Nome da Atividade
LITERATURA INFANTO-JUVENIL
CÓDIGO
20000495
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
3
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
1
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

A disciplina parte do princípio de que os Direitos Humanos e a construção da cidadania através do pensamento democrático e da liberdade de ideias são elementos fundamentais para o processo formativo. Dentro desse contexto é que se desenvolvem as relações entre literatura (com a sua diversidade conceitual) e as questões étnico-raciais, de gênero, sobre a sexualidade; tudo isso marcado pelo respeito às diferenças e aos recursos naturais que não são exclusividade de uma única geração. Nesse sentido, o componente curricular Literatura Infanto-Juvenil prevê abordagens críticas e metodológicas da produção literária e cultural para as crianças e os adolescentes como portador de um conteúdo importante para o processo de ensino-aprendizagem, em vários níveis de ensino, bem como um conteúdo fundamental na formação docente.

Objetivos

Objetivo Geral:

Oportunizar ao aluno o estudo da literatura infanto-juvenil "dirigida" ao universo das crianças e dos adolescentes.

Conteúdo Programático

1. A noção de infância.
2. A origem da literatura infantil e os contos de fadas.
3. Panorama histórico e cultural da literatura infanto-juvenil brasileira: antes e depois de Monteiro Lobato.
4. A expansão do gênero após a década de 60 do século XX e a multiplicidade da produção editorial.
5. O texto literário infanto-juvenil e o cânone: noções teóricas.
6. A produção cultural para crianças e adolescentes.
7. Estudos de autores e obras.
8. Relação entre teoria e prática.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BETTELHEIM, Bruno. A psicanálise dos contos de fadas. Rio de Janeiro: Paz e Terra,1980. BORDINI, Maria da Glória e AGUIAR, Vera Teixeira de. Literatura: a formação do leitor; alternativas metodológicas. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1988. CADERMATORI, Lígia. O que é literatura infantil? São Paulo: Brasiliense,1987. COELHO, Nelly Novaes. Literatura infantil: teoria, análise, didática. São Paulo.Ática,1981 LAJOLO, Marisa ZILBERMAN, Regina. Literatura infantil brasileira: histórias & histórias. São Paulo: Ática, 1991.

Bibliografia Complementar:

  • ABRAMOVICH, Fanny. Literatura Infantil. Gostosuras e bobices. 5ª ed. São Paulo: Scipione, 2004. ARIÈS, Philippe. História social da criança e da família. Tradução de Dora Flaksman. 2. ed. Rio de Janeiro: LTC, 1981. DEL MAESTRO, Maria Lúcia Kopernick. Imagens em preto e branco: o jogo da 109 literatura infantil na construção do imaginário da criança negra. Dissertação (Mestrado em Letras) - Programa de Pós-graduação em Letras, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 1999. GREGORIN FILHO, J. N.; PINA, P. K. C.; MICHELLI, R. S. (Orgs.) A Literatura infantil e juvenil hoje: múltiplos olhares, diversas leituras. Rio de Janeiro: Dialogarts, 2011. KHEDE, Sonia Salomão. Personagens da literatura infanto-juvenil. São Paulo: Ática, 2000.

Página gerada em 04/12/2020 12:35:30 (consulta levou 0.089636s)