Nome da Atividade
PROJETO DE ARQUITETURA 1
CÓDIGO
0120154
Carga Horária
136 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
8
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
6
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
8
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVACAO 6 / Sem
exame

Ementa

Fundamentos conceituais e metodológicos da prática de projeto de arquitetura. Estudo das relações entre programas de necessidades, sítios e locais e seus entornos naturais e construídos, e a constituição do espaço arquitetônico.

Objetivos

Objetivo Geral:

Conteúdo Programático

Unidade 1 – Fundamentos do processo de projeto.
Unidade 2 – Etapa conceitual: dados preliminares para desenvolvimento do projeto.
2.1. Estudo das questões pragmáticas, representativas, simbólicas.
2.2. Estudo do lugar. Sítio e entorno imediato: Aspectos físicos, culturais, históricos e referentes à legislação urbanística.
2.3. Análise de projetos referenciais e precedentes.
2.4. Conceituação geral do projeto: definição das idéias geradoras e dos conceitos norteadores e do problema de projeto.
Unidade 3 – Lançamento do partido: definição das estratégias de projeto a partir da conceituação.
3.1. Implantação e estrutura formal.
3.2. Volumetria, organização do programa, acessos e fluxos, definição de sistemas construtivos.
Unidade 4 – Estudo preliminar: desenvolvimento do projeto.
4.1. Definição espacial e organizacional: tratamento dos espaços internos e externos.
4.2. Representação gráfica e volumétrica do projeto: elaboração de desenhos e maquetes.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BROGDEN, Felicity. Planejamento do Local e Projeto. In: SNYDER e CATANESE; 1984. Cap. 6, p. 131-57.
  • BROLIN, Brent C. The designer's eye: visual problem-solving in architecture. New York: W.W. Norton & Company; 2002.
  • CHING, Francis D. K. Arquitectura: forma, espacio y orden. 4 ed. México: Gustavo Gili; 1985.
  • CLARK, Roger; PAUSE, Michael. Arquitectura: temas de composición. México: Gustavo Gili; 1987.
  • FARRELLY, Lorraine. Fundamentos de arquitetura. Porto Alegre: Bookman; 2010.
  • FAWCETT, A. Peter. Arquitectura: curso básico de proyectos. Barcelona: Gustavo Gili; 1999.
  • McGINTY, Tim. Projeto e Processo de Projeto. In: SNYDER; CATANESE; 1984. Cap. 7, p. 160-94.
  • NEVES, Laert Pedreira. Adoção do partido na arquitetura. Salvador: Centro Editorial e Didático da UFBa; 1989.
  • ODEBRECHT, Silvia. Projeto Arquitetônico: conteúdos técnicos básicos. Blumenau: Edifurb; 2006.
  • PORTAS, Nuno. Funções e Exigências de Áreas da Habitação. Lisboa: MOP Laboratório Nacional de Engenharia Civil; 1969. (Série: Informação Técnica - edifícios 4).
  • PRONK, Emile. Dimensionamento em arquitetura. João Pessoa: Editora Universitária UFPb; 1995.
  • SILVA, Elvan. Geometria funcional dos espaços da habitação: contribuição ao estudo da problemática da habitação de interesse social. Porto Alegre: Ed. da Universidade UFRGS; 1982. (Texto para discussão, 6).
  • SILVA, Elvan. Uma introdução ao projeto arquitetônico. 2 impr. Porto Alegre: Ed. da UFRGS; 1991.
  • SNYDER, James C.; CATANESE, Anthony (orgs.). Introdução à arquitetura. Rio de Janeiro: Campus; 1984.
  • TEDESCHI, Enrico. Teoria de la arquitectura. Buenos Aires: Nueva Visión; 1978.
  • WADE, John W. Programação Arquitetônica. In: SNYDER e CATANESE; 1984. Cap. 8, p. 195-209.

Bibliografia Complementar:

  • BAKER, Geoffrey H. Le Corbusier: uma análise da forma. São Paulo: Martins Fontes; 1998.
  • BAKER, Geoffrey H. Análisis de la forma: urbanismo y arquitectura. 2 ed. México: Gustavo Gili; 1998.
  • BLOOMER, Kent C.; MOORE, Charles W. Cuerpo, memoria y arquitectura. Madri: Hermann Blume; 1982. (Série El diseño del entorno).
  • BOTTON, Alain de. A arquitetura da felicidade. Rio de Janeiro: Rocco; 2007.
  • BRANDÃO, Ludmila de Lima. A casa subjetiva: matérias, afectos e espaços domésticos. São Paulo: Perspectiva; 2002. (Coleção Estudos, 181).
  • CEJKA, Jan. Tendencias de la arquitectura contemporánea. 2 ed. México: Gustavo Gili; 1996.
  • DEL RIO, Vicente. A criatividade e os ventos dominantes na arquitetura. Caxias do Sul: CAU/UCS; 1996. (Cadernos de Arquitetura, Série Debates 1).
  • DEL RIO, Vicente. Projeto de arquitetura: entre criatividade e método. In: DEL RIO, Vicente (org.). Arquitetura: pesquisa & projeto. São Paulo: ProEditores; Rio de Janeiro: FAU-UFRJ; 1998. p. 201-214. (Coleção PROARQ).
  • EKAMBI-SCHMIDT, Jézabelle. La percepción del hábitat. Barcelona: Gustavo Gili; [196- ?].
  • MOORE, Charles; ALLEN, Gerald; LYNDON, Donlyn. La casa: forma y diseño. 6 ed. Barcelona: Gustavo Gili; 1999. (Coleção Reprints).
  • QUARONI, Ludovico. Proyectar un edificio: ocho lecciones de arquitectura. Madrid: Xarait Ediciones; 1987.
  • REIS, Antônio Tarcísio. Repertório, análise e síntese: uma introdução ao projeto arquitetônico. Porto Alegre: Ed. da UFRGS; 2002.
  • SACRISTE, Eduardo. Charlas a principiantes. 2 ed. Buenos Aires: Editorial Universitaria de Buenos Aires – EUDEBA; 1973.
  • WHITE, Edward T. Sistemas de ordenamiento: introducción al proyecto arquitectónico. México: Trillas; 1979.

Página gerada em 18/09/2020 04:55:07 (consulta levou 0.242627s)