Nome da Atividade
LÍNGUA ESTRANGEIRA INSTRUMENTAL - INGLÊS
CÓDIGO
20000519
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
3
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
1
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Leitura em Língua Inglesa: aspectos teóricos e aplicados.

Objetivos

Objetivo Geral:

Proceder a leituras selecionadas e reflexões críticas sobre o processo de leitura para fins acadêmicos.

Conteúdo Programático

- Propósitos variados de leitura e diferentes formas de ler;
- Diferentes tipos de habilidades/estratégias de leitura: “skimming”, “scanning”, leitura intensiva e leitura extensiva;
- Micro-habilidades de leitura:
- Reconhecimento de funções comunicativas de textos;
- Reconhecimento de ideias principais de textos;
- Identificação de detalhes específicos;
- Distinção entre ideias principais e acessórias;
- Reconhecimento da atitude do autor do texto em relação a determinado tópico e em relação ao leitor;
- Inferência quanto a ideias e informações não explícitas;
- Antecipação em relação ao conteúdo do texto e ao desenvolvimento do discurso;
- Inferência em relação ao contexto do discurso com base em conhecimento de mundo;
- Reconhecimento de vocabulário familiar;
- Uso do contexto para a compreensão do sentido de vocabulário não-familiar;
- Reconhecimento de palavras centrais e interpretação do sentido de certos padrões de ordem de palavras:
- Reconhecimento de classes gramaticais de palavras (substantivos, verbos etc.), sistemas (tempos verbais, concordância, pluralização etc.), padrões sintáticos e formas elípticas;
- Reconhecimento de elementos de coesão do discurso escrito e devidas funções nas relações inter e intra-sentenciais;
- Interpretações baseadas em conhecimento de mundo e em referências culturais específicas.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BALDO, A. Uso de Estratégias de leitura na Língua Materna e na Língua Estrangeira. Tese de Doutorado não publicada. Programa de Pós-Graduação em Letras da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2006. CORACINI, M. J .R. F. O jogo discursivo na aula de leitura de língua materna e língua estrangeira. Campinas, SP: Pontes, 1995. McCARTHY, Michael. Discourse analysis for language teachers. Cambridge University Press, 1991. NUNAN, David. Reading: a discourse perspective. Language teaching methodology: a textbook for teachers. Phoenix ELT, 1995. VIGNER, Gérard. Lire: du texte au sens. Paris: CLE International, 1979.

Bibliografia Complementar:

  • JOUVE, Vincent. A leitura. São Paulo: Editora UNESP, 2002. KLEIMAN, Ângela. Texto e leitor: aspectos cognitivos da leitura. Campinas: Editora Pontes, 2.ed., 1992. ______. Oficina de Leitura: Teoria e Prática. 9ª ed. Campinas, SP: Pontes. 2002. LEFFA, Vilson J. Perspectivas no estudo da leitura; Texto, leitor e interação social. In: LEFFA, Vilson J. ; PEREIRA, Aracy, E. (Orgs.) O ensino da leitura e produção textual; Alternativas de renovação. Pelotas: Educat, 1999. p. 13-37. ______. Desenvolvendo a habilidade de leitura. In: PAIVA, V. L. M. O. (Org.) Práticas de ensino e aprendizagem de inglês com foco na autonomia. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, 2005, p. 129-147.

Página gerada em 04/12/2020 12:35:53 (consulta levou 0.086220s)