Nome da Disciplina
SISTEMA DE TRATAMENTO DE EFLUENTES
CÓDIGO
22000138
Carga Horária
60 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Caracterização qualitativa e quantitativa dos esgotos. Padrões. Fundamentos dos processos e operações unitárias de tratamento de esgotos sanitários. Critérios e parâmetros de dimensionamento de sistemas de esgotamento sanitário individual, coletivo e de estações de tratamento de esgotos. Tratamento de Águas Residuárias: Fundamento das técnicas, processos e operações utilizados no tratamento de águas residuárias: tratamento físico (gradeamento, desarenação, decantação), estabilização biológica, processos físico-químicos. Critérios e parâmetros para o dimensionamento, implantação e operação de sistemas de tratamento de águas residuárias: lagoas de estabilização, lodos ativados, sistemas em biofilmes, tratamento anaeróbio. Tratamento e disposição do lodo. Técnicas e processos alternativos. Aspectos econômicos.

Objetivos

Objetivo Geral:

Proporcionar à compreensão dos conhecimentos fundamentais do sistema de tratamento de efluentes domésticos e industriais, capacitando os alunos na análise e dimensionamentos dos principais processos existentes.

Conteúdo Programático

Unidade 1 - Caracterização dos esgotos e Classificação dos métodos de tratamento.
1.1. Quantitativas
1.2. Qualitativa.
1.3. Objetivos do tratamento.
1.4. Tratamento Físico.
1.5. Tratamento Químico.
1.6. Tratamento Biológico.

Unidade 2 - Sistemas de esgoto sanitário.
2.1. Quantidade de esgoto cloacal.
2.2. Quantidade de esgoto pluvial.
2.3. Critérios para dimensionamento.
2.4 Sistemas de coleta de esgoto, parâmetros e critérios de dimensionamento.
2.5. Estações de tratamento de esgoto.

Unidade 3 - Princípios básicos do tratamento biológico de águas residuárias.
3.1. Princípios da microbiologia do tratamento biológico de esgotos.
3.2. Princípios do crescimento bacteriano.
3.3. Classificação da biomassa.
3.4. Carga e concentração.

Unidade 4 - Níveis de tratamento.
4.1. Tratamento preliminar.
4.2. Tratamento primário.
4.3. Tratamento secundário.
4.4. Tratamento terciário.

Unidade 5 - Processos Anaeróbios.
5.1. Processos anaeróbios de Biomassa em suspensão.
5.2. Princípios e dimensionamento de lagoas anaeróbias.
5.3. Tanques sépticos: princípios e dimensionamento.
5.4. Tratamento complementar – princípio dos processos e dimensionamento.
5.5. Disposição no solo.

Unidade 6 - Processos aeróbios.
6.1. Processos aeróbios de Biomassa em suspensão.
6.2. Dimensionamento de lodos ativados e lagoas aeradas.
6.3. Processos aeróbios de biomassa fixa.

Unidade 7 - Tratamento e disposição final do lodo.
7.1. Digestão do lodo.
7.2. Adensamento e desidratação.
7.3. Outras tecnologias.
7.4. Disposição final.
7.5 Reuso do efluente tratado.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2019 / 2 45 0 Engenharia Hídrica (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG10:50 - 11:40
11:40 - 12:30
QUI10:50 - 11:40
11:40 - 12:30

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
SISTEMA DE TRATAMENTO DE EFLUENTES Engenharia Hídrica (Bacharelado)

Página gerada em 24/07/2019 01:42:16 (consulta levou 0.154412s)