Nome da Atividade
TRADUÇÃO DE DIÁLOGOS
CÓDIGO
1320477
Carga Horária
68 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

O dito e o não-dito no texto dramatúrgico. Tradução de rubricas e tradução de falas. O idioleto de cada personagem. Questões dialetais e culturais. Soluções tradutórias para o humor.

Objetivos

Objetivo Geral:

Compreender os diversos níveis de dificuldades inerentes ao processo tradutório quando o texto fonte tem diálogos entre personagens. Buscar soluções tradutórias para as questões de significados implícitos (culturais, intertextuais e inferenciais) presentes no texto fonte em Língua Inglesa.

 

Objetivos Específicos:

Traduzir diálogos de textos em Língua Inglesa. Comentar, expressando por escrito, os problemas e soluções encontradas no processo tradutório.

Conteúdo Programático

Significados implícitos de ordem sociocultural. Significados implícitos de ordem intertextual. Significados implícitos de ordem inferencial (ironia, humor, trocadilhos, metáforas, eufemismos, etc.) A fala individual de cada personagem (idioleto). Dialetos regionais. Literatura infantil. Provérbios. Os dêiticos no texto teatral. Exemplos na dramaturgia shakespeariana (em inglês, português, francês, espanhol, alemão).

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ANDERMAN, Gunilla. Drama Translation. In: BAKER, Mona (ed.). Routledge Encyclopedia of Translation Studies. London: Routledge, 2001. p.71-74.
  • BASSNETT, Susan. Estudos de Tradução. Trad. Sônia Gehring, Letícia Abreu e Paula Antinolfi. Porto Alegre: UFRGS, 2005.
  • PAVIS, Patrice. Dicionário de teatro. São Paulo: Perspectiva, 2001.
  • VIÉGAS-FARIA, Beatriz. Implicaturas conversacionais e a tradução teatral. Porto Alegre: PUCRS, 2004. Tese de doutorado.

Bibliografia Complementar:

  • BERRETTINI, Célia. O teatro ontem e hoje. São Paulo: Perspectiva, 1980. 174 p. (Coleção debates; 166)
  • ECO, Umberto. Os limites da interpretação. 2. ed. São Paulo: Perspectiva, 2008. 2010 315 p. (Coleção Estudos. 135).

Página gerada em 20/01/2021 14:36:56 (consulta levou 0.109624s)