénédicte. Penser l'Histoire Croisée : entre empirie et réflexivité. Éditions de l'EHESS | « Annales. Histoire, Sciences Sociales », 2003/1 58e année pages 7 à 36. https://www.cairn.inforevue-annales-2003-1-page-7.htm

Página gerada em 14/06/2021 08:55:02 (consulta levou 0.052755s)