Nome da Atividade
TEORIA E HIST. DA ARQUIT. URBAN. E PAISAG. 2
CÓDIGO
0120141
Carga Horária
34 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
2
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Estudo da arquitetura e da cidade da antigüidade clássica na Grécia e Roma. A arquitetura e a cidade na idade média e no renascimento. O maneirismo e o barroco na Europa central e na península Ibérica.

Objetivos

Objetivo Geral:

Conteúdo Programático

Unidade 1 – Arquitetura e cidade da antigüidade clássica: Grécia e Roma.
1.1. Características políticas, sociais e econômicas da civilização grega.
1.2. A cidade grega: primeiros agrupamentos, cidade clássica e cidade helenística, características das principais cidades.
1.3. A arquitetura grega clássica: características e exemplares.
1.4. Características políticas, sociais e econômicas do Império Romano.
1.5. As cidades romanas.
1.6. A arquitetura romana clássica: características e exemplares. O tratado de arquitetura de Vitrúvio.
Unidade 2 – Arquitetura e cidade na Idade Média.
2.1. Características políticas, sociais e econômicas da Idade Média.
2.2. A cidade medieval orgânica e planejada.
2.3. A arquitetura medieval cristã.
2.4. A arquitetura e a cidade no Islã.
Unidade 3 – A arquitetura, cidade e o paisagismo do Renascimento.
3.1. Características políticas, sociais e econômicas do Renascimento.
3.2. A cidade ideal e a cidade real do Renascimento.
3.3. A arquitetura e o paisagismo renascentista.
3.4. Os tratados de arquitetura renascentistas.
3.5. A arquitetura de Alberti e Palládio.
Unidade 4 – O maneirismo e o barroco na Europa central e na península Ibérica.
4.1. O maneirismo e o barroco: definição e conceitos.
4.2. A arquitetura de Bernini e Borromini.
4.3. A cidade das monarquias absolutistas.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BENÉVOLO, Leonardo. História da Cidade. São Paulo: Perspectiva; 1983.
  • FAZIO, M.; MOFFETT, M.; WODEHOUSE, L. A história da arquitetura mundial. Porto Alegre: Bookman; 2011.
  • GERMAIN, Basin. Barroco e rococo. São Paulo: Martins Fontes; 2010.
  • GLANCEY, Jonathan. A História da Arquitetura. São Paulo: Loyola; 2001.
  • GOITIA, Fernando Chueca. Breve Historia del Urbanismo. Madri: Alianza Editorial; 1994.
  • KOCH, Wilfred. Dicionário dos Estilos Arquitetônicos. São Paulo: Martins Fontes; 1998.
  • MANSELL, G. Anatomia da arquitetura. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico; 1980.
  • NORBERT-SCHULTZ, C. Arquitectura occidental. Barcelona: Gustavo Gili; 1999.
  • ROTH, L. M. Entender la arquitectura: sus elementos, historia y significado. Barcelona: Gustavo Gili; 1999.
  • SUMMERSON, J. A linguagem clássica da arquitetura. São Paulo: Martins Fontes; 1984.

Bibliografia Complementar:

  • ACKERMAN, J. S. Palladio. Madrid: Xarait; 1987.
  • ARGAN, G. C. Borromini. Madrid: Xarait; 1987.
  • CONTI, F. Como reconocer el arte Barroco. Barcelona: Ed. Médica y Técnica; 1980.
  • CONTI, F. Como reconocer el arte Rococo. Barcelona: Ed. Médica y Técnica; 1980.
  • GOMBRICH, Ernest Hans. A História da Arte. Rio de Janeiro: Koogan; 1989.
  • HEINRICH, W. Renascença e barroco. São Paulo: Perspectiva; 2000.
  • IRLEMAR, C. Barroco e modernidade. São Paulo: Perspectiva; 1998.
  • JELLICOE, G.; JELLICOE, S. El paisaje del hombre: la conformación del entorno desde la prehistoria hasta nuestros dias. Barcelona: Gustavo Gili; 1995.
  • LEON ALONSO, A. El barroco: arquitectura y urbanismo. Madrid: Anaya; 1991.
  • SANT'ANNA, A. R. Barroco: do quadrado a elipse. Rio de Janeiro: Rocco; 2000.
  • TOMAN, R. O barroco: arquitetura - escultura - pintura. São Paulo: Konemann do Brasil; 2004.
  • VARRIANO, J. Arquitectura italiana del barroco al rococo. Madrid: Alianza; 1990.

Página gerada em 31/07/2021 01:48:11 (consulta levou 0.400397s)