Nome da Atividade
LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS II (LIBRAS II)
CÓDIGO
20000670
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Noções linguísticas e culturais da Língua Brasileira de Sinais. Desenvolvimento de habilidades intermediarias expressivas e receptivas em Libras para promover comunicação entre seus usuários. Aprofundamento dos Estudos Surdos.

Objetivos

Objetivo Geral:


• Desenvolver as habilidades de recepção e de produção sinalizada, visando às competências linguística, discursiva e sociolinguística na Língua Brasileira de Sinais em nível intermediário;
• Propor uma reflexão sobre o conceito e experiência visual dos surdos a partir de uma perspectiva sociocultural e linguística;
• Propor uma reflexão sobre o papel da Língua de Sinais na vida dos surdos e nos espaços de interação entre surdos e ouvintes, particularmente nos ambientes educacionais.

Conteúdo Programático

• aspectos da linguística:
– sintaxe (expressões faciais e corporais: afirmativas, negativas e interrogativas e exclamativas; expressões faciais e corporais gramaticais);
– morfologia (incorporação numeral, sinais compostos, diminutivo e aumentativo;
– Fonologia (condição de simetria e dominância);
• tipos de verbos: verbos com concordância, verbos sem concordância e verbos manuais;
• verbos que dependem do contexto;
• principais áreas de vocabulário a serem desenvolvidos (nível básico): topônimos (continentes; américa do sul; brasil: cidades e estados); valores monetários e moedas;
• principais áreas de vocabulário a serem desenvolvidos (nível intermediário): espaços urbanos; alimentação (verduras e legumes); ambientes domésticos e escolares (objetos); animais selvagens do Brasil; profissões;
• advérbios de lugar;
• adjetivos – sinais de adjetivação (antônimos);
• características de iconicidade e arbitrariedade na Libras;
• Estudos Surdos: língua, educação, culturas surdas e Literatura Surda.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CAPOVILLA, Fernando César; RAPHAEL, Walquíria Duarte. Dicionário Enciclopédico Ilustrado Trilíngue da Língua de Sinais Brasileira. 3. ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2008. 2v.
  • COELHO, Orquídea; KLEIN, Madalena (Coord.). Cartografias da surdez: comunidades, línguas, práticas e pedagogia. Porto: Livpsic, 2013. 513 p. ISBN 9789897300240
  • QUADROS, Ronice Müller de; KARNOPP, Lodenir Becker. Língua de sinais brasileira: estudos lingüísticos. Porto Alegre: Artmed, 2004.

Bibliografia Complementar:

  • GESSER, Audrei. O ouvinte e a surdez: sobre ensinar e aprender a Libras. São Paulo: Parábola, 2012.
  • LODI, Ana Claudia Balieiro et al. (Org.). Letramento e minorias. 4. ed. Porto Alegre: Mediação, 2010.
  • LODI, Ana Cláudia Balieiro; LACERDA, Cristina Broglia Feitosa de (orgs). Uma escola, duas línguas: letramento em língua portuguesa e língua de sinais nas etapas iniciais de escolarização. Porto Alegre: Mediação, 2009.
  • SKLIAR, Carlos (Org). A surdez: um olhar sobre as diferenças. 6. ed. Porto Alegre: Mediação, 2012.
  • VICTOR, Sonia Lopes; VIEIRA-MACHADO, Lucyenne M. da Costa; BREGONCI, Aline de Menezes; FERREIRA, Arlene Batista; XAVIER, Keli Simões (orgs). Práticas bilíngues: caminhos possíveis na educação dos surdos. Vitória: GM. 2010.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS II (LIBRAS II) Letras - Português (Licenciatura - Noturno)

Página gerada em 07/07/2022 01:53:52 (consulta levou 0.115138s)