Nome da Disciplina
EXPOGRAFIA I
CÓDIGO
0790024
Carga Horária
68 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Teoria sobre planejamento e programação de exposições. Análise da relação entre gestão, o planejamento institucional e a exposição, observando o impacto da atuação do museu com a sociedade, identificando os elementos determinantes da exposição no que tange ao cumprimento do Estatuto dos Museus. Conceito de exposição como instrumento comunicacional dentro dos museus. Estudo sobre os instrumentos de avaliação dos resultados de uma exposição. Estudo sobre exposição de acervos. Curadoria e pesquisa de acervo.

Objetivos

Objetivo Geral:

. Relacionar a trajetória da instituição universitária com o desenvolvimento do conceito de conhecimento científico.
. Conceituar as formas de conhecimento e analisar sua importância nas sociedades.
. Compreender o direito autoral e a propriedade científica no âmbito da produção acadêmica.
. Conceituar e caracterizar a produção científica na contemporaneidade.
. Diferenciar a pesquisa empírica e documental.
. Conhecer o formato do trabalho acadêmico e as normas técnicas de formatação.
. Conhecer e exercitar a redação científica.
. Aprender a sistematizar fontes de pesquisa, reconhecendo suas tipologias.
. Aprender a formular apresentações visuais e a comunicar oralmente trabalhos científicos.

Conteúdo Programático

1. Conceito de exposição.
2. Elementos expográficos.
3. Ambiente expográfico.
4. Estudo dos elementos compositivos da exposição: local, iluminação, circulação, informação, forma de exposição do objeto, identificação do objeto, circulação no local, segurança.
5. O âmbito da exposição: planejamento e cronograma.
6. A recepção ao visitante.
7. A exposição interdisciplinar.
8. O projeto do ambiente da exposição.
9. O projeto do design da exposição.
10. A curadoria e a coordenação da exposição.
11. O planejamento.
12. Particularidades da exposição de acervo: exposição e conservação
13. A exposição virtual.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CURY, Marília Xavier. Exposição: concepção, montagem e avaliação. São Paulo: Annablume, 2006. CURY, Marília Xavier. Marcos teóricos e metodológicos para recepção de museus e exposições. UNIrevista - Vol. 1, n° 3 : (julho 2006) ISSN 1809-4651. POLO, Maria Violeta. Destaques da expografia brasileira. PESQUISA EM DEBATE • Ano I • n. 1 • jul-dez 2004 • p. 57-62.

Bibliografia Complementar:

  • BELCHER, Michael. Organización y diseño de exposiciones: su relación con el museo. España: Ediciones Trea, 2.ed, 1997. DE LARA FILHO, Durval.Museu: de espelho do mundo a espaço relacional. Dissertação de mestrado. Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Área de concentração Cultura e Informação, Linha de pesquisa Mediação e Ação Cultural. Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. São Paulo, 2006. FERNANDÉZ, Luis Alonso. Museologia e Museografia. Barcelona: Ediciones del Serbal, 3. ed, 2006. MAGALHÃES, Alice M. Museus e Comunicação: Exposições como objeto de Estudo. Rio de Janeiro: Museu Histórico Nacional, 2010. MESTRE, Joan S.; ANTOLÍ, Núria S. (orgs). Museografía didáctica. España: Ariel, 2005. RIBEIRO, Maria das Graça. Inclusão Social em Museus. X Reunión de la Red de Popularización de la Ciência y la Tecnologia em America Latina y el Caribe (RED POP – UNESCO) y IV Taller “Ciência, Comunicación y Sociedad” San José, Costa Rica, 9 al 11 de mayo, 2007.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
EXPOGRAFIA I Museologia (Bacharelado)

Página gerada em 18/12/2018 23:37:33 (consulta levou 0.092497s)