Nome da Atividade
RASTREABILIDADE MOLECULAR
CÓDIGO
22000052
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Proporcionar ao aluno uma compreensão dos métodos de detecção de organismos geneticamente modificados com forte embasamento nos princípios de transgenes de animais e vegetais. Estudo de métodos e princípios de detecção de organismos geneticamente modificados vegetais e animais e seus derivados. Buscar compreender os mecanismos de relação dos genes exógenos em vegetais e animais e criar métodos globais de detecção. Proporcionar ao aluno o conhecimento para desenvolver de testes diagnósticos com base sorológicos e moleculares e os critérios para a validação de ensaios de diagnóstico.

Objetivos

Objetivo Geral:

Proporcionar ao aluno uma compreensão dos métodos usados para o desenvolvimento e avaliação de ensaios de diagnósticos/detecção aplicáveis de saúde humana e animal, e detecção de organismos geneticamente modificados (OMGs) e demais moléculas relevantes à biotecnologia.

 

Objetivos Específicos:

1. Treinamento no acesso e utilização de bancos de dados epidemiológicos (Epi Info) para usar no desenvolvimento de novos testes diagnósticos.
2. Como detectar organismos geneticamente modificados (OGMs).
3. Regulação (exportação e importação) de OGMs no Brasil e o mundo

Conteúdo Programático

1. Introdução
2. Critérios de Validação de Ensaios de Diagnóstico
3. Exemplo: Desenvolvimento de um Teste Rápido para Leptospirose Humana
4. Situação Global das Culturas Biotecnológicas
5. Detecção de OGMs
6. Política e regulação à importação e exportação de OGMs e Codex
7. Critérios para métodos para detectar OGMs
8. Orientação para a avaliação de alimentos derivados de animais, plantas e microrganismos recombinantes.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • Introdução à bioestatística - 4. ed. / 2008 - (Livros) - Acervo 87326. VIEIRA, Sonia. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008. 345 p. ISBN 9788535229851. Número de Chamada: 574.0212 V657i 4.ed. (BC&T).
  • Imunobiologia - 7. ed. / 2010 - (Livros) - Acervo 89617. JANEWAY, Charles A.; MURPHY, Kenneth; TRAVERS, Paul; WALPORT, Mark. Porto Alegre: Artmed, 2010. 885 p. ISBN 9788536320670. Número de Chamada: 612.11822 I34 7. ed. (BC&T).
  • Biologia molecular básica - 3. ed. rev. ampl. / 2003 -( Livros ) - Acervo 63651. Porto Alegre: Mercado Aberto, 2003. 421 p. ISBN 8528002837. Número de Chamada: 574.88 B615 3.ed. (BC&T).
  • Biologia molecular da célula - 5. ed. - / 2010 - ( Livros ) - Acervo 92849. ALBERTS, Bruce. Porto Alegre: Artes Medicas, 2010. xxxv, 1268,40,50p. ISBN 9788536320663. Número de Chamada: 574.87 B615 5. ed. (BC&T).

Bibliografia Complementar:

  • World Health Organisation. 2009.Food import and export inspectionand certification systems. 4 Ed. FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION OF THE UNITED NATIONS. Rome.ISBN 978-92-5-106395-8.
  • James, Clive. 2015. 20th Anniversary(1996 to 2015) of the GlobalCommercialization of BiotechCrops and Biotech CropHighlights in 2015. ISAAA BriefNo. 51. ISAAA: Ithaca, New York.
  • Food and Agriculture Organizationof the United Nations.http://www.fao.org/countryprofiles/. The World Bank.http://www.worldbank.org/ World Health Organisation. Codex Alimentarius Strategic plan 2014-19.
  • UNDERSTANDINGTHE CODEX ALIMENTARIUS. WORLD HEALTH ORGANIZATION FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION OF THE UNITED NATIONS. Rome, 2006. ISBN 978-92-5-105614-1.
  • Codex Almentarius website: www.codexalimentarius.org/
  • Inmetro website: www.inmetro.gov.br/
  • Nature Scitable website OGMs: www.nature.com/scitable/spotlight/gmos-6978241#spArticleViewHdr
  • GMO Detection method Database (GMDD) website:
  • Europa e OGMs website: http://europa.eu/legislation_summaries/food_safety/index_en.htm

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
RASTREABILIDADE MOLECULAR Biotecnologia (Bacharelado)

Página gerada em 03/07/2022 21:39:24 (consulta levou 0.111029s)