Nome da Atividade
PATOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES
CÓDIGO
0620050
Carga Horária
68 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA EXERCÍCIOS
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Conceitos básicos; estudo da ação da água nas edificações e os problemas de umidade. Mecanismos de formação de fissuras, trincas e rachaduras. Descolamento de revestimentos.

Objetivos

Objetivo Geral:

Conteúdo Programático

Unidade 1 – Introdução: conceitos básicos.
Unidade 2 – Ação da água e os problemas de umidade nas edificações.
Unidade 3 – Mecanismos de formação de fissuras, trincas e rachaduras.
Unidade 4 – Deslocamento de revestimentos.
Unidade 5 – Ações de intervenção no patrimônio histórico.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • AZEVEDO, Sérgio Lund. Levantamento de problemas patológicos das construções térreas da zona central de Pelotas/RS (1960/1990). Relatório final, FAPERGS; 1993.
  • CUNHA, A. J. P.; LIMA, N. A.; SOUZA, V. C. M. Acidentes estruturais na construção civil. São Paulo: PINI; 1996. V. 1.
  • HELENE, P. R. L. Manual prático para reparo e reforço de estruturas de concreto. São Paulo: PINI; 1988.
  • INSTITUTO DE PESQUISAS TECNOLÓGICAS – IPT. Patologia na construção: programa de coleta de informações. Relatório nº 14.754. São Paulo: IPT; 1981.
  • LICHTENSTEIN, N. B. Patologia das construções: procedimentos para diagnóstico e recuperação. São Paulo: EDUSP / BT 06/86 Departamento de Engenharia de Construção Civil; 1986.
  • PIANCA, J. B. Manual do Construtor. Porto Alegre: Globo; 1970.
  • THOMAZ, E. Trincas em edifícios: causas, prevenção e recuperação. São Paulo: PINI / EPUSP-IPT; (s.d.).
  • THOMAZ, E. Tecnologia, gerenciamento e qualidade na construção. São Paulo: PINI; 2001.
  • TOZAK, A. (et al.). Manual técnico de manutenção e recuperação. São Paulo: FDE / Diretoria de Obras e Serviços; 1990.
  • VERÇOZA, E. J. Patologia das edificações. Porto Alegre: Sagra; 1991.

Bibliografia Complementar:

  • BLEVOT, J. Patologia de las construciones de hormigon armado: enseñanzas extraidas de la practica. Barcelona: ETA; 1977.
  • BIGLIONI, A.; GUARNEIRO, G. La rehabilitación de edifícios urbanos: tecnologias para la recuperación. Barcelona: Gustavo Gili; 1988.
  • BROTO, Carles e Comerma. Tratado Broto de la construcción – patologías de los materiales. Barcelona: Comerma; 2006.
  • CÁNOVAS, M. F. Patologia y terapeutica del hormigón armado. 2 ed. Madri: Editorial Dossat; (s.d.).
  • EICHLER, F. Patologia de la construcción: detalles constructivos. Barcelona: Editorial Blume (s.d.).
  • ELDRIDGE, H. J. Construcción: defectos comunes. Barcelona: Gustavo Gili; 1982.
  • GONZÁLEZ, J. L.; CASALS, A.; FALCONES, A. Claves del construir arquitectónico. Tomo I. Princípios. Barcelona: Gustavo Gili; 1997.
  • GRATWICK, R. T. La humedad en la construcción: sus causas e remedios. Barcelona: ETA; 1971.
  • JOHN, V. M. Custos nos edifícios em uso. Porto Alegre: CPGEC / CT-92; 1988.
  • JOHN, V. M.; AROZTEGUI, J. M. Durabilidade e vida útil dos edifícios. Porto Alegre: CPGEC / CE-05; 1985.
  • LYALL, A.; COLIN, R. Performance of materials in buildings. (local?): Butterworth; 1994.
  • PRÖPSTER, H. Lesiones de solados y alicatados: causas y reparación. Barcelona: Ediciones CEAC; 1980.
  • PUIGGARI, F. U. Las humedades en la construcción. Barcelona: Ediciones CEAC; 1969.
  • REID, E. Como funcionam os edifícios: uma abordagem multidisciplinar. Lisboa: Cetop; 1989.
  • SCHMITT, H.; HEENE, A. Tratado de construcción. 7 ed. México: Gustavo Gili; 1998.
  • SZECHY, C. Fallas en fundaciones. Buenos Aires: Tecniciencia; 1964.
  • TACLA, Z. O livro da arte de construir. São Paulo: Unipress; 1984.

Página gerada em 31/07/2021 02:18:08 (consulta levou 3.497707s)