Nome da Disciplina
PERÍCIAS E AVALIAÇÕES RURAIS
CÓDIGO
D000655
Carga Horária
34 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
1
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
1
CRÉDITOS
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Noções básicas sobre avaliações e perícias rurais. Etapas da perícia. Avaliação de imóveis rurais: desapropriações, desapropriação para Reforma Agrária; pagamento, alienação, permuta, garantias, seguros; métodos de avaliação. Avaliação de recursos naturais, de benfeitorias, plantações. Legislações. Depreciação. Avaliação de servidões. Técnica de elaboração de laudos. Avaliações em ações judiciais.

Objetivos

Objetivo Geral:

Avaliar propriedades rurais com suas benfeitorias; avaliar desapropriações e servidões; elaborar laudos e avaliações em ações judiciais.

 

Objetivos Específicos:

Elaborar laudos e perícias ambientais;
Elaborar laudos e perícias na área rural;
Avaliar propriedades rurais e benfeitorias;
Avaliar desapropriações e servidões.

Conteúdo Programático

1. ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES
1.1. Introdução
1.2. Campo de aplicação
1.3. Normas e Legislação
1.4. Valor, custo e preço
1.5. Definições de valor
1.6. Técnicas de Avaliação
2. O PROCESSO DE AVALIAÇÃO
2.1. Introdução
2.2. Método comparativo de dados de mercado (das vendas)
2.3. Método da renda
2.4. Método residual
2.5. Método involutivo
2.6. Método dos custos
2.6. Conjugação dos métodos
3. MÉTODO COMPARATIVO DE DADOS DE MERCADO OU DAS VENDAS
3.1. Introdução
3.2. Caracterização da propriedade
3.3. Fatores de valor
3.4. Pesquisa de dados
3.5. Níveis de rigor da avaliação
4. HOMOGENEIZAÇÃO DE VALORES
4.1. Homogeneização de antecedentes
4.2. Homogeneização de valores
5. MÉTODO DO CUSTO DE REPRODUÇÃO
5.1. Avaliação de benfeitorias
5.2. Depreciação
6. MÉTODO DA RENDA
6.1. Conceituação
6.2. Utilização do método
7. MÉTODO INVOLUTIVO
7.1. Conceituação
7.2. Utilização do método
8. MÉTODO RESIDUAL
8.1. Princípio
8.2. Desenvolvimento
9. FONTES DE INFORMAÇÃO PARA O AVALIADOR
9.1. Pesquisa de dados
9.2. Dados gerais necessários
9.3. Dados específicos necessários
9.4. Fontes de informação
10. AVALIAÇÃO DE PROPRIEDADES RURAIS
10.1. Introdução
10.2. Características físicas das terras
10.3. Classificação dos solos
10.4. Métodos de avaliação
10.5. Avaliação de benfeitorias
11. AVALIAÇÃO NAS DESAPROPRIAÇÕES
11.1. Legislação brasileira
11.2. Aspectos técnicos
12. AVALIAÇÃO DE SERVIDÕES
12.1. Introdução
12.2. Justa indenização
12.3. Tipos de servidões
12.4. Método “antes e depois”
12.5. Valor da indenização
13. TÉCNICA DE ELABORAÇÃO DE LAUDOS
13.1. Elaboração do laudo
13.2. Laudo Pericial
13.3. Laudo Avaliatório
14. AVALIAÇÕES EM AÇÕES JUDICIAIS
14.1. Introdução
14.2. Aspectos Legais
14.3. Nomeação do perito
14.4. Formulação de quesitos
14.5. Realização da perícia
14.6. Entrega do laudo
14.6.Obrigações do perito
14.7. Honorários periciais
14.8. Funções do assistente técnico

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ABNT. Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 14653-3. Avaliação de bens Parte 3: imóveis rurais, 2004.
  • LIMA, M.R.C. Avaliação de propriedades rurais: manual básico. 2.ed. São Paulo, 2005.

Bibliografia Complementar:

  • FIKER, José. Avaliações de imóveis: manual de redação de laudos. São Paulo: Pini, 1989.
  • GUERRA, Antonio J. Teixeira. Avaliação e perícia ambiental. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil. 1999.
  • IMAPE. Instituto Mineiro de Avaliações e Perícias de Engenharia. Fundamentos de avaliações patrimoniais e perícias. São Paulo: Pini, 1998.
  • LIMA, M.R.C. Curso de peritagem e avaliação de imóveis rurais. Apostila para o curso do IBAPE/SP. São Paulo, 2000.
  • MAIA NETO, Francisco. Roteiro prático de avaliações e perícias judiciais. 5.ed. Belo Horizonte: Del Rey, 2000.

Página gerada em 08/12/2019 19:28:09 (consulta levou 0.090014s)