Nome da Atividade
TEORIA E HIST. DA ARQUIT. URBAN. E PAISAG. 1
CÓDIGO
0120140
Carga Horária
68 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

O arquiteto e urbanista e as relações de produção da Arquitetura e da Cidade. História da formação e da profissão do arquiteto e urbanista na península Ibérica (período colonial brasileiro), na França (com ênfase na fundação da Real Academia de Arquitetura – 1664, e a Escola Politécnica – 1794), no Brasil (período colonial até a atualidade). Arquitetos e urbanistas modernistas e contemporâneos e os critérios utilizados na avaliação das suas obras.

Objetivos

Objetivo Geral:

Conteúdo Programático

Unidade 1 – O arquiteto e urbanista e as relações de produção da arquitetura e da cidade.
Unidade 2 – História da formação e da profissão do arquiteto e urbanista.
2.1. A formação e a profissão de arquiteto na península Ibérica no período colonial brasileiro.
2.2. A formação e a profissão de arquiteto na França: a fundação da Real Academia de Arquitetura e a fundação da Escola Politécnica.
2.3. A formação e a profissão de arquiteto no Brasil do período colonial até a atualidade.
Unidade 3 – Arquitetos e urbanistas modernistas e contemporâneos e os critérios na avaliação das suas obras.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ATTOE, Wayne O. Teoria, crítica e história da arquitetura. In: SNYDER, James C. e CATANESE, Anthony. Introdução à arquitetura. Rio de Janeiro: Campus, 1984, p. 43-64.
  • CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA (Brasil). Diretrizes Curriculares: arquitetura e urbanismo. Brasília: Ed. ConFEA, 1988.
  • FICHER, Sylvia. Profissão de arquiteto e ensino de arquitetura: mitos e perspectivas. In: Anais do Seminário Nacional O Estudo da História na Formação do Arquiteto. Pós - Revista do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da FAUUSP. São Paulo, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, 1996, pp. 117-121.
  • GHIRARDO, Diane. Arquitetura contemporânea. Uma história concisa. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
  • GRAEFF, Edgar A. Arte e técnica na formação do arquiteto. São Paulo: Nobel, 1995.
  • KOSTOF, Spiro (coord.). El arquitecto. Historia de una profesión. Madrid: Catedra, 1977.
  • LEMOS, Carlos A. C. O que é arquitetura? São Paulo: Brasiliense, 1991.
  • MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO. (Brasil). Comissão de Especialistas de Ensino de Arquitetura e Urbanismo. Condições & diretrizes. Brasília: Secretaria do Ensino Superior/MEC, 1994.
  • PEDREIRINHO, José Manuel. Dicionário dos arquitectos: ativos em Portugal do século I à actualidade. Porto: Afrontamento, 1994.
  • PEREIRA, Otaviano. O que é teoria. São Paulo: Brasiliense, 1982.
  • SCHWARCZ, Lilia Moritz. O sol do Brasil. Nicolas – ANTINE Taunay e as desventuras dos artistas franceses na corte de D. João. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.
  • SOUZA, Alberto. O ensino da arquitetura no Brasil imperial. João Pessoa: Ed. UFPb, 2003.
  • XAVIER, Alberto (org.) Arquitetura moderna brasileira: depoimentos de uma geração. São Paulo: Pini, 1987.

Bibliografia Complementar:

  • BENEVOLO, Leonardo. A cidade e o arquiteto. São Paulo: Perspectiva, 1991
  • CAVALCANTI, Lauro (org.) Modernistas na repartição. 2a ed. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, 2000.
  • _________. Moderno e brasileiro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006.
  • BICCA, Paulo. Os ídolos e o despotismo do projeto. Revista Projeto, São Paulo, n.17, p. 36-37, dez 1979, pp. 36-37.
  • _________. Arquiteto a máscara e a face. São Paulo: Projeto, 1984.
  • COELHO, Teixeira. O que é utopia. São Paulo: Brasiliense, 1981.
  • FERRO, Sérgio. O canteiro e o desenho. São Paulo: Projeto, 1979.
  • MEIRA, Maria Elisa e outros. Mercosul: estratégias para a integração. Porto Alegre: CREA/RS, 1997, pp. 31-40.
  • _________; SENRA, Kelson Vieira e HOETZ, Eneida (org.) Arquiteto faz projeto. E também.... Rio de Janeiro, Federação Nacional dos Arquitetos, 1997.
  • _________; A educação do arquiteto e urbanista: reflexões da professora Maria Elisa Meira. Piracicaba: Ed. UNIMEPE, 2001.
  • NIEMEYER, Oscar. Vôos e vãos. Entrevista de José Wolf. Revista Projeto, São Paulo, n. 15, p. 14-24, dez. 87/ jan.88.
  • _________. Entrevista de Sylvio Cioffi. Folha de São Paulo, São Paulo, 13 fev. 1994, Caderno Mais, p. 4-6.
  • O ARQUITETO que deixou o Brasil mais moderno. Folha de São Paulo, São Paulo, 23 de jul. de 1995, Caderno Mais, p.4-8.
  • PEIXOTO, Gustavo Rocha. Reflexo das luzes na terra do sol. Sobre a teoria da Arquitetura no Brasil da Independência. São Paulo: Pro Editores, 2000.
  • . Acesso em 4 ago. 2008
  • . Acesso em 4 ago. 2008
  • www.inep.gov.br/download/superior/2002/condicoes_ensino/ACE-arquiteturaurbanismo.pdf. Acesso em 4 ago. 2008
  • . Acesso em 4 ago. 2008
  • . Acesso em 4 ago. 2008

Página gerada em 19/08/2022 04:44:37 (consulta levou 0.105970s)